lino76

Recibo eletrónico das despesas no arrendamento (não das rendas)


6 publicações neste tópico

Bom dia:

Este ano só se podem usar as faturas registadas no portal das finanças.

As despesas com imóveis arrendados podem ser todas deduzidas no IRS, porque os rendimentos prediais são tributados autonomamente à taxa de 28%.

Esses 28% são calculados a partir do valor resultante entre a diferença das receitas (rendas) e das despesas (condomínios, obras, seguros, IMI, etc…).

Mas as finanças só vão aceitar os gastos se as faturas estiverem registadas no portal das finanças.

Acontece que fui ao portal das finanças e não tenho lá nada referente a seguros, nem condomínios, nem IMI (nem da via verde, já agora, embora não tenha nada a ver com o tópico).

A mais alguém acontece isso?

É normal?

Vou poder deduzir os gastos?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este ano só se podem usar as faturas registadas no portal das finanças.

Isso só se aplica às deduções das despesas familiares, de saúde, de formação e edução, de encargos com imóveis (leia-se rendas e empréstimos para habitação própria e permanente), pela exigência de fatura nos setores de reparações automóveis, motociclos, restauração e alojamento e cabeleireiro e pelos encargos com lares.
No artigo que regula as deduções aos rendimentos prediais não é imposta essa restrição (nem faria sentido dado que, por exemplo, os recibos de pagamento do condomínio não vão parar ao eFatura uma vez que a maior parte dos condomínios nem sequer passa faturas, só recibos).

 

Agora, se essas faturas foram passadas com o teu NIF deviam aparecer no eFatura. Não sendo o caso podes sempre acrescentá-las manualmente e guardar os comprovativos em papel para o caso de tos pedirem...

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

...

 

Mas as finanças só vão aceitar os gastos se as faturas estiverem registadas no portal das finanças.

 

Acontece que fui ao portal das finanças e não tenho lá nada referente a seguros, nem condomínios, nem IMI (nem da via verde, já agora, embora não tenha nada a ver com o tópico).

 

...

Verifique se as despesas têm o NIF correto bem como a morada do imóvel que se encontra arrendado. Se, mera hipótese, o imóvel é proveniente de uma herança, o NIF deve ser o da herança... Nesse caso, convém alterar os dados de faturação nas diversas entidades.

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

1. ... nem faria sentido dado que, por exemplo, os recibos de pagamento do condomínio não vão parar ao eFatura uma vez que a maior parte dos condomínios nem sequer passa faturas, só recibos).

1. Em breve isso deixará de ser assim. No e-fatura, prepara-se a entrada em funcionamento da emissão de faturas/recibos relativos a condomínios: "Emissão de recibos de condomínios - A disponibilizar em breve"

1

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado a todos.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
A 21/11/2015 at 18:39, ABCD disse:

1. Em breve isso deixará de ser assim. No e-fatura, prepara-se a entrada em funcionamento da emissão de faturas/recibos relativos a condomínios: "Emissão de recibos de condomínios - A disponibilizar em breve"

Boa tarde,

 Já estão disponíveis as facturas/recibos relativos aos condomínios?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead