A.Pereira

Mapa de prestações

10 publicações neste tópico

Sr. Pedro Pais,

Peço desculpa pelo abuso do que vou pedir mas, confesso, que não sei a quem recorrer.

Estava à procura de uma folha de cálculo onde pudesse obter determinadas respostas ao meu problema e fui "parar" ao blog do Sr. Pedro. Estive a consultar os mapas que o Sr. Pedro gentilmente disponibiliza, no entanto, o meu caso é algo diferente.

Um particular fez-me um empréstimo a uma determinada taxa de juro sem prazo estipulado. Ficou combinado que eu teria que entregar mensalmente uma quantia nunca inferior a "X" € (este valor é o mínimo, há meses que entrego mais) até estar pago. Neste momento já paguei o equivalente ao montante que me foi emprestado só que não faço ideia do que ainda devo devido aos juros.

Acho que preciso de uma folha de cálculo do género:

Montante do empréstimo - valor dado a abater mês "X" - juros - montante em divida (e assim sucessivamente)

Se for possível, peço o favor de me ajudar.

Muito obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sr. Paulo:

Antes de mais, agradeço o seu tempo e a sua resposta.

Na verdade, este mapa não corresponde ao que eu necessito porque também obriga ao preenchimento do número de prestações. No meu caso, o empréstimo foi-me concedido sem prazo, ou seja, tenho um montante de empréstimo, negociado a uma determinada taxa de juro, um valor mínimo a abater mensalmente (valor mínimo, no entanto dou sempre o máximo que posso mensalmente, sendo estes valores variáveis) até estar pago. Por isto, tenho dificuldade em perceber quanto ainda devo. Assim sendo, preciso de um mapa onde possa obter estes cálculos sem estar definido um número de mensalidades.

(Valor inicial)

mês ou data -  montante dado a abater (variável) - juros - capital - capital em divida

Se for possível ajuda, fico muito agradecido.

Cumprimentos,

A. Pereira

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Ok, já percebi a tua dificuldade.

Consegue-se dar a volta e simular o que precisas - dás um número elevado de meses (ex: 1000), um valor residual igual ao capital em dívida e depois, em cada mês, pôes na coluna de amortização antecipada a fórmula "=<valor_efetivamente_pago> - <coluna_da_prestação_mensal>" - em cada mês vai-te aparecer o capital em dívida no início desse mês na respetiva coluna.

Agora, o problema é relativamente simples e, se calhar, mais vale construíres a tua própria folha - assim também é mais fácil personalizá-la e escusas de ter aquelas colunas extra todas que não se aplicam ao teu caso. Comça com uma folha Excel limpa:

1. Na primeira linha coloca os seguintes cabeçalhos: "Mês", "Capital em Dívida", "Juro", "Prestação", cada um na sua coluna.

2. Ao lado da tabela, coloca a taxa de juro numa célula. Imaginemos que era 6% ao ano e que colocaste esse valor na célula J1

3. Na 1ª linha a seguir aos cabeçalhos (imaginemos que é a linha 2 e que a tabela está nas coluna A a D) coloca o mês em que pediste o empréstimo (ex: jun-2012), o valor que pediste (ex: 50.000€), a fórmula "=$B2 * $J$1 / 12" e o valor que pagaste no primeiro mês (ex: 500€), cada um em sua coluna (os '$' na fórmula são importantes e é importante que o 2 de B2 não tenha $, já vamos ver porquê).

4. Na 2ª linha dos dados (imaginemos que é a linha 3), coloca o mês seguinte (jul-2012), a fórmula "=$B2 - $D2", a fórmula "=$B3 * $J$1 / 12" e o valor que pagaste no segundo mês (ex: 550€).

5. Seleciona as primeiras três células destas duas linhas e arrasta para baixo o pequeno quadrado do canto inferior direito da seleção. Em alternativa, depois de seleccionar as duas linhas, mantendo a tecla Shift premida, clica na tecla do cursor para baixo para aumentar a seleção até onde quiseres e depois carrega em Ctrl+D para preencher tudo automaticamente. A fórmula é adaptada à medida que as linhas são copiadas - o que tem $ mantém-se, o que não tem é ajustado para a linha em causa. Assim, por exemplo, na linha 4 (3ª com dados) vai-te aparecer "ago-2012", "=$B3-$D3", "=$B4 * $J$1 / 12"... nas linhas seguintes os valores devidamente adaptados.

