Entrar para seguir isto  
Seguidores 0
Visitante Marco de Sousa (visitante)

garantia automóvel ilegal praz Garantia de automóvel ilegal e recusa de reparação

2 publicações neste tópico

Comprei um veículo usado de marca Porsche Boxster de 1997 no stand Lércio Pinto a 3 de Dezembro de 2014. Foi-me passada uma declaração de garantia de um ano, sem me perguntarem se concordava ou se tinha algumas regalias por tal, numa data anterior á entrega do carro e á declaração de venda / fatura mas eu assinei. Como tal, ilegal. O veículo, depois de o levar, logo no início, ao representante da Porsche, foram detetados alguns problemas graves de motor e outros. O vendedor mandou reparar o veículo no stand Citroen em Faro por cortesia geográfica. A ordem de reparação foi vaga e nunca solucionou os problemas graves do carro, como fuga de óleo na cabeça do motor, perda de água no radiador, perda de óleo da direção etc. Esteve por três vezes nesse stand, sempre com as mesmas reclamações. Duas dessas vezes ultrapassou os 30 dias sem qualquer explicação. Em Outubro entreguei o carro de novo para a reparação das mesmas avarias e pela segunda vez (sendo esta a terceira que entrava na oficina), foi enviado ao representante oficial da Porsche por clara incapacidade do vendedor resolver o problema. Eis quando a administração Lércio Pinto recusa a reparação por ter ultrapassado o prazo da garantia. A declaração de venda / fatura data de 3 de Dezembro, ou seja, até por esse fato estaria dentro da garantia. Mais, o vendedor incluiu como período de garantia o mais de três meses que esteve na oficina para reparações cobertas pela mesma. A oficina ainda indicou que, caso o veículo volte á oficina pelo mesmo motivo de reparação é calculado como se nunca tivesse saído da mesma. Como tal perfaz aproximadamente 6 meses de paragem que o vendedor não acautelou. Penso que sendo ilegal a garantia por ter data anterior à venda, será anulada e automaticamente passa a ter os dois anos mais o período de paragem para reparações dentro da garantia. Estarei correto?

 
0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

De tu assinaste o documento, e' sempre dificil vir depois exigir coisas que nao deviam la' constar mas que supostamente concordaste ao assinar...

De qualquer forma, e' como dizes - o tempo que estiveste sem o carro suspende a garantia...

Pede o livro de reclamacoes e expoe la' o caso.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

Entrar para seguir isto  
Seguidores 0