Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
nam

Como amortizar o empréstimo habitação?

4 publicações neste tópico

Sei que a resposta parece óbvia, com dinheiro claro !!!!

Passo a explicar-vos o meu dilema actual, gostaria de amortizar por ano 5000 € extra de capital no meu empréstimo habitação, contudo se amortizar directamente, o valor do juro (CxNxI) manter-se-á elevado e a redução na prestação é mínima, o que estou a pensar propôr ao banco é uma redução do tempo, ou seja, entrego 5000 e mas mantenho a prestação, reduzo o empréstimo no número de prestações, penso que assim influenciaria o facto C em dívida e o facto N de tempo.  Não teria uma redução imediata, mas no final do empréstimo penso que terei poupado mais ?!

Acham que é uma opção sensata, tendo em conta que pretendo amortizar mais rapidamente o meu empréstimo? Ou é indiferente amortizar directamente o capital ou manter a prestação e reduzir o número de prestações/capital ?

Os dados do meu empréstimo:

Início » 28-07-2006

Capital » 225.000 €

Fim » 2046-08-26

Euribor a 6M

Spread 0,33

Desde já o meu obrigado a todos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Algumas dessas questões foram já discutidas noutro tópico, podes querer dar uma olhada: http://www.pedropais.com/forum/index.php/topic,1033.0.html

...contudo se amortizar directamente, o valor do juro (CxNxI) manter-se-á elevado e a redução na prestação é mínima

Se o capital em dívida reduz, o valor do juro reduz na mesma proporção, isso é um facto.

Claro que se deves 200.000€ e a redução for de 5000€, o juro também só vai descer 2,5%. Entretanto, és capaz de reparar que a componente amortização aumenta um bocadinho, pelo que o capital em dívida até passa a descer ligeiramente mais depressa.

Claro que para uma amortização dessas, o impacto pode ser pouco. Mas, grão a grão...

Já agora, qual o significado dessa fórmula? O juro é simplesmente «capital em dívida» x Taxa

, o que estou a pensar propôr ao banco é uma redução do tempo, ou seja, entrego 5000 e mas mantenho a prestação, reduzo o empréstimo no número de prestações, penso que assim influenciaria o facto C em dívida e o facto N de tempo.  Não teria uma redução imediata, mas no final do empréstimo penso que terei poupado mais ?!

Acham que é uma opção sensata, tendo em conta que pretendo amortizar mais rapidamente o meu empréstimo? Ou é indiferente amortizar directamente o capital ou manter a prestação e reduzir o número de prestações/capital ?

As principais diferenças são (resumindo o que é dito no tal tópico):

- ao aumentar o dinheiro da prestação ficas com menos para por de lado e fazer amortizações extraordinárias.

- quando as taxas de juro subirem outra vez, a prestação de mais alta vai passar para muito mais alta. É preciso ter o cuidado e não ser apanhado de surpresa pela subida das taxas.

+ a redução no tempo implica um aumento na componente de amortização da prestação para que o crédito fique pago mais depressa. Logo, com o tempo, diminuem mais rapidamente os juros que pagas ao banco.

+ de igual forma, ao amortizar mais pela via "normal" terás que fazer menos amortizações extraordinárias. Normalmente o banco cobra uma comissão sobre estas últimas, pelo que quanto mais amortizares só com a prestação, menos comissões pagas ao banco.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

"Já agora, qual o significado dessa fórmula? O juro é simplesmente «capital em dívida» x Taxa"

Esta fórmula é a fórmula base do cálculo do juro, onde o valor do juro é cálculado em função do C-capital em dívida; N-número de capitalizações/prestações; I-taxa de juro. (http://clientebancario.bportugal.pt/default.htm)

"Claro que se deves 200.000€ e a redução for de 5000€, o juro também só vai descer 2,5%. Entretanto, és capaz de reparar que a componente amortização aumenta um bocadinho, pelo que o capital em dívida até passa a descer ligeiramente mais depressa."

Certo, mas o número de prestações mantém-se, logo não mexi no factor tempo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

"Já agora, qual o significado dessa fórmula? O juro é simplesmente «capital em dívida» x Taxa"

Esta fórmula é a fórmula base do cálculo do juro, onde o valor do juro é cálculado em função do C-capital em dívida; N-número de capitalizações/prestações; I-taxa de juro. (http://clientebancario.bportugal.pt/default.htm)

De que página do portal do cliente bancário exactamente? É que isso soa-me a juro de depósito; ou, quando muito, a um empréstimo em que a amortização seja feita toda de uma vez, o que não é o caso dos créditos habitação...

A taxa de juro dos créditos habitação está descrita nesta página: http://clientebancario.bportugal.pt/dsb/ProdutosBancarios/Chabitacao/Tjuro_Chabitacao.htm (Produtos bancários -> Crédito Habitação -> Taxa de Juro)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0