iStarTAC

Recibo Verde ou Estágio Profissional?

6 publicações neste tópico

Olá a todos. Sou estudante finalista de um curso superior de informática. Recentemente recebi uma proposta de trabalho para ajudar no desenvolvimento de páginas web através de um estágio remunerado, daquele que é parcialmente financiado pelo governo, não sei se é o InovJovem.

Apesar de ter interesse em fazer o trabalho, não queria "queimar" um estágio profissional com essa empresa desde já, por ainda não ter certeza das mais valias profissionais (e de currículo) que poderei aprender. Fiz uma contra-proposta de trabalhar com recibo verdes, ao que me foi dito que caso opte por recibo verdes irei perder o direito ao estágio profissional financiado pelo governo mais tarde.

Liguei para o instituto do emprego e informaram-me que se trabalhasse mais do que 12 meses em determinada área deixarei de ter direito a estágio profissional na mesma.

Em resumo, com a ideia de não "gastar" já um estágio profissional, quais serão as minhas opções?

Desde já obrigado pela atenção.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Apesar de ter interesse em fazer o trabalho, não queria "queimar" um estágio profissional com essa empresa desde já, por ainda não ter certeza das mais valias profissionais (e de currículo) que poderei aprender.

Seguramente mais do que no desemprego :P

A sério, conheço pessoas que, apesar de nã terem gostado do sítio onde estagiaram, não deixam por isso de achar que foi uma experiência enriquecedora - aprenderam o que não gostavam de fazer... e ainda lhes pagaram por isso ;)

Fiz uma contra-proposta de trabalhar com recibo verdes, ao que me foi dito que caso opte por recibo verdes irei perder o direito ao estágio profissional financiado pelo governo mais tarde.

Liguei para o instituto do emprego e informaram-me que se trabalhasse mais do que 12 meses em determinada área deixarei de ter direito a estágio profissional na mesma.

Faz sentido. Um estagio, como o nome indica, é para quem anda a aprender um ofício. Se já sabes o ofício, não precisas de estagiar...

Em resumo, com a ideia de não "gastar" já um estágio profissional, quais serão as minhas opções?

Se a empresa te recebe sem o financiamento estatal, aproveita. Se nao gostares podes sempre vir embora ao fim de uns meses e tentar a sorte a fazer outra coisa, quem sabe, ainda possas tirar partido do estágio profissional.

Se gostares do que estás a fazer e eles gostarem do teu trabalho, acabas por ficar na empresa e o Estado nao precisa de gastar mais um subsidio com um novo trabalhador... 8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

  A hipótese alternativa aos recibos e que não compromete o estágio profissional será o pagamento por acto isolado, mas, nesse caso, como só podes passar um terias de esperar vários meses e receber tudo de uma vez, além de que possa ser um pouco desadequeado face à natureza do trabalho que lá irás desenvolver.

  Contudo, as empresas costumam apreciar este tipo de requisição, já que, nessas condições, o trabalhador tem poucos ou nenhuns direitos, recebe apenas como "fornecedor" de um determinado tipo de serviço, inclusive em vez de despesa com pessoal, passa a considerado uma aquisição corrente de serviços...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado a todos pela resposta.

Vou pensar sobre no que me disseram e tomar a melhor decisão.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa Tarde. Aceito nos meses de verão (2 meses) um trabalho a recibos verdes a atos isolados? Não perco depois o estágio financiado pelo governo, mais tarde, no ensino superior? Obrigado :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa Tarde. Aceito nos meses de verão (2 meses) um trabalho a recibos verdes a atos isolados? Não perco depois o estágio financiado pelo governo, mais tarde, no ensino superior? Obrigado :)

Com um ato isolado certamente que não. Se abrires atividade para passar recibos verdes, creio que também não mas já não tenho tanta certeza - talvez seja melhor colocar a questão ao IEFP que creio que é a entidade que depois controla essas coisas... Ou, se encontrares as condições de acesso a esses estágios financiados de que falas, também será mais fácil esclarecer as dúvidas...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead