jccp

imi IMI para quem tem várias casas vai ser agravado em 2017

13 publicações neste tópico

https://www.publico.pt/economia/noticia/imi-para-quem-tem-varias-casas-agravado-no-orcamento-de-2017-1729920

 

Ministério das Finanças confirma que estão a ser estudadas alterações à tributação do património para entrarem em vigor no próximo Orçamento do Estado. Medida aperta o cerco ao arrendamento clandestino.

combater o arrendamento clandestino com aumento de impostos.

Sou só eu a ver o contrassenso nisto?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Desconheço totalmente os planos do governo, mas imagino que o agravamento seja para quem tem mais do que uma casa e que não esteja arrendada legalmente.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Publicado (editado)

mas isso é facil de contornar... registas como alojamento local a casa e pronto

 

alugas uma vez ou outra né

Editado por master-chief
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Publicado (editado)

A 24/04/2016 at 18:00, Jaymz disse:

Desconheço totalmente os planos do governo, mas imagino que o agravamento seja para quem tem mais do que uma casa e que não esteja arrendada legalmente.

não tinha visto a coisa nessa perspectiva,pensava que o aumento seria aplicado a todos os que tinham mais que um imóvel

 

mas tb os de comercio vão sofrer aumento e segundo me parece serão todos

 

Prédios de comércio e serviços vão pagar mais IMI em 2017

 

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/predios_de_comercio_e_servicos_vao_pagar_mais_imi_em_2017.html

Editado por jccp
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

sim, eu acho que o aumento vai ser aplicado a todos os que têm mais que um imóvel e como disse acho que vai haver taxas progressivas : agora o IMI é igual para todos ( varia apenas de municipio para municipio ) , ou seja é, suponhamos num dado municipio, 0,35% do valor patrimonial seja qual fôr o nº de casas do proprietário . 

Eu acho que vai passar a haver uma tabela ( tipo IRS ) que passará a taxar o IMI "progressivamente" , ou seja :

  1. até ao VPT ( de todas as casas desse proprietário, seja qual fôr o nº ) de , p.ex. , 150.000 € paga 0,3%
  2. entre 150.000 e 250.000 € do VPT da soma das suas propriedades pagará 0,4% 
  3. entre 250.000 e 400.000 € pagará 0,5% 
  4. e assim sucessivamente...

isto é o que eu acho ( mas só acho, não tenho qualquer informação privilegiada sobre o assunto, isso quem tem é o opinador da SIC de domingo ) que eles se preparam para fazer com base no tal raciocinio simples : se alguém acumulou ( porque poupou ao longo da vida e comprou alguns apartamentos, porque resolver investir em imobiliário, em vez de acções, fundos ou PPR's , etc ) um valor patrimonial ( VPT ) alto é porque TEM MAIS LIQUIDEZ do que outro que tem menos valor patrimonial. Como JÁ NÃO PODEMOS carregar-lhe no IRS ( além de imoral não resolve nada... ) vamos SACAR-LHO através da progressividade do IMI, até porque a maioria das famílias já está tanmbém saturada com mais este imposto ( já repararam que os bancos começam a anunciar  "EMPRÉSTIMOS PARA PAGAR O SEU IMI" e depois pague com juro baixo...) ( porquê ? porque os valores a que se chegou nos VPT e IMI são abusivamente altos para uma grande parte das famílias, e ainda mais se adicionados aos cortes salariais e ao "grande aumento de impostos" do anterior governo ) então VAMOS CARREGAR NOS PROPRIETÁRIOS COM MAIORES VPT's...

Sem prejuízo do IMI historicamente ser muito baixo e, portanto, da justeza do seu aumento para valores racionais ser defensável, o que se passou durante o anterior governo  foi um abuso por o ter tornado, na generalidade, alto demais para a capacidade das famílias. Estes agora encarregar-se-hão de esbulhar aqueles que conseguiram algum património ( seja por aquisição, seja por HERANÇA, etc...) , acabando de vez com a vontade de investir em imobiliário mas fazendo aquilo a que chamam redistribuição.... esquecendo-se das consequências futuras, a longo prazo, disso.  

E, além do IMI, parece que vem aí também o IUC : os outros arranjaram uma "sobretaxa de gasóleo" ( eu tenho carro a diesel ) que se transformou em definitiva e estes parece que vão simplesmente aumentar esse imposto....

olhem, o último a sair feche a porta como se costuma dizer... tanto uns ( direita ) como outros ( esquerda ) a única coisa que sabem fazer é aumentar impostos , a solução é fugir daqui para fora acho eu, senão qq dia o nosso dinheiro nem chega a entrar no banco ao fim do mês, vai logo todo canalizado para as finanças...

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Vi agora este comentário da Drª Manuela Ferreira Leite, feito na SIC,  no Expresso online e achei interessante colá-lo aqui. Faço apenas uma pequena "declaração de interesse" : nunca votei em MFL e não simpatizo particularmente com ela, embora lhe reconheça 100% honestidade - e acho que alguém reconhecer isto a um (ex)-político com quem nem simpatiza já diz muito. Mas este seu comentário merece toda a credibilidade, é coerente e racional e vem na linha de esclarecer esta questão-fraude-mentira do "IMI agravado para quem tem casas que não arrenda"...

____________________________________________________

Manuela Ferreira Leite considerou como “bizarra” a proposta do Governo para introduzir a progressividade no Imposto Municipal sobre Imóveis. No habitual espaço de comentário na TVI 24, na noite desta quinta-feira, a ex-ministra das Finanças referiu que se trata da “adulteração” e “distorção dos objetivos do imposto”.

“Já tem um elemento de progressividade, esta [introdução] não é progressividade porque não incide sobre o rendimento”, defendeu Ferreira Leite. “A ideia é tributar mais porque se tem duas ou três casas, independentemente de não valerem nada, podendo ficar a pagar mais de IMI do que alguém que tem um palacete na zona nobre de Lisboa, por exemplo”, acrescentou.

A antiga responsável pela pasta da Finanças deixou ainda um alerta: “Pode criar fortes injustiças e desigualdade entre as pessoas”.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Algumas notas soltas:

1. Os ricos são espertos. É uma espécie de selecção natural.

2. Isto é uma medida que vai prejudicar quem tem rendimentos prediais (e vive disso) de grau moderado a título de indivíduo. A sério, com um volume mensal jeitoso de rendimentos prediais é fazer uma LDA e acabou. Taxam as sobras, se a elas houver lugar.

3. Portugal é um país governado por um bando de pessoas que não percebem a mínima do que andam a fazer, e que são lá colocados para favorecem os amigos dos lobbies. As pessoas só entregam a vida a um médico que tenha estudado o assunto por uns 7 ou 8 anos, mas entregam a governação do país (e consequentemente as suas vidas) a tipos que não sabem nem de economia, nem de finanças, nem de saúde, nem de educação, nem de nada. O Sócrates foi re-eleito para governar o país e nem as finanças dele sabe gerir, andou a chorar em tribunal por ter uma vida com "muitas dificuldades".

4. Investimento em imobiliário em Portugal é caso de estudo. Taxam a posse, o rendimento e não dão depreciação nem perdas. Acho que só há 2 países *no mundo todo*. 

5. Portugal é notavelmente um sítio onde se vive escandalosamente bem para o tipo de governação que teve nos últimos 30 anos.

6. Em Portugal criam-se e aumentam-se impostos até matar tudo o que é negócio. Na Alemanha é ao contrário.

7. O arrendamento em Portugal são 20%. Acham que é alto (na Alemanha são 60%...).

8. A Manuela Ferreira Leite é uma senhora e percebe mais de economia que os membros do governo (perdão, solução governativa) actual todos juntos.

9. As finanças têm mais autoridade que muitos reis actualmente.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
A 4 de maio de 2016 at 20:16, scpuser disse:

Algumas notas soltas:

1. Os ricos são espertos. É uma espécie de selecção natural.

2. Isto é uma medida que vai prejudicar quem tem rendimentos prediais (e vive disso) de grau moderado a título de indivíduo. A sério, com um volume mensal jeitoso de rendimentos prediais é fazer uma LDA e acabou. Taxam as sobras, se a elas houver lugar.

3. Portugal é um país governado por um bando de pessoas que não percebem a mínima do que andam a fazer, e que são lá colocados para favorecem os amigos dos lobbies. As pessoas só entregam a vida a um médico que tenha estudado o assunto por uns 7 ou 8 anos, mas entregam a governação do país (e consequentemente as suas vidas) a tipos que não sabem nem de economia, nem de finanças, nem de saúde, nem de educação, nem de nada. O Sócrates foi re-eleito para governar o país e nem as finanças dele sabe gerir, andou a chorar em tribunal por ter uma vida com "muitas dificuldades".

4. Investimento em imobiliário em Portugal é caso de estudo. Taxam a posse, o rendimento e não dão depreciação nem perdas. Acho que só há 2 países *no mundo todo*. 

5. Portugal é notavelmente um sítio onde se vive escandalosamente bem para o tipo de governação que teve nos últimos 30 anos.

6. Em Portugal criam-se e aumentam-se impostos até matar tudo o que é negócio. Na Alemanha é ao contrário.

7. O arrendamento em Portugal são 28%. Acham que é alto (na Alemanha são 60%...).

Pagas uma taxa de 60% sobre lucros provenientes de arrendamento na Alemanha? Acho que não percebi..

 

partilho da tua opinião, podes-me explicar o que fazer no ponto 2?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

20% das pessoas em Portugal alugam. Na Alemanha são 60%. Ninguém está a falar de taxas, não vale a pena alterar o meu post.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
A 04/05/2016 at 20:16, scpuser disse:

Algumas notas soltas:

2. Isto é uma medida que vai prejudicar quem tem rendimentos prediais (e vive disso) de grau moderado a título de indivíduo. A sério, com um volume mensal jeitoso de rendimentos prediais é fazer uma LDA e acabou. Taxam as sobras, se a elas houver lugar.

No nosso caso português, visto que é obrigatório pagar o imposto de 28% sobre cada renda mensal, quais seriam as vantagens de criar uma empresa e colocar os imóveis em nome dessa mesma empresa, tens ideia ?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Isso faz parte da minha estratégia pessoal e também por isso não vou estar a falar sobre isso.

Aconselho uma visita a alguém com formação tanto em contabilidade/código fiscal como em direito, para ver o seu caso em particular.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 1 hora, scpuser disse:

Isso faz parte da minha estratégia pessoal e também por isso não vou estar a falar sobre isso.

Aconselho uma visita a alguém com formação tanto em contabilidade/código fiscal como em direito, para ver o seu caso em particular.

Quando o amigo Scpuser fiz "fazer uma LDA" refere-se a criar uma empresa (fazer uma "limitada")? As empresas proprietárias de casas arrendadas não pagam (ou vão pagar) tantos impostos? É isso? 

Mas entre a criação dessa empresa e a posterior passagem da titularidade/propriedade dos imóveis dos actuais proprietários para a empresa a criar (portanto, seria uma venda, não?), tudo isso não iria encarecer todo o processo e torná-lo inviável economicamente? E depois a empresa exigiria contas, balanços, contabilista, ROC's, etc. 

Os custos operacionais com tal decisão não serão elevados?

A ideia de base parece-me interessante (a criação da tal empresa e passar para lá o património imobiliário pessoal/familiar), mas receio que isso possa trazer mais chatice e encargos do que facilidades. 

Acho que primeiro devemos deixar sair a lei (outro esbulho!!!) e depois, então sim, analisar o caso pessoal/familiar em concreto com os especialistas (juristas/economistas)..

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead