Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
nuno23

Trabalhador independente e facturas


3 publicações neste tópico

Boa tarde

Tenho algumas dúvidas relativamente a como funciona um trabalhador independente e a respectiva passagem de facturas, espero que me possam ajudar. A minha experiência no mundo do trabalho é quase nula, trabalhei há 2 anos atrás a recibos verdes, nada mais.

Eu vou dar aulas particulares e a previsão é que o meu rendimento mensal com esta actividade vá rondar os 350 euros, dividido entre 5 ou 6 clientes diferentes. Não tenho neste momento nenhuma outra actividade profissional.

1) Tenho que passar uma factura a cada pessoa, certo? Onde se compram os livros de facturas? Finanças ou vende-se em papelarias?

2) Já tive um livro de recibos verdes e aquilo tinha imensas opções, isenções, etc. que tinham que ser assinaladas. O que é que tem que estar especificado nas facturas que vou passar?

3) Como declaro às finanças os rendimentos? É possível fazer online? Tenho que declarar individualmente cada cliente ou é possível declarar o valor mensal ganho de uma só vez?

4) Com este valor de rendimento, que quantia posso estar à espera de pagar às finanças? Como é feito esse pagamento? Mensalmente? Anualmente?

5) Se por acaso o negócio correr bem e conseguir mais clientes e mais rendimentos, existe uma tabela que mostre a evolução do valor a descontar consoante o rendimento obtido?

 

Como podem ver, ando, como se costuma dizer, um bocadinho "a leste" e o google não ajudou muito porque existem tantas variações na lei que achei melhor ser específico neste tópico.

 

Espero que me possam ajudar.

 

Obrigado

Nuno

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

1) Tenho que passar uma factura a cada pessoa, certo? Onde se compram os livros de facturas? Finanças ou vende-se em papelarias?

À partida sim, devias passar uma fatura de cada vez que recebes dinheiro. Não precisas de livros de faturas, poderás fazê-lo online, a partir do Portal das Finanças a partir do momento em que tenhas atividade aberta, indo à secção de Recibos Verdes Eletrónicos: https://www.portaldasfinancas.gov.pt/pt/menu.action?pai=740&segId=CD

2) Já tive um livro de recibos verdes e aquilo tinha imensas opções, isenções, etc. que tinham que ser assinaladas. O que é que tem que estar especificado nas facturas que vou passar?

Provavelmente estarás isento de IVA ao abrigo do artigo 9º (assumindo que se enquadram como prestações de serviços que consistam em lições ministradas a título pessoal sobre matérias do ensino escolar ou superior) e estarás dispensado de fazer retenção na fonte ao brigo do artigo 101º-B, nº1 a) do CIRS. Em qualquer caso, cada uma das opções tem sempre indicação do respetivo artigo que a fundamenta, é uma questão de dares uma vista de olhos ao Código Tributário correspondente para confirmar que é o que se aplica ao teu caso em concreto: http://info.portaldasfinancas.gov.pt/pt/informacao_fiscal/codigos_tributarios/

3) Como declaro às finanças os rendimentos? É possível fazer online? Tenho que declarar individualmente cada cliente ou é possível declarar o valor mensal ganho de uma só vez?

Se usares os recibos eletrónicos, já estás a declarar às Finanças. Só tens de garantir que a declaração de IRS no ano seguinte tem os valores todos em condições...

4) Com este valor de rendimento, que quantia posso estar à espera de pagar às finanças? Como é feito esse pagamento? Mensalmente? Anualmente?

Admitindo que não fazes retenção na fonte e que ficas no regime simplificado, serás tributado sobre 75% dos rendimentos (o fisco assume que os restante 25% são o que corresponde às tuas despesas com a atividade). Com esse nível de rendimentos tão baixo ficas no primeiro escalão, ao qual é aplicado a taxa de 14,5% sobre o rendimento coletável... http://www.economias.pt/escaloes-de-irs-2015/ (a proposta de OE2016 prevê a alteração dos limites dos escalões de IRS mas, à partida, não te deverá fazer grande diferença). O pagamento será feito depois de meteres a declaração de IRS no ano seguinte.

5) Se por acaso o negócio correr bem e conseguir mais clientes e mais rendimentos, existe uma tabela que mostre a evolução do valor a descontar consoante o rendimento obtido?

É como te disse - calculas 75% do teu rendimento; e depois, conforme o escalão em que te encontres, é calculado o imposto que tens de pagar.

 

 

Não te esqueças que também terás obrigações perante a Segurança Social. Com esse nível de rendimentos, e sobretudo se já estiveste coletado antes, é bem provável que tenhas que te preocupar com isso desde já, até porque te vai levar uma fatia importante desse rendimento: http://www.seg-social.pt/trabalhadores-independentes 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia,

Estou a criar uma loja online destinada apenas para venda internacional (exportação) e gostava de saber se tenho que cobrar 23% de IVA aos clientes. 

Devo coletar-me como trabalhador individual? 

Obrigada

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0