Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Eurico, o presbítero

Onde aplicar parte do ordenado que (ainda) se consegue poupar?


14 publicações neste tópico

Peco a vossa opinião/conselho para o seguinte caso.

Estou a trabalhar no estrangeiro, através de uma empresa portuguesa. Portanto, recebo o vencimento na minha conta bancária aí em Portugal.

Como estarei deslocado, previsivelmente, até meados de 2017 (sensivelmente, mais um ano) e estou a ganhar um bocadinho melhor, gostava de ir amealhando, pondo de lado, uma parcela do meu ordenado. 

Já falei com o banco onde tenho conta (Santander), porque queria que a transferência para essa aplicação de poupança fosse automática, todos os meses, mas eles falaram-me numa taxa baixíssima e puseram-me problemas nessa transferência automática. No final, acabei por não fazer nada. 

Sabem dizer-me, por favor, qual será a aplicação mais rentável onde eu possa ir colocando, mês a mês, o que consigo poupar do meu actual salário?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Publicado (editado)

Certificados Tesouro Poupança Mais.

1000 euros investimento minimo 

 

Editado por Helder Silva
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 44 minutos, Helder Silva disse:

Certificados Tesouro Poupança Mais.

1000 euros investimento minimo 

 

Faço um Certificado por mês? Não sei se consigo poupar tanto todos os meses ...

A minha ideia era uma poupança/transferência programada. Por exemplo, dar a instrução ao banco para que ao dia 15 de cada mês transferisse X € para uma hipotética aplicação/conta poupança.

Mas se não existir isso, eu posso fazer essa aplicação/transferência pela internet todos os meses. No problem.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Publicado (editado)

Já que tem conta no Santander, eles têm a transferencia programa com minimos de 25€, e sim a taxa é baixissima, mas em qualquer banco é. Mas ao menos está lá e não mexe no dinheiro.

Como indicaram o Certificado de Tesouro, mesmo que não consiga juntar 1k por mês, guarde num DO, e quando tiver mais 1k, pode sempre subscrever novos titulos de tesouro.

Ou então invista mais em fundos que tenha ou ETF's :)

Cumps

 

Edit: Porque não num PPR/FPR, não vou muito à bola, mas sempre é uma maneira de todos os meses subscrever e ir aumentando a poupança.

Editado por scapy
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Qual o prazo previsto para essa poupança? Quando poderias precisar do dinheiro?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pessoalmente gosto mais do Invest Money Box. Pode-se programar ser transferido um x por mês para essa conta (sem restrições de montantes), paga juros mensais com TANB 0.7% e pode-se levantar o dinheiro a qualquer altura sem perder juros.

O único obstáculo é que para abrir conta no invest pela 1ª vez são necessários 5000€, ainda que demois não exista obrigação de manter lá esse capital.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 27 minutos, pauloaguia disse:

Qual o prazo previsto para essa poupança? Quando poderias precisar do dinheiro?

Boa tarde. Não tenho um prazo definido. Em princípio, e não havendo um cataclismo, será para daqui a uns 5 ou 6 anos, mais coisa menos coisa, nunca se sabe. O que quero dizer, é que não tenho um horizonte específico e que estou acautelado para uma emergência, já que tenho outras poupanças em Certificados de Aforro onde deitar a mão numa aflição.

há 34 minutos, ruicarlov disse:

Pessoalmente gosto mais do Invest Money Box. Pode-se programar ser transferido um x por mês para essa conta (sem restrições de montantes), paga juros mensais com TANB 0.7% e pode-se levantar o dinheiro a qualquer altura sem perder juros.

O único obstáculo é que para abrir conta no invest pela 1ª vez são necessários 5000€, ainda que demois não exista obrigação de manter lá esse capital.

Não tenho conta no Banco Invest. Eu recebo pelo Santander, mas também tenho conta no Best e Big (uso-os apenas para aplicações, não para o dia a dia). 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 52 minutos, Eurico, o presbítero disse:

Não tenho conta no Banco Invest. Eu recebo pelo Santander, mas também tenho conta no Best e Big (uso-os apenas para aplicações, não para o dia a dia). 

Se o objectivo for ter o dinheiro disponível, concordo com o @ruicarlov, vale a pena o Invest Money Box. Ele faz automaticamente um débito directo na nossa conta do dia-a-dia com o valor e periodicidade que quisermos. Simples, eficaz e de borla!

Para 5 a 6 anos, e se tiveres alguma tolerância ao risco, já podes pensar em coisas mais... potencialmente rentáveis :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 9 minutos, mmp disse:

Se o objectivo for ter o dinheiro disponível, concordo com o @ruicarlov, vale a pena o Invest Money Box. Ele faz automaticamente um débito directo na nossa conta do dia-a-dia com o valor e periodicidade que quisermos. Simples, eficaz e de borla!

Para 5 a 6 anos, e se tiveres alguma tolerância ao risco, já podes pensar em coisas mais... potencialmente rentáveis :)

Se for um risco tolerável, por que não? ... O que recomenda? Eu já tenho algumas economias aplicadas em Fundos no Best e Big e a minha ideia é diversificar, agindo sempre com alguma prudência. É dinheiro do meu trabalho e com isso eu não brinco  (tipo jogar ns bolsa).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 4 minutos, Eurico, o presbítero disse:

Se for um risco tolerável, por que não? ... O que recomenda? Eu já tenho algumas economias aplicadas em Fundos no Best e Big e a minha ideia é diversificar, agindo sempre com alguma prudência. É dinheiro do meu trabalho e com isso eu não brinco  (tipo jogar ns bolsa).

Bolsa é para meninos, tudo no Euromilhões!

Falando sério, estava a pensar em fundos porque há para todos os gostos (riscos). Se já tens, reforçar ou diversificar a carteira é sempre uma opção viável.

Outra opção que pessoalmente me agrada (embora não seja consensual pelo que tenho lido por aqui) são os depósitos indexados do Invest. O de Maio se não me engano é ligado a empresas de saúde, com rendimento de -5% a 14% (estou a falar de memória, convém confirmar).

Para que conste, não tenho nenhuma ligação ao Invest, é só um banco com o qual gosto de trabalhar pelas soluções que tem.

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Outra hipótese poderiam ser os seguros de capitalização, por exemplo. Muitos admitem reforços, mas é frequente destinarem-se a horizontes temporais ligeiramente maiores, a partir de 8 anos (sobretudo por questões de fiscalidade - a taxa de imposto cai drasticamente a partir dos 5 e sobretudo dos 8 anos). Não conheço o Best nem o Santander, mas o BIG tinha uns produtos unit-linked, creio que ainda tem qualquer coisa nessa área (é uma questão de falares com os teus finantial advisors em cada banco a ver se têm algum produto do género para te recomendar).

Acho que já praticamente só falta sugerir as obrigações :) É verdade que o risco é maior que nos fundos, por exemplo (se a empresa for ao ar, perde-se tudo de uma vez, num fundo perde-se uma parte) mas o rendimento é mais previsível... Ainda há dias comprei uns títulos da MotaEngil que estavam com uma YTM de 5,7% (parece-me seguro o suficiente - mas claro, isto não é recomendação para ninguém se atirar de cabeça sem fazer o trabalho de casa). Por acaso desse ponto de vista gosto bastante da interface que o BIG tem para negociar obrigações. Pena que sejam só alguns títulos...

Para o prazo temporal que referes os CTPM são uma boa recomendação para o capital que tens agora (relativamente segura e com uma boa remuneração face a muitos outros produtos alternativos de taxa fixa à partida). Mas não sugeria ir reforçando nisso durante muito tempo - as taxas mais atrativas são só no fim de vida do produto e andar a subscrever novos títulos daqui a 3 ou 4 anos para levantar passado um ano ou dois não me parece a melhor estratégia...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Publicado (editado)

há 2 horas, mmp disse:

Bolsa é para meninos, tudo no Euromilhões!

Falando sério, estava a pensar em fundos porque há para todos os gostos (riscos). Se já tens, reforçar ou diversificar a carteira é sempre uma opção viável.

Outra opção que pessoalmente me agrada (embora não seja consensual pelo que tenho lido por aqui) são os depósitos indexados do Invest. O de Maio se não me engano é ligado a empresas de saúde, com rendimento de -5% a 14% (estou a falar de memória, convém confirmar).

Para que conste, não tenho nenhuma ligação ao Invest, é só um banco com o qual gosto de trabalhar pelas soluções que tem.

Consideram que aplicar a maior parte das minhas poupanças em Fundos de Investimento (FI) variados é diversificar? 

Eu, no meu raciocínio, e nomeadamente quando elaboro o gráfico circular (tento que seja semestral) com a distribuição das minhas poupanças pelos diferentes produtos financeiros, sempre considerei os FI como UM TIPO de investimento/aplicação (as Obrigações outro; os Certificados de Aforro, CTPM e DP outro; PPR outro; Unit Linked outro; etc.).

Nunca pensei/considerei que aplicar TUDO (ou quase) em FI, mesmo que variados, fosse diversificar as poupanças, "tout court", 

Por essa razão, e porque já tenho cerca de 65-70% do meu "pé de meia" em FI, achei por bem aplicar o que consigo poupar do meu trabalho noutro tipo de produto.

"Carregar" as minhas poupanças de FI não será demasiado arriscado?

Editado por Eurico, o presbítero
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O que terias respondido se alguém tivesse feito a pergunta inicial, sem os dados fornecidos mais tarde?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Já que tens conta no BIG, analisa a hipótese da Conta Big Aforro: 

https://big.pt/TaxasDepositos/BigAforro/Aforro

Permite total flexibilidade, e se reforçares por mês a conta , em pelo menos 150€, consegue-se obter uma taxa bonificada de +0,20%. :)

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0