Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Visitante Pedro (visitante)

Dúvidas sobre período experimental


9 publicações neste tópico

Boas, estou a trabalhar numa empresa desde 1 de Dezembro. Sou engenheiro informático e assinei um contrato sem termo, embora ainda não mo tenham ainda dado (foi para a sede para o CEO assinar). Tendo em conta estes dados, tenho algumas dúvidas:

- qual a duração do meu periodo experimental, tendo em conta que no meu contrato remete para o artigo do código do trabalho, que refere 90 ou 180 dias? No meu caso tenho dúvidas se é 90 ou 180 dias...

- não estou a gostar nada do trabalho na empresa....... Se decidir usar o periodo experimental e avisar que não venho mais, tenho direito aos subsídios, férias não pagas e todos os direitos até ao dia em que trabalhei?

- não me pagaram nada referente ao subsídio de natal de dezembro... Pagaram o subsídio de férias desse mês mas o de natal não. É normal? Não tenho direito? Entrei a 1 de Dezembro e completei o mês inteiro. 

Desde já agradeço alguma ajuda. 

Obrigado!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

À partida diria que no teu caso o período experimental é de 90 dias (a menos que algo esteja disposto em contrário no contrato de trabalho).

Acho que tens direito a 1/12 do subsídio de Natal, por causa de teres trabalhado no mês de Dezembro, sim.

Quanto ao resto, diria que não, mas não tenho a certeza. O melhor é esclarecer isso junto da Autoridade para as Condições do Trabalho.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas, estou a trabalhar numa empresa desde 1 de Dezembro. Sou engenheiro informático e assinei um contrato sem termo, embora ainda não mo tenham ainda dado (foi para a sede para o CEO assinar). Tendo em conta estes dados, tenho algumas dúvidas:

- qual a duração do meu periodo experimental, tendo em conta que no meu contrato remete para o artigo do código do trabalho, que refere 90 ou 180 dias? No meu caso tenho dúvidas se é 90 ou 180 dias...

- não estou a gostar nada do trabalho na empresa....... Se decidir usar o periodo experimental e avisar que não venho mais, tenho direito aos subsídios, férias não pagas e todos os direitos até ao dia em que trabalhei?

- não me pagaram nada referente ao subsídio de natal de dezembro... Pagaram o subsídio de férias desse mês mas o de natal não. É normal? Não tenho direito? Entrei a 1 de Dezembro e completei o mês inteiro. 

Desde já agradeço alguma ajuda. 

Obrigado!

Deverá ser os 90 dias. Atenção que por vezes na área de engenharia informática (que também é a minha) costumam existir cláusulas mais à frente nos contratos que invalidam o período experimental, diminuem ou adicionam clausulas de rescisão que terás que pagar caso te demitas. Convêm ler bem todos os pontos.

Quanto ao subsidio de Natal também concordo com o Paulo, tens direito a 1/12 avos do subsídio, mas não te pagaram porque normalmente só o fazem passado 6 meses. Se te demitires terão de pagar, claro. Todos os teus direitos têm que ser respeitados (e pagos) caso te demitas dentro da lei (P.ex dares os dias "à casa" se necessário, avisares com x tempo de atecedência, etc)

Por curiosidade, não estás a gostar do trabalho porquê?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva, desde já obrigado aos dois pelas respostas. 

No meu contrato (tirei foto dele antes de mandar para a sede) apenas faz referência às cláusulas do código do trabalho, não existe cláusulas a "alterar prazos".

Não estou a gostar pois não estou a fazer o tipo de trabalho para o qual eu tinha expectativas antes de vir para cá e há muita desorganização na empresa / falta de documentação. 

Ou seja, se eu me demitir durante o período experimental (90 dias) apenas tenho que avisar no dia anterior ao qual vou deixar de vir para a empresa. Se me demitir depois dos 90 dias tenho de dar 30 dias salvo erro. Tanto num caso como noutro vou receber os direitos todos correspondente ao tempo trabalhado (subsidio de natal, subsídio de férias e dias de férias não gozados). Confirmem-me este parágrafo isto por favor. ;) 

Muito Obrigado!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não estou a gostar pois não estou a fazer o tipo de trabalho para o qual eu tinha expectativas antes de vir para cá e há muita desorganização na empresa / falta de documentação. 

Bem vindo ao mundo real :P

Agora a sério, eu acho que o melhor que tens a fazer é falar com o teu responsável sobre as tuas inquietações. Das duas uma - ou isso é sempre assim ou então é mais um caso de não saberem acolher quem chega de novo. Em qualquer caso, acho sempre preferível que a haver insatisfação ela vá sendo manifestada e não - um dia de repente - um dia bater com a porta e ir embora de surpresa... Até porque nunca sabes se não podes vir a precisar de vir a trabalhar com alguma dessas pessoas no futuro...

Ou seja, se eu me demitir durante o período experimental (90 dias) apenas tenho que avisar no dia anterior ao qual vou deixar de vir para a empresa. Se me demitir depois dos 90 dias tenho de dar 30 dias salvo erro. Tanto num caso como noutro vou receber os direitos todos correspondente ao tempo trabalhado (subsidio de natal, subsídio de férias e dias de férias não gozados). Confirmem-me este parágrafo isto por favor. ;) 

Não muito a acrescentar ao que disse, exceto que agora acho que tens direito a 2 dias de férias, dado que já trabalhaste um mês. Reforço a ideia de que não perdes nada em colocar a questão à ACT, quer para confirmar isto quer a questão do período à experiência...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bem vindo ao mundo real :P

Agora a sério, eu acho que o melhor que tens a fazer é falar com o teu responsável sobre as tuas inquietações. Das duas uma - ou isso é sempre assim ou então é mais um caso de não saberem acolher quem chega de novo. Em qualquer caso, acho sempre preferível que a haver insatisfação ela vá sendo manifestada e não - um dia de repente - um dia bater com a porta e ir embora de surpresa... Até porque nunca sabes se não podes vir a precisar de vir a trabalhar com alguma dessas pessoas no futuro...

Hehehe... Agora fizeste-me rir. :)

Já ando no "mundo real" há alguns anos Paulo, sei bem distinguir o mau do muito péssimo. :P

Pelo que percebi, e do feedback que tenho cá na empresa, isto é sempre assim. O que faz com que a entrada de pessoal novo não seja pacífica nem motivadora... Acreditem que já ando nisto há anos, e nunca tinha visto nada assim. 

Em todo o caso, o meu responsável já está a par do meu descontentamento. Não faço intenção de sair de uma hora para a outra, primeiro queria deixar andar mais uns tempos até me decidir. Daí a minha questão do período experimental, pois se deixo passar o prazo depois estou "preso" aos 30 dias. 

Obrigado mais uma vez pela resposta.

 

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas! 

Venho reavivar este tópico porque entretanto há mais novidades. :) 

Após uma série de situações, como mostrar o meu descontentamento ao meu chefe de novo e recusar-lhe na cara a "sugestão" dele para que comece a trabalhar frequentemente mais horas do que o normal, a empresa decidiu rescindir comigo na passada 6ª feira dia 26 de Fevereiro. Eles teriam de me avisar com 1 semana de antecedência mas o meu (ex) chefe informo-me que ma ia pagar. 

Tendo em conta que comecei a trabalhar a 1 de Dezembro, pedia a vossa ajuda para me elucidar melhor dos meus direitos. Assim, tendo em conta que eles me vão pagar a semana que não me deram, terei direito a:

- Subsídio de Natal e Férias até que data?

- 1 semana por compensação por não me terem avisado em tempo útil.

- Férias não gozadas. Neste caso, 4 ou 6 dias? 

Amanhã vou-me inscrever no centro de emprego e vou-me tentar informar também. 

Desde já obrigado!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Diria que quanto às férias e subsídio de natal seria o equivalente a 3 meses... Mas se queres suporte para estas afirmações o melhor é contactar a Autoridade para as Condições do Trabalho - eles é que dão esse tipo de informações e são a quem terás de recorrer se for preciso agir contra a empresa...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas! 

Venho reavivar este tópico porque entretanto há mais novidades. :) 

Após uma série de situações, como mostrar o meu descontentamento ao meu chefe de novo e recusar-lhe na cara a "sugestão" dele para que comece a trabalhar frequentemente mais horas do que o normal, a empresa decidiu rescindir comigo na passada 6ª feira dia 26 de Fevereiro. Eles teriam de me avisar com 1 semana de antecedência mas o meu (ex) chefe informo-me que ma ia pagar. 

Tendo em conta que comecei a trabalhar a 1 de Dezembro, pedia a vossa ajuda para me elucidar melhor dos meus direitos. Assim, tendo em conta que eles me vão pagar a semana que não me deram, terei direito a:

- Subsídio de Natal e Férias até que data?

- 1 semana por compensação por não me terem avisado em tempo útil.

- Férias não gozadas. Neste caso, 4 ou 6 dias? 

Amanhã vou-me inscrever no centro de emprego e vou-me tentar informar também. 

Desde já obrigado!

Com base em experiência:

Antes de mais, quando em período experimental, normalmente, qualquer parte pode denunciar o contrato sem qualquer aviso prévio. Ou seja tal como tu podias deixar de vir de um dia para o outro, avisando no dia anterior, eles também o podem fazer e dizer-te para já não vires mais a partir de certo dia, mas existem excepções.

No teu caso se entraste a 1 de Dezembro e saíste a 26 de Fevereiro, isto perfaz mais de 60 dias de período experimental, neste caso o aviso prévio tem de ser de 7 dias por parte da entidade patronal.

- Subsídio de Férias e Natal terás o proporcional dos meses trabalhados. Se não completaste o último mês devem arredondar ambos os subsídios aos dias trabalhados. Foi assim que foi feito em vários casos que conheço (incluindo o meu). Terás direito portanto a:

  • 1/12 avos de subsidio de natal de 2015
  • 1/12 avos de subsídio de férias de 2015
  • 1/12 avos de subsidio de natal de 2016
  • 1/12 avos de subsídio de férias de 2016
  • O proporcional de subsídio de Férias aos dias trabalhados no mês de Fevereiro
  • O proporcional de subsídio de Natal aos dias trabalhados no mês de Fevereiro

Risquei o 2º ponto porque já o recebeste em Dezembro, correcto?

- 7 dias remunerados por não cumprimento do aviso prévio.

- Dias de férias tens 2 dias por cada mês completo de trabalho (no ano de admissão e no ano de rescisão). Ou seja terás 2 de Dezembro (que suponho que não os tiraste) e 2 de Janeiro. Dependendo da boa vontade da empresa e tendo em conta que trabalhaste mais de metade do mês de Fevereiro fazia sentido darem-te 1 dia, ou seja tendo um total de 5. Mas lá está, depende da boa vontade e como no teu caso parece que a boa vontade não é muita, deves ter 4 que é o que está na lei.
Conclusão: Mais 4 dias de férias não gozadas.

No total tens a receber o proporcional a 11 dias de salário bruto (Aviso prévio + férias não gozadas) mais os respectivos proporcionais de subsídios.

Penso que é isto.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0