6. Só tens que esticar a tabela até aos dias de hoje e ir preenchendo, em cada linha, o montante que efetivamente pagaste em cada mês.

Nota1: Se a tabela não começar na célula A1, ou se puseres a taxa de juro noutra célula, tens que fazer as necessárias adaptações às fórmulas.

Nota2: Assumi que a taxa era anual e o juro calculado com base numa taxa mensal constante. Se a taxa for mensal, deves tirar a divisão por 12 da fórmula; se a taxa for anual mas o juro calculado ao dia, tens de ajustar a fórmula para algo do género: "=$B2 * $J$1 / 365 / <dias_do_mês>". Deve dar valores idênticos aos da fórmula anterior a menos de alguns cêntimos - se só quiseres ter uma ideia aproximada de quanto deves, nem vale a pena o trabalho; mas se quiseres saber ao cêntimo, tens de ter a certeza que ambos estão a calcular os juros da mesma forma...

E assim? Já responde às necessidades? :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Caro Sr. Paulo:

Agradeço de coração a sua ajuda.

Ora bem... Até agora nunca precisei de utilizar o Excel, como tal, sou mesmo um zero no assunto. Apesar da sua explicação milimétrica, confesso, que após ter tentado pela terceira vez, algo está a escapar e não estou a conseguir chegar a bom porto.

Sr. Paulo, com humildade e muita vergonha, se não considerar abuso, peço o grande favor de me fazer a folha de cálculo.

Espero que não fique zangado com o meu pedido. Se não puder, agradeço tudo o que já fez.

Cumprimentos,

A.Pereira

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

...

Um particular fez-me um empréstimo a uma determinada taxa de juro sem prazo estipulado.

Ficou combinado que eu teria que entregar mensalmente uma quantia nunca inferior a "X" € (este valor é o mínimo, há meses que entrego mais) até estar pago.

Neste momento já paguei o equivalente ao montante que me foi emprestado só que não faço ideia do que ainda devo devido aos juros.

Acho que preciso de uma folha de cálculo do género:

Montante do empréstimo - valor dado a abater mês "X" - juros - montante em divida (e assim sucessivamente)

Se for possível, peço o favor de me ajudar.

Muito obrigado.

Se traduzir o seu pedido em números concretos, pode-se responder à sua dúvida.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bem, ajudava se explicasses o problema que estás a ter - se calhar é algo simples de resolver e continuavas a poder fazer tu à mesma... (reparei que me tinha enganado na fórmula do cálculo da dívida seguinte - faltava adicionar o juro)

Em qualquer caso, aqui fica uma tentativa. Só tens de preencher com os teus valores as células com fundo verde (o primeiro mês, dívida inicial, taxa de juro e as prestações que vais pagando) - o resto é atualizado automaticamente.

1376_5285c5e5d3ffd6af78ede510679477b799601dae.zip

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sr. Paulo:

Não sei como agradecer a sua ajuda e disponibilidade.

Na folha anterior, segui as suas indicações e, tal como posteriormente reparou, descontava o valor de "prestação" mas não somava os juros ao capital em divida. Outra dificuldade é que não conseguia por as células seguintes em modo automático.

Nesta ultima folha, cinco estrelas! Já fiz uma ligeira experiência (mais logo em casa vou colocar os dados corretos) e é mesmo isto. A folha abre em modo de compatibilidade(o meu Office é o 2007) e ao fechar aparece uma mensagem a dizer que alguns dados de formatação poderão ser alterados, no entanto, numa primeira análise não me pareceu haver consequências.

Agora, e mais uma vez, muito, muito obrigado Sr. Paulo.

Cumprimentos,

A.Pereira

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se traduzir o seu pedido em números concretos, pode-se responder à sua dúvida.

------ Ao membro ABCD ------

Caro Senhor:

Quero agradecer a sua mensagem e disponibilidade para me prestar ajuda.

Como poderá verificar, entretanto, um outro membro, o Sr. Paulo, teve a paciência e simpatia de me ajudar.

Um muito obrigado.

Cumprimentos,

A.Pereira

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Muito bem sr. A. Pereira.

É sempre um gosto observar que as dúvidas são esclarecidas e que as situações apresentadas ficam melhores.

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead