thenewricardo

IVA - Especifico a retalho de informática


11 publicações neste tópico

Boa tarde a todos,

após uma pesquisa encontrei o vosso fórum e penso que aqui certamente encontrarei apoio numa questão.

Possuo uma loja online, como ENI e estou isento de vender com IVA. Até aqui tudo bem.  A loja tem tido crescimento e começo a ser tentado com uma questão, pois os limites de facturação a manterem-se assim para o regime em que me encontro vão ser ultrapassados no próximo ano.

A questão passa pelo seguinte:

Como têm as lojas lucro na minha área (informática)??  Eu de momento consigo (tenho acesso aos mesmos fornecedores nacionais), acompanhar o preço praticado pela concorrência, mas porque estou isento de iva. Mas no seguinte exemplo prática que fiz para mim é impossível num futuro ter lucro, pois reparem:

Placa gráfica

No fornecedor: 27,80€ + iva = 34,194€

Preço médio no mercado: 35€ já com iva

Se eu compro a 34,194 e tenho ainda que adicionar, sem lucro, iva para vender ao cliente final, distancio-me imenso do preço médio do mercado.

Acredito que haja a vantagem de compras em quantidades é um facto, mas eu não tenho uma loja física para sustentar nem salários, como uma loja fisica que os tem consegue existir? A comprar as gráficas a 10€?? Não me parece.   Onde está a falha no meu raciocínio?

Agradeço desde já a leitura do meu post e agradeço imenso se me puderem dar algumas luzes sobre esta situação

 

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ou muda de fornecedor ou compra em quantidade tal que lhe permita obter lucro face aos valores praticados pela concorrência...

A segunda hipótese tem o problema relativo ao escoamento de stock (terá de analisar/estimar se tem clientes suficientes para quantas unidades de cada produto)... Logo a primeira hipótese é mesmo a melhor...

Não raras vezes, encontra-se o mesmo produto com preços diferentes... Deve ter a ver com preço do fornecedor, caso não seja a quantidade do produto em stock!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A melhor dica é...

nao ultrapasses os 10 000€ de facturaçao anual!

 

Se fores a fazer as contas como dizes e parece me a mim, nao tecnico nisto, que estao aparentemente certas... deixas de ter rentabilidade nisso

Portugal está feito apenas para as grandes empresas... os pequenitos lutam para sobreviver a muito custo!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ou muda de fornecedor ou compra em quantidade tal que lhe permita obter lucro face aos valores praticados pela concorrência...

A segunda hipótese tem o problema relativo ao escoamento de stock (terá de analisar/estimar se tem clientes suficientes para quantas unidades de cada produto)... Logo a primeira hipótese é mesmo a melhor...

Não raras vezes, encontra-se o mesmo produto com preços diferentes... Deve ter a ver com preço do fornecedor, caso não seja a quantidade do produto em stock!...

O problema é que os fornecedores sao os mesmos. Só mesmo a questão quantidade é que se deve aplicar ou vendem com prejuizo apoiados nas visitas e reparaçoes que venhem de ter clientes fidelizados á loja

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A melhor dica é...

nao ultrapasses os 10 000€ de facturaçao anual!

 

Se fores a fazer as contas como dizes e parece me a mim, nao tecnico nisto, que estao aparentemente certas... deixas de ter rentabilidade nisso

Portugal está feito apenas para as grandes empresas... os pequenitos lutam para sobreviver a muito custo!

Sem dúvida porque so ha 2 incentivos nisto: fechar ou fugir ao fisco

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Outro ponto que esqueci de frisar foi o seguinte, um fornecedor meu tem sede em Espanha, e abordou este ponto: "Informo também que somos uma empresa portuguesa com sede em Espanha, o IVA praticado é de 21%. Mas caso tenha ativas as compras intracomunitárias usufrui de isenção de IVA ou seja IVA a 0%".  So iria pagar iva uma vez na venda correcto? Assim ja reduziria os 23% na compra + 23% na venda para 23% na venda?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Como assim?

 

Entao mas

fui agora ver aqui uma factura dum artigo que comprei em Espanha, e nao faz referencia ao IVA nessa factura

Agora.. se eu fosse re-vender esse artigo em Portugal, eu teria que acrescentar 23% ao valor para entregar ao Estado.

 

Agora nao sei, se compras na Europa onde pagas o IVA? Nao acredito que eu nao tenha pago IVA em espanha... mas nao refere na factura (que confusao)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Como assim?

 

Entao mas

fui agora ver aqui uma factura dum artigo que comprei em Espanha, e nao faz referencia ao IVA nessa factura

Agora.. se eu fosse re-vender esse artigo em Portugal, eu teria que acrescentar 23% ao valor para entregar ao Estado.

 

Agora nao sei, se compras na Europa onde pagas o IVA? Nao acredito que eu nao tenha pago IVA em espanha... mas nao refere na factura (que confusao)

Comprou para revenda ou como consumidor final?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

final

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Como têm as lojas lucro na minha área (informática)??  Eu de momento consigo (tenho acesso aos mesmos fornecedores nacionais), acompanhar o preço praticado pela concorrência, mas porque estou isento de iva. Mas no seguinte exemplo prática que fiz para mim é impossível num futuro ter lucro, pois reparem:

Placa gráfica

No fornecedor: 27,80€ + iva = 34,194€

Preço médio no mercado: 35€ já com iva

Se eu compro a 34,194 e tenho ainda que adicionar, sem lucro, iva para vender ao cliente final, distancio-me imenso do preço médio do mercado.

Se estiveres no regime de IVA, só pagas IVA sobre a diferença entre o que o cliente te pga a ti e o que pagas ao fornecedor.

Não estás no regime de IVA. Se compras a 34,19€ e vendes a 34,99€ tens um lucro de 0,80€ - não cobras IVA aos teus clientes, é certo, mas também não podes deduzir o IVA que pagaste ao fornecedor.
Mas se estiveres no regime de IVA, então para teres esses mesmos 0,80€ de lucro tens de acrescentar o IVA sobre esse valor, ou seja, um preço base de 28,60€ e IVA de 6,58€, num total de 35,18€. Ao fornecedor pagaste 27,80 + 6,39€ de IVA. Tens de entregar ao estado 6,58 - 6,39 = 0,19€.

É verdade que é mais caro... mas é a isto que te referes quando dizes que estás a distanciar-te do preço de mercado ou estavas a fazer as contas de outra forma?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead