Antoniojcrosa

Mudança de Capital para outro banco


22 publicações neste tópico

Olá.

Depois de ler algumas noticias, perdi confiança do banif e da perdi os 50 mil

pretendo de transferir o resto do meu DP de banif para outro banco.

mas tenho algumas dúvidas:

1) tenho direito de pagar as comissões da transferência?

2) na vossa opinião CGD ou Novo Banco? Ao consultar no forum, dizem coisas boas sobre o santander e bpi. 

3) os depósitos a prazo são mais seguros para evitar as perdas?

 

 

Editado por Antoniojcrosa
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Os teus DPs, no Banif ou qualquer outro banco nacional, estão protegidos até 100.000 EUR (por titular) pelo mesmo Fundo de Garantia.

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mesmo que seja Depósitos de Poupança?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mesmo que seja Depósitos de Poupança?

Referes-te a uma Conta Poupança (http://www.banif.pt/xsite/Particulares/Contas/PoupancaBanif.jsp?CH=4654) ?

Se é, a FIN indica que se trata de um Depósito a Prazo ao abrigo do Fundo de Garantia de Depósitos.

O Fundo de Garantia de Depósitos garante o reembolso até ao valor máximo de €100.000,00 por cada depositante. No cálculo do valor dos depósitos de cada depositante, considera-se o valor do conjunto das contas de Depósito na data em que se verificou a indisponibilidade de pagamento, incluindo os juros e, para o saldo dos depósitos em moeda estrangeira, convertendo em €, ao câmbio da referida data. Para informações complementares consulte os endereços www.fgd.pt e www.clientebancario.bportugal.pt. 

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ok.

Sabendo que tenho os depósitos protegidos pelo fundo de garantia, mas, a minha confiança a relação do banif não é boa principalmente da gestora que vendeu a obrigação de não ter explicado bem dos riscos!

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obviamente que se não te sentes confortável deves ponderar mudar. Mas em qualquer banco deverás sempre ler a FIN (ou documento equivalente) dos investimentos que te propõem e não decidir apenas com base nas explicações ao balcão ou do gestor.

Editado por JRJordao
1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não quero me meter em aventuras como investimentos obrigações ou fundos.

Prefiro manter as minhas poupanças em depósitos a prazo ou poupanças.

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

 Compreendo perfeitamente.

Mas é também uma questão de perceção. Por exemplo, quantos idosos têm as suas poupanças em Certificados de Aforro, um produto sem garantia formal mas com uma (pseudo-)garantia implícita por ser um produto do estado?

Em teoria, os DPs até 100.000 EUR são o produto com menos risco.

Editado por JRJordao
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Imagino que sejam muitos.

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Com menos risco que um DP ainda existe os seguros de capitalização.

Já agora, investir em fundos não é uma aventura, por exemplo, se tivesses fundos no Banif em vez da obrigações não tinhas "perdido" os 50 000€...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

 

Com menos risco que um DP ainda existe os seguros de capitalização.

Os seguros estão formalmente protegidos por algum fundo, com um determinado montante garantido por titular? Ou dizes isso apenas porque nunca houve problemas até agora?

 

Já agora, investir em fundos não é uma aventura, por exemplo, se tivesses fundos no Banif em vez da obrigações não tinhas "perdido" os 50 000€...

Para mim o problema dos fundos, bem com como das obrigações não levadas até à maturidade, é que não consegues prever quanto nem quando irás ganhar. Gosto de conseguir planear os investimentos e rendimentos X anos para a frente.

E enquanto muitos DPs, CAs e CT(PM)s permitem resgate antecipado perdendo apenas juros, uma venda de fundos ou obrigações num momento de necessidade pode bem produzir um montante inferior ao investido.

Editado por JRJordao
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estão, pelo  fundo autónomo que as seguradoras estão obrigadas a fazer sempre que se investe em seguros de capitalização, e basta ver o relatório do ISP para ter uma ideia do grau de solvabilidade que existe no sector segurador.

Pois, mas estamos a falar em duas coisas diferentes, risco de mercado e risco de crédito, é que eu prefiro ter um fundo em que me sujeito ao sobe e desce do mercado, do que ficar sem dinheiro nenhum, que foi o caso acima referido, se os 50k estivesssem em fundos, até admito que podessem valer menos, mas de certeza que não valeriam 0€,

A diversificação é sempre importante, principalmente para quem tem um vasto património.

Editado por D@vid
1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estão, pelo  fundo autónomo que as seguradoras estão obrigadas a fazer sempre que se investe em seguros de capitalização, e basta ver o relatório do ISP para ter uma ideia do grau de solvabilidade que existe no sector segurador.

Espero que também se aplique a PPRs, onde tenho algum. ;) 

 

Pois, mas estamos a falar em duas coisas diferentes, risco de mercado e risco de crédito, é que eu prefiro ter um fundo em que me sujeito ao sobe e desce do mercado, do que ficar sem dinheiro nenhum, que foi o caso acima referido, se os 50k estivesssem em fundos, até admito que podessem valer menos, mas de certeza que não valeriam 0€,

E se estivessem em DPs continuavam a valer 50k. :P  Mas claro, os juros andam pela hora da morte. É mesmo só para preservar o capital.

 

A diversificação é sempre importante, principalmente para quem tem um vasto património.

Sem dúvida! Regra número 1.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Com menos risco que um DP ainda existe os seguros de capitalização.

Já agora, investir em fundos não é uma aventura, por exemplo, se tivesses fundos no Banif em vez da obrigações não tinhas "perdido" os 50 000€...

Bom dia.

Mas no caso das obrigações não fui eu que escolhi aquela aplicação e nem poderia escolher porque nada sei sobre estes assuntos.

Na altura em que foi inscrita aquela obrigação (ou aplicação), foi aconselhada pela gestora da conta da minha mãe.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia.

Mas no caso das obrigações não fui eu que escolhi aquela aplicação e nem poderia escolher porque nada sei sobre estes assuntos.

Na altura em que foi inscrita aquela obrigação (ou aplicação), foi aconselhada pela gestora da conta da minha mãe.

Sei disso, mas foi só para desmistificar o que disseste em relação á aventura, hoje em dia a aventura está em emprestar dinheiro a bancos ou a empresas :)

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa tarde. Eu sou tambem um ex-depositante do Banif e, como todos aqueles que estavam na mesma situacao, eu tambem passei por um grande susto nos dias que se seguiram ao colapso do banco. Nessa semana, mantive-me atento 'as noticias e em contacto quase diario com o meu gestor de conta. Felizmente, com o passar dos dias (e com a intervencao do BdP/Governo portugues) tudo se compos para os depositantes e agora penso que a situacao esta' normalizada.

No inicio desta semana tive oportunidade de falar (telefonicamente) com o funcionario que provavelmente sera' no meu novo gestor no Santander Private e o senhor descansou-me completamente. Claro, eu sei que devo dar o devido "desconto" ao palavreado destes tecnicos, sempre muito eficientes no marketing e na promocao do banco... fazem o seu papel), mas acho que, com a integracao no Santander, os riscos por que passamos (no Banif) desapareceram. São da mesma opiniao?

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eurico, fostes ao Santander para saber quem seria o teu novo gestor ?

Ou contactaram-te?

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eurico, fostes ao Santander para saber quem seria o teu novo gestor ?

Ou contactaram-te?

 

Nao. Nem uma coisa nem outra. Neste momento estou a viver fora de Portugal , o que dificulta/dificultou as coisas no momento de maior aflicao no Banif. Portanto, eu para me manter informado, tenho mesmo de telefonar para o banco. E' o que tenho feito regularmente. Esta semana, disseram-me que a minha conta ia passar, possivelmente no mesmo de Janeiro, para o Santander Private. Ai' eu pedi um contacto nesse banco com quem falar e deram-me um número/nome no Santander.(o numero e' de Lisboa mas esqueci-me de perguntar onde fica). Entao eu telefonei (ninguem me ligou, portanto) e falei com o funcionario do Santander. Foi uma conversa muito formal/cordial, em que o individuo se apresentou, a ele e ao banco. Foi um bocadinho "puxa-saco", mas conversa de bancario e' assim mesmo - o que eles querem e' o nosso dinheiro...

Eu termos da internet, ainda nao houve mudança nenhuma - a minha conta aparece-me ainda no Banif, tal e qual antigamente. Acontece-lhe o mesmo?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim acontece-me o mesmo.

Ainda ontem consultei o banifast que continua igual

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim, continua tudo igual como se o Banif ainda existisse.

Na conversa que eu tive, no inicio da semana, com o funcionario do Santander, eu coloquei-lhe a seguinte situacao por que estou a passar. O meu salario e' pago na minha conta DO do Banif e eu pretendo aplicar alguma liquidez que tenho nessa conta, como fazia habitualmente. Ora, como o Banif "morreu", nao sei muito bem como/onde posso aplicar esse meu dinheiro que tenho 'a ordem. Gostava de conhecer, portanto, a oferta do Santander e se podia ja' aplicar esse meu dinheiro em produtos do Santander.

A resposta que obtive e' que... teria de esperar! Ao que parece, neste momento, os clientes do ex-Banif ainda estao numa "sombra cinzenta" em que nao sendo clientes do Banif (porque o banco, tecnicamente, ja' nao existe) ainda nao sao, a 100%, clientes do Santander. Isto e', parece que a migracao das contas ainda nao se encontra integralmente concluida e que, portanto, ainda nao somos clientes do Santander "de pleno direito". Resumindo, vou continuar com o dinheiro à ordem, sem poder aplica'-lo no Santander e... fico a aguardar que o processo de migracao das contas se conclua. So' espero que nao haja problemas...

Muito sinceramente, sinto-me mais confortavel ser depositante do Santander (um banco com dimensao internacional) do que do Banif. Espero, no entanto, nao ser minimamente prejudicado no que se refere 'as poupanças que tenho la'. Basicamente, tenho 2 DP indexados (Top 30) e o resto aplicado em fundos. A ver vamos....

Entretanto, se eu tiver alguma notícia, comunico-lhe. (na 2ª Feira vou telefonar para o Santander outra vez!...)

Editado por Eurico, o presbítero
escrita
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sim, continua tudo igual como se o Banif ainda existisse.

Na conversa que eu tive, no inicio da semana, com o funcionario do Santander, eu coloquei-lhe a seguinte situacao por que estou a passar. O meu salario e' pago na minha conta DO do Banif e eu pretendo aplicar alguma liquidez que tenho nessa conta, como fazia habitualmente. Ora, como o Banif "morreu", nao sei muito bem como/onde posso aplicar esse meu dinheiro que tenho 'a ordem. Gostava de conhecer, portanto, a oferta do Santander e se podia ja' aplicar esse meu dinheiro em produtos do Santander.

A resposta que obtive e' que... teria de esperar! Ao que parece, neste momento, os clientes do ex-Banif ainda estao numa "sombra cinzenta" em que nao sendo clientes do Banif (porque o banco, tecnicamente, ja' nao existe) ainda nao sao, a 100%, clientes do Santander. Isto e', parece que a migracao das contas ainda nao se encontra integralmente concluida e que, portanto, ainda nao somos clientes do Santander "de pleno direito". Resumindo, vou continuar com o dinheiro à ordem, sem poder aplica'-lo no Santander e... fico a aguardar que o processo de migracao das contas se conclua. So' espero que nao haja problemas...

Muito sinceramente, sinto-me mais confortavel ser depositante do Santander (um banco com dimensao internacional) do que do Banif. Espero, no entanto, nao ser minimamente prejudicado no que se refere 'as poupanças que tenho la'. Basicamente, tenho 2 DP indexados (Top 30) e o resto aplicado em fundos. A ver vamos....

Eu diria ao contrário - tecnicamente o banco ainda existe: enquanto não for fechada a contabilidade e encerrada a atividade, a entidade continua a existir. Aliás, esses processos de extinção da empresa podem levar alguns meses, sobretudo em casos de empresas tão complexas como é este.

Antes do BANIF deixar de existir (admitindo que é essa a via que o Santander pretende seguir - pode sempre optar por manter dois bancos separados, embora eu duvide, dada a má imagem que o BANIF tem neste momento), o Santander tem que decidir o que fazer ao dinheiro dos depositantes. Se extinguir o banco o mais provável é absorver essas contas na sua esfera de negócio o que, de qualquer forma, leva o seu tempo - têm que se migrar uma base de dados de contas que provavelmente estará num formato diferente da do Santander; há que programar as condições dos preçários que os clientes têm ou, pelo menos, avisá-los de mudanças nos mesmos (o que tem de respeitar tempos de pré-aviso impostos legalmente); avisar os clientes das mudanças que vão ser feitas; etc.

Enfim, é coisa para durar semanas ou mesmo meses... e é melhor esperar sentado.
Se o funcionário do Santander mencionou que a conta seria migrada ainda este mês, ainda bem. Mas, pessoalmente, eu desconfio sempre um bocado dessas informações dadas assertivamente logo durante um contacto telefónico quando mal se teve tempo de apurar devidamente os factos para o caso concreto - não seria o primeiro a dizer algo que acha que o cliente quer ouvir só para segurar as pontas durante mais algum tempo (mas também, eu não ouvi a conversa, por isso posso estar enganado - oxalá).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu diria ao contrário - tecnicamente o banco ainda existe: enquanto não for fechada a contabilidade e encerrada a atividade, a entidade continua a existir. Aliás, esses processos de extinção da empresa podem levar alguns meses, sobretudo em casos de empresas tão complexas como é este.

Antes do BANIF deixar de existir (admitindo que é essa a via que o Santander pretende seguir - pode sempre optar por manter dois bancos separados, embora eu duvide, dada a má imagem que o BANIF tem neste momento), o Santander tem que decidir o que fazer ao dinheiro dos depositantes. Se extinguir o banco o mais provável é absorver essas contas na sua esfera de negócio o que, de qualquer forma, leva o seu tempo - têm que se migrar uma base de dados de contas que provavelmente estará num formato diferente da do Santander; há que programar as condições dos preçários que os clientes têm ou, pelo menos, avisá-los de mudanças nos mesmos (o que tem de respeitar tempos de pré-aviso impostos legalmente); avisar os clientes das mudanças que vão ser feitas; etc.

Enfim, é coisa para durar semanas ou mesmo meses... e é melhor esperar sentado.
Se o funcionário do Santander mencionou que a conta seria migrada ainda este mês, ainda bem. Mas, pessoalmente, eu desconfio sempre um bocado dessas informações dadas assertivamente logo durante um contacto telefónico quando mal se teve tempo de apurar devidamente os factos para o caso concreto - não seria o primeiro a dizer algo que acha que o cliente quer ouvir só para segurar as pontas durante mais algum tempo (mas também, eu não ouvi a conversa, por isso posso estar enganado - oxalá).

Perfeitamente de acordo. Eu nao sou ingenuo... 

So' que, compreenda a minha situacao, quero aplicar um dinheirito que tenho na conta de DO do Banif e estou neste impasse. Claro, sempre pode dizer-me que posso transferi-lo (esse dinheiro) para outro banco, mas se vou ser mesmo cliente do Santander, e se isso me satisfaz, faria todo o sentido eu poder aplicar ja' "hoje" esse dinheiro em produtos Santander e nao na escassa (e moribunda) oferta do ex-Banif (se e' que neste momento estao a comercializar alguma coisa). Ainda para mais e' pelo Banif (e continuara' sendo) que recebo o ordenado.

Editado por Eurico, o presbítero
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor