M_C

liquidação do empréstimo habitação


6 publicações neste tópico

Olá a todos,

É a primeira vez que recorro ao fórum.

Tenho um crédito habitação  com um saldo em dívida de 75.000 euros.É um  crédito a 40 anos(ainda 30 pela frente) .Estava a pensar liquidar na totalidade.

Tenho uma prestação mensal  de 250euros.....(em 3.000 anuais só amortizei 850 euros o  resto é tudo juros)

Seria a melhor opção a liquidação já do crédito(tendo eu essa disponibilidade) ou serei muito penalizado daqui para a frente em termos fiscais.

Cumprimentos

 

Editado por M_C
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ainda gostava de perceber essa mania que muita gente tem de não querer amortizar o empréstimo por causa do IRS... o que se pode deduzir no IRS é uma percentagem dos juros (pequena, por sinal - 15%) e com um limite que nem chega a 300€.

A tua dúvida, portanto, é de saber se deves optar por continuar com o empréstimo para poupar um máximo de 300€ ao ano; ou de o amortizar e poupar os mais de 2000€ que pagaste só no ano passado. Pode haver outros argumentos mais a favor de manter o empréstimo (como pôr esse dinheiro a render, por exemplo, ou ter de pagar uma comissão pela amortização antecipada) mas a perda de dedução do IRS não será certamente um deles...

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Posso dizer por experiência própria que a redução que tens resultante de uma amortização sistemática e contínua compensa largamente qualquer (praticamente) investimento que faças.

Tens redução no capital em divida e logo uma menor prestação, tens uma redução nos seguros associados a esse empréstimo(é melhor falar com o banco para fazerem a revisão do capital em divida para ser refletido nos seguros) o que vai permitir uma maior poupança para uma mais rápida e eficaz amortização.

Com os juros de hoje em dia, não estou a ver nenhum depósito nem mesmo os ctpm a serem mais eficazes que a amortização.

Posso dizer-te que com disciplina e organização consegui pagar um empréstimo de 150 mil a 30 anos em menos de 9 anos. E nunca me arrependi de optar pela amortização em vez do investimento.

Fica bem. :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esqueci de dizer que fiz sempre amortizações parciais do capital em divida sempre inferior a 50% pois dessa forma não tinha despesas adicionais com essa amortização. Se amortizasse mais de 50% uma parte desse dinheiro ficava para o banco mas já não me lembro da percentagem.

Convém ler sempre o contracto que se efetuou para saber o que se pode amortizar e quais as condições subjacentes a essa amortização.

No final, quando fiz a liquidação do empréstimo (como o valor em divida era residual) paguei a mais 15€ relativamente ao capital em dívida.

Fica bem. :)

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pelos comentários .
A simulação que me fizeram se proceder a amortização total do saldo em dívida no prazo de 15 dia.

Saldo em dívida 74.800€

Penalização sobre amortização total 392€

Obrigado

Editado por M_C
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
há 21 horas, M_C disse:

Obrigado pelos comentários .
A simulação que me fizeram se proceder a amortização total do saldo em dívida no prazo de 15 dia.

Saldo em dívida 74.800€

Penalização sobre amortização total 392€

Obrigado

Na decisão investir vs amortizar, este simulador da DECO é capaz de dar jeito: http://www.deco.proteste.pt/dinheiro/credito-habitacao/simule-e-poupe/credito-vale-a-pena-amortizar

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor