editme1985

Onde Investir?


29 publicações neste tópico

Boa noite,

 

Precisava da vossa ajuda para investir cerca de 75.000€ que vão vencer daqui a 10 dias num depósito a prazo na CCA. Tenho este valor a 1,20 TAB e agora o máximo que me oferecem é 0,25 TAB. Apesar de estar mau por todos os Bancos, considero este valor demasiado baixo e já ando á anos a aceitar taxas ridículas. Já tenho conta neste banco á cerca de 25 anos, mas talvez tenha chegado a hora de mudar, pois o dinheiro aqui praticamente só está guardado, não dando significativas mais valias.

Em Certificados do Tesouro já lá tenho algum e tenho um certo receio que possa dar para o torto. :unsure: O que acham?

Apenas pretendo investir em algo que tenha garantia total do capital investido, quanto ao prazo não é relativo pois não vou precisar do dinheiro nos próximos anos.

Destes 75.000€ não me importo de os "dividir" e aplicar em sítios diferentes, desde que como disse seja algo sem risco.

Já me falaram em seguros de capitalização na Generalli, mas nunca investi neste tipo de coisas.

 

Agradeço a vossa ajuda.

Editado por editme1985
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa noite,

 

Precisava da vossa ajuda para investir cerca de 75.000€ que vão vencer daqui a 10 dias num depósito a prazo na CCA. Tenho este valor a 1,20 TAB e agora o máximo que me oferecem é 0,25 TAB. Apesar de estar mau por todos os Bancos, considero este valor demasiado baixo e já ando á anos a aceitar taxas ridículas. Já tenho conta neste banco á cerca de 25 anos, mas talvez tenha chegado a hora de mudar, pois o dinheiro aqui praticamente só está guardado, não dando significativas mais valias.

Em Certificados do Tesouro já lá tenho algum e tenho um certo receio que possa dar para o torto. :unsure: O que acham?

Apenas pretendo investir em algo que tenha garantia total do capital investido, quanto ao prazo não é relativo pois não vou precisar do dinheiro nos próximos anos.

Destes 75.000€ não me importo de os "dividir" e aplicar em sítios diferentes, desde que como disse seja algo sem risco.

Já me falaram em seguros de capitalização na Generalli, mas nunca investi neste tipo de coisas.

 

Agradeço a vossa ajuda.

Bem, sem risco e a melhor taxa de juro em deposito a praso a um ano precisamente esse valor sugiro 1,75% no B. INVEST

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esse banco é seguro? É muito complicado abrir conta?

Em relação aos Certificados Tesouro, há razão para ter receio em investir nos mesmos?

Obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Esse banco é seguro? É muito complicado abrir conta?

http://www.bancoinvest.pt/Publico/AcercaNos/Institucional/InformacaoFinanceira.aspx

https://www.bancoinvest.pt/Publico/AberturaConta.aspx

Em relação aos Certificados Tesouro, há razão para ter receio em investir nos mesmos?

O risco desse tipo de produtos é o de falência do Estado - no dia em que o Estado não puder pagar as suas dívidas, pode não pagar estes títulos... mas imagino que antes disso haja novo pedido de resgate, por exemplo... 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado Pauloaguia. Neste momento acha que há perigo de resgate? Se não fosse muito arriscado talvez ainda subscrevesse 10.000 unidades e o outro dinheiro seria então aplicado no BancoInvest.

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Neste momento não me parece que haja perigo de resgate. Logo se vê ao fim de uns anos da nova governação como é que isto anda.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O perigo de resgate é fácil de perceber: olhar para os juros da dívida (sobretudo a 10 anos)....quando a Yield disparar é que está algo para acontecer.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mesmo a questão do resgate não é o problema - à partida o pedido de resgate é mesmo para ajudar o estado a conseguir pagar as suas obrigações... desde aí até haver um default (se é que isso viesse a acontecer), ainda se passaria algum tempo... e nem sequer haveria certezas se afetaria os títulos dos aforristas ou não - só se esse cenário efetivamente se viesse a colocar é que alguém haveria de pensar nisso...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Falência ou uma eventual reestruturação de dívida, atenção!, e não esquecer que de um momento para o outro se mudam as regras.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em Portugal, os jornais dizem hoje que os "Cofres da República nunca tiveram tanto dinheiro"Se isso for verdade, talvez esse cenario da "falencia" ou da "reestruturacao da divida" nao se coloque a curto prazo. Ha' razoes para ter esperanca neste novo governo em Portugal?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Agradeço a vossa ajuda, irei seguir as vossas sugestões. Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em Portugal, os jornais dizem hoje que os "Cofres da República nunca tiveram tanto dinheiro"Se isso for verdade, talvez esse cenario da "falencia" ou da "reestruturacao da divida" nao se coloque a curto prazo. Ha' razoes para ter esperanca neste novo governo em Portugal?

Deves ter esperança na proporção que esse dinheiro acabar + capacidade de fazer mais dívida. Quando estas duas estratégias terminarem, foge por aí vem a 4ª falência socialista (agora com o apoio do bloco e dos comunistas).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Deves ter esperança na proporção que esse dinheiro acabar + capacidade de fazer mais dívida. Quando estas duas estratégias terminarem, foge por aí vem a 4ª falência socialista (agora com o apoio do bloco e dos comunistas).

Assim, parece. Pelo que tenho lido aqui, o governo portugues actual esta' a ir pelo caminho da simpatia: aumentar salario minimo, colocar feriados, acabar com os exames para a miudagem... Claro que o povo gosta disso. E' o "pao e circo" dos romanos... Oxala' isso nao traga mais uma bancarrota e novos "apertos do cinto". Temos que aprender com os erros anteriores e estar atentos perante tantas facilidades. O dinheiro nao cai do ceu... (talvez para os politicos sim...)

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

aproveitando que falam sobre os CTPM tenho uma dúvida "logística" para esclarecer: tendo eu cerca de 10k para investir nos CTPM como faço para os subscrever? Vou aos CTT com o dinheiro na mão? ou há outra forma de o fazer? 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

aproveitando que falam sobre os CTPM tenho uma dúvida "logística" para esclarecer: tendo eu cerca de 10k para investir nos CTPM como faço para os subscrever? Vou aos CTT com o dinheiro na mão? ou há outra forma de o fazer? 

Podes levar um cheque... ou então, ir aos CTT sem nada, explicam-te para onde podes fazer uma transferência para pagar os 10k, sais e fazes a transferência no multibanco mais próximo e voltas lá logo a seguir com o comprovativo...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Podes levar um cheque... ou então, ir aos CTT sem nada, explicam-te para onde podes fazer uma transferência para pagar os 10k, sais e fazes a transferência no multibanco mais próximo e voltas lá logo a seguir com o comprovativo...

Perfeito. Obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia,

Há uma questão que me faz confusão relativamente à subscrição dos certificados do tesouro: fui aos CTT e deram-me um NIB de uma conta dos CTT para a qual eu devo transferir o dinheiro. Ora, o dinheiro fica numa conta dos CTT durante os 5 anos? 

Obg.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Publicado (editado)

Bom dia,

Há uma questão que me faz confusão relativamente à subscrição dos certificados do tesouro: fui aos CTT e deram-me um NIB de uma conta dos CTT para a qual eu devo transferir o dinheiro. Ora, o dinheiro fica numa conta dos CTT durante os 5 anos? 

Obg.

Não me parece, porque os certificados não são um produto dos CTT mas sim do estado. É inclusivé possível subscrevê-los diretamente em aforronet.igcp.pt sem intervenção dos CTT.

Editado por JRJordao
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Enviei um email para os CTT. Tenho medo de estar a transferir dinheiro para uma conta que na verdade nem sei se é dos CTT.

Se alguém tiver conhecimento do procedimento de subscrição por favor indique. Obrigado. 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Podes levantar o dinheiro e ir aos CTT e fazer a subscrição na hora. Eu fiz isso no meu primeiro CTPM. A partir daí usei sem o AforroNet.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Enviei um email para os CTT. Tenho medo de estar a transferir dinheiro para uma conta que na verdade nem sei se é dos CTT.

Se alguém tiver conhecimento do procedimento de subscrição por favor indique. Obrigado. 

Esse é um dos procedimentos utilizados, sim. O dinheiro depois não fica nos CTT - é entregue ao Estado em troca dos certificados. Afinal de contas, é ao Estado que estás a emprestar dinheiro quando subscreves títulos de dívida pública. Mas como os CTT é que são os intermediários, o dinheiro tem que passar por eles, para poderem comprar os títulos...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Podes levantar o dinheiro e ir aos CTT e fazer a subscrição na hora. Eu fiz isso no meu primeiro CTPM. A partir daí usei sem o AforroNet.

Pois a minha ideia também é usar o AforroNet nas próximas subscrições

****

Obrigado pelas respostas a ambos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Cara Edite,

Como você mesma diz, anda há anos ( se quiser referir-se a um lapso temporal tem que usar "há" e não "à" ;-) ) a aceitar taxas ridículas.

Se calhar nem se apercebe que na realidade está a ficar mais pobre ao aceitar taxas de 0,25% - 1% TANB. A inflação em 2011 e 2012 estava em quase 4%, depois caiu a pique e já está a retomar. Considere 1% em 2015 e 1,5% em 2016, naquilo a que concerne a investimentos. Ora, se o seu dinheiro não lhe render pelo menos estas taxas (líquidas!), a Edite está a ficar cada vez mais pobre, não mais rica ou nem sequer ao mesmo nível de riqueza.

Aconselho a procurar outros produtos. A bolsa não será indicada para uma gestão activa da sua parte, pelo que depreendo, e portanto o melhor mesmo será imobiliário. Não há coisas muito mais seguras do que imóveis se considerar todas as condicionantes. Não terá é uma gestão passiva a não ser que tenha um gestor de propriedades low-cost (se investir no interior do país eu posso dar-lhe alguns contactos nesse sentido). A grande vantagem dos imóveis para o seu caso é que deixa de ter que se preocupar com a inflacção, porque o valor dos imóveis acompanha a inflacção automaticamente, se considerar um periodo suficientemente longo. Deixe-me dar-lhe este conselho e a Edite avaliá-lo por si mesma:

1. Identifique um mercado com procura de arrendamento num raio de 200Km do seu local de residência.

2. Identifique imóveis que possam ser negociados 20% a 30% abaixo do seu valor real.

3. Compre e arrende, tudo com o acompanhamento de um gestor de propriedade.

4. Como diz que não precisa do dinheiro, vá a um banco (neste momento acho que o Novo Banco é o único com DP e pagamento mensal) e crie um depósito a prazo com pagamento de juros mensais. Dê ordem ao gestor de conta para reforçar o depósito com todas as rendas que entrarem (incluíndo a caução!). A cada mês ele deve reforçar o DP com a renda que entra e os juros pagos no mês anterior pelo próprio DP. No final do ano, rebalanceie, retirando os impostos para IRS (se a eles houver lugar) e continue a alimentar o DP. 

5. Faça um esforço e pague despesas do imóvel (na grande maior parte dos anos apenas as comissões da imobiliária e pequeninas coisas) do seu bolso. 

Eu não sou licenciado para prestar conselhos financeiros e a Edite deve considerar este plano ao seu próprio risco. O que lhe digo, é que deve pensar o quão seguro é vs outras ferramentas, como DPs que pagam 0,25%. É que nesses de seguro, so é seguro a Edite ficar mais pobre e nunca mais rica. 
 

Editado por scpuser
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Negociados 20 30% abaixo do preço real.. O preço real e o que se paga... Ė o mercado que o faz, é normalmente é preciso ser pretensioso para se achar o único esperto a ver isto.. 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E imi, e condominio, e seguros?. E impostos? Só estes factores são mais de metade da renda líquida.. 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead