Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Visitante erica

imposto sobre arrendamento proprietario emigrante


12 publicações neste tópico

Venho por este meio tentar esclarecer uma duvida de extrema importância.

Pretendo comprar um t1 em Portugal para arrendar, num valor de 55000, 45000 através de credito. O apartamento em causa já está alugado e após a mudança de proprietário continuará com um aluguer mensal de 240 euros. Gostaria de saber enquanto emigrante como deverei fazer o irs? Não tendo despesas a declarar em Portugal não terei redução do imposto sobre o montante ganho do aluguer? Qual a percentagem estimada a ser retida pelo estado?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tens de meter a declaração de IRS como não residente com o anexo F - rendimentos prediais.

Aos rendimentos prediais podes deduzir o IMI e o condomínio, por exemplo. O valor resultante é taxado a 28%.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este ano pôde deduzir todas as despesas efectivamente necessárias à obtenção dos rendimentos, por isso é quase "tudo". Em 2017 (impostos referentes a 2016) ninguém sabe, mas acredito que vá ser igual. Quanto ao resto, o Paulo já disse - depois das deduções paga 28%.

Vê este negócio como um investimento ou há uma componente emocional? É que como negócio, correndo o risto de dizer asneiras por não ter muitos dados, parece-me ser um negócio mediocre...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 24 minutos, scpuser disse:

Este ano pôde deduzir todas as despesas efectivamente necessárias à obtenção dos rendimentos, por isso é quase "tudo". Em 2017 (impostos referentes a 2016) ninguém sabe, mas acredito que vá ser igual.

Sabe, sabe - o OE2016 já foi finalmente aprovado e, a esse respeito, não alterou nada. 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Publicado (editado)

Obrigado pela correcção Paulo. Já agora, as únicas excepções para dedução são os juros com crédito habitação, ou há mais?

Editado por scpuser
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 8 horas, scpuser disse:

Já agora, as únicas excepções para dedução são os juros com crédito habitação, ou há mais?

Conforme diz no artigo referido acima: "com exceção dos gastos de natureza financeira, dos relativos a depreciações e dos relativos a mobiliário, eletrodomésticos e artigos de conforto ou decoração."

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em teoria, nada me impede de deduzir um bilhete de avião da Alemanha para tratar de um problema com um inquilino, então. Tens a mesma interpretação?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 9 minutos, scpuser disse:

Em teoria, nada me impede de deduzir um bilhete de avião da Alemanha para tratar de um problema com um inquilino, então. Tens a mesma interpretação?

Acho que é difícil conseguires comprovar a ligação inequívoca entre as duas coisas... com o mesmo bilhete de avião podes aproveitar para vir visitar a família e amigos e isso deixa de ser uma despesa essencial para garantir o rendimento predial. É como tentar deduzir o passe de transportes públicos porque se tem prédios pela cidade toda ou o combustível gasto para ir vistoriar a casa alugada (quando o usas a maior parte do tempo para passear ou ir para o trabalho que não tem nada a ver com os rendimentos prediais)

Além disso o artigo diz que são dedutíveis os gastos "relativamente a cada prédio ou parte de prédio", o que parece reforçar a ideia de que tem de existir uma relação direta entre as duas coisas... por exemplo, já aqui houve relatos de pelo menos uma pessoa a quem as finanças não aceitaram despesas com materiais de construção ou com obras (já não me lembro exatamente o que era) porque a fatura não indicava que a despesa dizia respeito ao imóvel que estava arrendado...

De qualquer forma, a interpretação das Finanças é que é a que conta :) - no teu lugar, e se pretendes mesmo seguir essa via, pedia-lhes um parecer com base numa situação bem concreta. E, caso obtenhas uma resposta afirmativa (duvido, mas nunca se sabe), quais devem ser os requisitos a que o comprovativo de despesa deve obedecer...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Publicado (editado)

Paulo, sabes se seguros de vida em créditos habitação são dedutíveis? O meu guess é não, mas há pessoal a dizer-me que sim...

Editado por scpuser
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não falo de deduções gerais, mas sim reduções específicas para rendimentos prediais...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0