SmallInvestor

Que critérios usam para optar por um ETF em detrimento de outro?

6 publicações neste tópico

Boas.

Estou a construir o meu portefólio e deparei-me com uma questão que até agora me tinha passado ao lado: perante ETFs idênticos, que critérios usam para escolherem um em detrimento do outro?

Estava à procura de um ETF S&P 500 com capitalização de dividendos e surgiram-me dois apelativos:

- iShares Core S&P 500 UCITS ETF, com custo de manutenção de 0.07% ao ano;

- Source S&P 500 UCITS ETF A, com custo de manutenção de 0.05% ao ano;

O primeiro é o mais famoso, é trocado em mais bolsas e o fundo é muito maior; o segundo tem um custo de manutenção ao ano 0.02% mais baixo.

Quando comecei a estudar os ETFs, o custo anual era a primeira coisa para a qual me aconselharam a olhar mas o tamanho do fundo parece dar-me uma indicação sobre a liquidez do ETF. O que fariam neste caso? Negligenciariam os 0.02% e optariam pelo fundo mais caro mais maior?

Obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas.

Estou a construir o meu portefólio e deparei-me com uma questão que até agora me tinha passado ao lado: perante ETFs idênticos, que critérios usam para escolherem um em detrimento do outro?

Estava à procura de um ETF S&P 500 com capitalização de dividendos e surgiram-me dois apelativos:

- iShares Core S&P 500 UCITS ETF, com custo de manutenção de 0.07% ao ano;

- Source S&P 500 UCITS ETF A, com custo de manutenção de 0.05% ao ano;

O primeiro é o mais famoso, é trocado em mais bolsas e o fundo é muito maior; o segundo tem um custo de manutenção ao ano 0.02% mais baixo.

Quando comecei a estudar os ETFs, o custo anual era a primeira coisa para a qual me aconselharam a olhar mas o tamanho do fundo parece dar-me uma indicação sobre a liquidez do ETF. O que fariam neste caso? Negligenciariam os 0.02% e optariam pelo fundo mais caro mais maior?

Obrigado.

Para mim, ainda mais importante que os custos, é o tipo de replicação. Ora, o Source é de replicação sintética com um swap não financiado... Eu pessoalmente não gosto.

Para além disso, a 3 anos, o iShares teve uma valorização de 96,23% vs 95,67% do Source.

Finalmente, em termos de desvio face ao benchmark, os ETFs da iShares costumam ser bastante certinhos, por isso não há muito que enganar neste caso.  :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Concordo. Com uma diferença de apenas 0.02%, as restantes propriedades do iShares vencem largamente o Source. Se a diferença de custo fosse apreciável, aí talvez valesse a pena pensar melhor. Mas se a perfomance de um ETF é inferior ao outro quando replicam o mesmo índice, pelos visto o custo de gestão mais barato não está a servir de muito.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Idealmente deveria ser possível comparar o tracking error dos etf. Nisso as casas americanas costumam dar 20-0 ao resto do mundo, e é aí que se dão ao luxo de cobrar mais por um produto com a mesma funcionalidade. No fundo podem comprar mais, porque o produto apresenta mais qualidade.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

SmallInvestor!

Diz-me uma coisa: que broker ou banco usas para investir neste tipo de ETF's.

Obrigado desde já.

Tudo de bom!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

SmallInvestor!

Diz-me uma coisa: que broker ou banco usas para investir neste tipo de ETF's.

Obrigado desde já.

Tudo de bom!

Boas! Uso a DeGiro, a corretora low cost.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead