Maria João Nascimento

Herança indivisa irs


4 publicações neste tópico

Boa noite, em janeiro de 2016 entreguei nas finanças o modelo 44 respeitante a quota parte das rendas recebidas . Estou para entregar o irs na 2 fase e tenho a seguinte dúvida. No modelo das rendas devo colocar a quota parte das despesas? Se sim a minha dúvida é a seguinte, tínhamos uma inquilina que deixou a casa em final de janeiro de 2015, a minha questão é no sentido que despesas posso declarar dessa casa, em relação ao imi, dado que o que foi pago em 2015 diz respeito ao ano de 2014. Posso colocar nas despesas o valor global do imi ou só o proporcional ao rendimento que obtive em 2015, ou seja pelo valor da única renda recebida ? 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Maria, em primeiro lugar, não vale a pena andar a publicar a mesma questão vezes sem conta - como diz no formulário, as respostas colocadas pelos visitantes só ficarão visíveis depois de aprovadas por um moderador. Como espero que compreendas, nós não estamos aqui no fórum 24h/24h mas elas são efetivamente aprovadas, mais cedo ou mais tarde. Se a queres ver com mais urgência cria uma conta e ela fica logo visível (excepto nas primeiras duas ou três mensagens, que é para evitar casos de contas criadas de propósito para esse efeito) até passas a poder receber notificação das respostas que te derem e tudo!

Quanto à questão colocada, o que o CIRS diz é o seguinte:

Citação
Artigo 41.º
Deduções

 

1 - Aos rendimentos brutos referidos no artigo 8.º deduzem-se, relativamente a cada prédio ou parte de prédio, todos os gastos efetivamente suportados e pagos pelo sujeito passivo para obter ou garantir tais rendimentos, com exceção dos gastos de natureza financeira, dos relativos a depreciações e dos relativos a mobiliário, eletrodomésticos e artigos de conforto ou decoração.
...
5 - O imposto municipal sobre imóveis e o imposto do selo, pagos em determinado ano, apenas são dedutíveis quando respeitem a prédio ou parte de prédio cujo rendimento seja objeto de tributação nesse ano fiscal.

Ou seja, não fala em deduzir frações de despesas nem nada disso. Se houve pelo menos uma renda recebida no ano em causa, então pode-se deduzir o IMI na totalidade (isto é, o corresponde à tua quota parte da herança, bem entendido)... Só se o imóvel tiver estado o ano todo sem ser arrendado é que não se pode deduzir nada relativamente a esse imóvel...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Paulo em primeiro lugar desculpe porque não foi minha intenção de entupir os vossos canais, mas como publicava e deixava de ver a minha publicação , voltava a publicar! Mas obrigado pelo esclarecimento e mais uma vez desculpe!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 7 horas, Maria João Nascimento disse:

Paulo em primeiro lugar desculpe porque não foi minha intenção de entupir os vossos canais, mas como publicava e deixava de ver a minha publicação , voltava a publicar! Mas obrigado pelo esclarecimento e mais uma vez desculpe!

Por isso é que numa das mensagens escreveste:

Citação

Boa noite pedro, coloquei uma questão que necessito de ajuda mas deixei de ver a minha publicação que aguardava validação! Por este motivo volto a remeter! 

Ora, se sabes que aguarda aprovação, é esperar que seja aprovada...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead