Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Visitante Isabel (visitante)

Paradeiro desconhecido co-titular empréstimo bancário


5 publicações neste tópico

Para ajudar o meu ex-marido, assinei um crédito pessoal sendo co-titular com ele. Existe uma conta depósito à ordem associada a esse crédito, da qual sou também co-titular. Atualmente o paradeiro do meu ex-marido é desconhecido e o crédito ainda não está pago. O que pretendo é que o banco me desvincule de qualquer crédito/dívida que o meu ex-marido possa fazer nessa conta DO (com cartão de crédito, cheques, etc). Existe algum procedimento legal ou minuta para entregar ao banco ou ao Banco de Portugal para que eu fique salvaguardada de possíveis futuras dívidas feitas pelo meu ex-marido através dessa conta?

Muito obrigada.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu colocava a questão ao banco... Afinal, são eles que têm que dizer quais os requisitos para mexer na conta dessa maneira, se é que é possível...

De qualquer forma, pelo que percebi és responsável pelo crédito já existente... não te esqueças de ir mantendo esse debaixo de olho e confirmar que vai sendo pago a tempo para evitar que cresça de forma exagerada por causa dos juros e das comissões por falta de pagamento...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se ele tem cartoes e cheques e tu tens lá o teu nome... literalmente estás de acordo com isso tudo logo se aparecer alguma divida tu vais ter que entrar em despesa... afinal és co titular!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigada pela resposta.

 O que eu gostaria de saber é se o banco é obrigado a aceitar um documento que mencione que eu não serei responsável pelas dividas que o meu ex-marido possa vir a contrair, uma vez que eu quis desvincular-me dessa conta e o banco não autorizou.

Explicando melhor. Eu solicitei ao banco sair da conta conjunta de Depósitos a Ordem. O banco recusou. Portanto gostaria de saber se o banco é obrigado a aceitar um documento onde mencione que eu não sou responsável por futuras dívidas do meu ex-marido efetuadas através dessa conta.

Obrigada mais uma vez. 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Qual o motivo pelo qual o banco recusou?

Não me parece que o banco seja obrigado a aceitar seja o que for - as condições estavam claras quando a conta foi aberta, qualquer alteração tem que ser negociada entre as duas partes, não pode haver decisões unilaterais...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0