diafrina

Ato isolado vs Coletado

6 publicações neste tópico

Boa noite, tenho algumas duvidas sobre o trabalho por conta própria e achei este fórum interessante e fiável.  :angel:

Sou psicóloga e faço algum trabalho em casa. De momento tenho um contrato de trabalho noutra área profissional - administrativa - e por isso quase não atendo clientes para as sessões de psicologia. Tenho pensado em expandir a minha atividade para o apoio ao domicílio no cuidado de crianças. Já construí alguns materiais para publicitar a atividade mas ainda não fui capaz de divulgar nada porque temo estar a fazê-lo de forma ilegal!  :police: Assim pergunto se é legal publicitar esta atividade e passar recibos de "atos isolados" (acho que se chama assim!) ou se preciso mesmo coletar-me.

Agradeço desde já a vossa atenção. Espero conseguir a vossa ajuda porque sou consideravelmente ignorante nestas questões financeiras  :o (como a maior parte do pessoal do social... só não admitem!!!)  :P

Cumprimentos

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Os atos isolados resultam de uma prática não reiterada, isto é, se pretendes desempenhar essa atividade frequentemente não podes usar atos isolados.

Agora, podes esperar até efetivamente teres clientes para te coletar - nada te impede de começares a publicitar a atividade para angariares os primeiros clientes...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Os atos isolados resultam de uma prática não reiterada, isto é, se pretendes desempenhar essa atividade frequentemente não podes usar atos isolados.

Agora, podes esperar até efetivamente teres clientes para te coletar - nada te impede de começares a publicitar a atividade para angariares os primeiros clientes...

Ou então pode-se colectar como ENI (Empresa em Nome Individual) em regime simplifcado. Não será melhor Paulo?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Ou então pode-se colectar como ENI (Empresa em Nome Individual) em regime simplifcado. Não será melhor Paulo?
Não sei dizer porque não conheço todas as diferenças entre os dois regimes.

Pessoalmente, eu iria tentar a minha sorte como profissional independente e depois, se corresse bem, considerava a opção de abrir uma empresa.

Mas, como disse, não sei o suficiente para dizer se algum dos dois cenários é mais vantajoso...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pela sugestão... sendo viável parece a opção mais ponderada - publicitar e criar uma rede de clientes antes de avançar para a criação de empresa.

Enquanto tenha poucos clientes uma das possibilidades é passar os ditos atos isolados ou a ENI (empresa em nome individual)... não é?

Alguém me pode ajudar a decidir entre estas hipóteses? ::) Podem dar-me uma ideia de quais as principais vantagens e desvantagens de cada uma?

Cumprimentos,

:)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Podes até passar a primeira fatura como ato isolado. Mas, de acordo com o Código do IVA, só podes passar um desses por ano, por isso depois terias mesmo de te coletar. Se como trabalhadora independente ou como ENI isso já não te sei aconselhar.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead