M_R_J

Renovação seguro saúde - dúvida genérica


6 publicações neste tópico

Há uma coisa que me faz impressão em seguros de saúde. Imaginamos que durante a vigência da apólice tenho um acidente ou apanho uma doença grave e/ou crónica que obrigue a tratamentos prolongados que custem milhares.


Pode a seguradora chegar ao dia da renovação do seguro e aproveitar para não renovar? Ou como o acidente ou doença aconteceu durante a vigência da apólice a seguradora tem uma obrigação perpétua para com o segurado enquanto este for pagando os prémios?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pode e há casos em que isso acontece... (quer dizer, não é bem ao dia - normalmente há um prazo de pré-aviso para se dizer que não se pretende renovar o contrato).

Desde que o façam dentro das condições estipuladas no contrato, quer o segurado quer a seguradora têm sempre liberdade de decidir se pretendem ou não continuar o contrato...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Acaba por ser uma relação desigual e é potencialmente trágico...

"Ups... a tua operação ao coração só pode ser feita daqui a 3 meses? Que pena, não vamos renovar o teu seguro e já não vais poder contratar outro seguro que cubra isso... E que pena que não tenhas dinheiro para a pagar do teu bolso..."

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É por essas e por outras que nos assuntos realmente sérios e graves, a maior parte das pessoas continua a recorrer ao SNS...

E, sinceramente, uma operação ao coração parece-me uma coisa tão cara que acho que a maior parte dos seguros só cobriria parte das despesas de qualquer forma (imagino que entre anestesias, material, equipa médica e de enfermagem, hospitalização, etc, facilmente se chegue às dezenas de milhares de euros)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Vale-nos isso. O nosso país tem SNS...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É por essas e por outras que nos assuntos realmente sérios e graves, a maior parte das pessoas continua a recorrer ao SNS...

Para doenças graves, poucas pessoas conseguem prolongar o tratamento no privado durante muito tempo. A menos que sejam bastante ricas.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead