RFFF

Crédito Habitação Jovem


8 publicações neste tópico

Bom dia,

Necessito da vossa opinião/ajuda, os meus pais têm 52 e 49 anos e eu tenho 26 anos e temos equacionado a compra de uma habitação mas para tal necessitamos de efectuar um crédito habitação. A questão que vos coloco é a seguinte, há vantagens em ser pedido o crédito em meu nome visto que sou jovem? Será a "prestação" a pagar mais reduzida? Quais as implicações gerais e diferenças?

Peço desde já desculpa por abrir este tópico sem efetuar primeiro qualquer procura relativamente ao assunto mas o meu horário de trabalho não me permite ir a instituições bancárias para me informar juntos das mesmas das condições de crédito habitação jovem.

Com os melhores cumprimentos,

RFFF

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

não te metas nisso.

existe por ai muitos casos semelhantes aos teus, que depois as pessoas quando saíram de casa dos pais e quiseram comprar casa ficaram com os mãos atadas porque já tinha o crédito habitação da casa onde os pais moravam em nome deles. 

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O crédito deverá ficar em seu nome e os seus pais serão fiadores... A habitação será só para si ou para todos? Se for só para si, convém obter simulações por forma a verificar se compensa aderir a um CH jovem ou não. Se for para todos, deverá refletir se de facto é isso que pretende para o futuro. Caso queira constituir a sua própria família, recorrendo a um CH, poderá não ser possível enquanto não pagar o outro crédito... Embora a aprovação do CH seja relativamente rápida, o compromisso não é tão rápido assim. No curto prazo, pode estar a beneficiar de condições razoáveis, mas se algo se alterar na sua vida, o compromisso mantém-se!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Agradeço a vossa opinião porque nunca tinha pensado no ponto que tocaram.

De facto objetivo neste momento seria pagar o menos possivel de prestação pois a habitação será para mim e para os meus pais ficando posteriormente para mim. Sinceramente nunca coloquei a hipotese de não "ficar" com a habitação e essa situação muda muita coisa..

Editado por RFFF
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

De facto objetivo neste momento seria pagar o menos possivel de prestação pois a habitação será para mim e para os meus pais ficando posteriormente para mim. Sinceramente nunca coloquei a hipotese de não "ficar" com a habitação e essa situação muda muita coisa..

mas tens a certeza que vais ficar a morar com os teus pais para sempre?  se sim então avança, caso contrario fica quieto.

as vantagens dos créditos habitação jovens são enganadoras, só tem prestações "mais baixas" porque tem prazos de pagamento maiores. Um jovem de 25 anos pode fazer um crédito a 50 anos. Se tiver 35 anos, já só pode fazer a 40, se tiver 45 já só pode fazer a 30. quanto maior o prazo de pagamento do emprestimo menor a prestação, mas maior são tambem os juros que se pagam.

 

 

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não, certezas não tenho nem consigo ter num espaço temporal tão longínquo nem na atual situação. Nada me garante que não vá morar/trabalhar para fora. O objetivo seria pagar menos e depois com o falecimento dos meus pais a casa ficar para mim mas já percebi que fazer o crédito é um vinculo com bastantes implicações que ainda não tinha equacionado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não, certezas não tenho nem consigo ter num espaço temporal tão longínquo nem na atual situação. Nada me garante que não vá morar/trabalhar para fora. O objetivo seria pagar menos e depois com o falecimento dos meus pais a casa ficar para mim mas já percebi que fazer o crédito é um vinculo com bastantes implicações que ainda não tinha equacionado.

Coloque a hipótese ao contrário. Os seus pais avançam para o CH (pode ir pedindo conselhos por aqui) e você colabora/contribui com uma mensalidade (como se estivesse a pagar uma renda), uma vez que agora tem rendimentos.

Se acha que não é viável, vá colocando parte do seu vencimento de lado por forma a efetuar um pé de meia para este tipo de situação... no futuro.

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Coloque a hipótese ao contrário. Os seus pais avançam para o CH (pode ir pedindo conselhos por aqui) e você colabora/contribui com uma mensalidade (como se estivesse a pagar uma renda), uma vez que agora tem rendimentos.

Se acha que não é viável, vá colocando parte do seu vencimento de lado por forma a efetuar um pé de meia para este tipo de situação... no futuro.

Agradeço desde já a sua contribuição caro @ABCD e desde já as minhas desculpas pela ausência.

Já conversei com a família e muito provavelmente iremos optar pela sua sugestão (equacionada desde o inicio) pois a diferença na prestação não deverá ser significativa ao ponto de compensar o "risco" de ficar com o vínculo em causa.

Quanto ao colocar de parte o vencimento.. Já o faço desde pequeno, ainda não ganhava mas as prendinhas iam todas para o banco. Também por isso agora me tento iniciar nos mercados de forma a rentabilizar o dinheiro da melhor forma mas não tem andado fácil. Penso não ter entrado na melhor das alturas :angry:

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead