Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
carlosalm

Dúvida

8 publicações neste tópico

Boa tarde,

Gostava da vossa ajuda para o seguinte:

Durante muitos anos e até 2005 a pessoa em causa foi trabalhadora por conta de outrém, fazendo os devidos descontos para a segurança social. Nesse mesmo ano uma possibilidade de negócio, fez com que a mesma pessoa trocasse a situação de empregada com contrato de trabalho por proprietária da mesma empresa que agora está em vias de encerramento. Esta pessoa tem direito a algum subsídio de desemprego ou ao fundo social de desemprego?

Desde já o obrigado pelas vossas respostas

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Olá

Penso que se era sócia-gerente era responsavel directo pelo seu posto de trabalho pelo que não tem direito a subsidio de desemprego.

Quanto ao tal fundo social, não tenho conhecimento.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

obrigado Nuno

Quer dizer que mesmo depois daqueles anos inscrita na segurança social e a fazer os respectivos descontos, tudo fica anulado depois!

De certa forma será injusto!

cumps

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não sei responder, mas também acho que há probabilidade de não ser exactamente como o Nuno diz. Telefona para o Centro de Emprego e/ou Segurança Social.

Já agora deixo aqui este link que responde a algumas questões relacionadas com os subsídio de desemprego e fundo social de desemprego. Pode ser que encontres aí uma resposta que te interesse:

http://www.iefp.pt/emprego/Paginas/ProteccaoSocialDesemprego.aspx

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

De acordo com o site da Segurança Social há vários regimes. Entre eles contam-se o de trabalhador por conta de outrem e o de trabalhador independente. Este último não dá direito ao subsídio de desemprego.

Quer dizer que mesmo depois daqueles anos inscrita na segurança social e a fazer os respectivos descontos, tudo fica anulado depois!

De certa forma será injusto!

Mesmo no caso dos trabalhadores por conta de outrem, um trabalhador pode andar anos a fazer descontos e, se decidir sair da empresa por iniciativa própria, por exemplo, também não tem direito ao subsídio de desemprego.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esqueci-me de acrescentar uma coisa à minha primeira frase: não sei em qual dos regimes se enquadra esta situação...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

pois, trabalhador por conta de outrém é que não será de certeza!

por isso nada a fazer!

cumps

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0