seagal_aikikai

Taxa variável vs Taxa Fixa Crédito Habitação

22 publicações neste tópico

Boas! :)

Antes de mais quero deixar expressa a minha opinião sobre o site, está excelente!

Agora a pergunta que faço é esta:

Em relação as taxas qual é a melhor opção? Os pros e contras? ???

Vejo que é 1 assunto que não teve grande desenvolvimento por parte da comunidade quando foi abordado, motivo pelo qual voltei a colocar este topico.

Obrigado pela a atenção,

8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boa Tarde!

Fiz recentemente um empréstimo na CGD e também tive a mesma dúvida. Contudo, optei pela taxa fixa a 5 anos a 4,150% + 0,3 spread.

Por enquanto fiz um bom negócio visto que a Euribor a 3 e 6 meses em Março está respectivamente, em 4,62% e 4,61%.

Logo este mês poupei o equivalente a 0,45% caso tivesse optado pela prestação indexada.

De qualquer modo, acho que para quem, como eu, está no início de vida, uma prestação constante dá mais segurança às contas mensais. Ainda por cima neste momento as taxas fixas estão bem abaixo da Euribor. Se o Euribor descer abaixo da minha taxa (o que eu não acredito), paciência. Se subir, não tenho que me preocupar....

Cumps.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva,

Acho que só te esqueceste de um pormenor...

De quanto vai ser o spread quando a taxa passar a ser indexado (daqui a 5 anos)?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva,

Acho que só te esqueceste de um pormenor...

De quanto vai ser o spread quando a taxa passar a ser indexado (daqui a 5 anos)?

Daqui a 5 anos e até ao final do empréstimo o spread mantém-se sempre igual. A única alteração é na taxa de juro que pode aumentar ou diminuir.

Cumps

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em relação as taxas qual é a melhor opção? Os pros e contras? ???

Enquanto num crédito de taxa fixa se obtém alguma "paz de espírito", visto que o valor da prestação é fixo por um determinado período, no crédito variável estamos mais sujeitos às variações dos mercados, tanto para cima como para baixo.

Normalmente os créditos a taxa fixa são mais caros, mas nos últimos meses não tem sido o caso. Isto é porque existe uma sensação generalizada que as taxas não vão subir (o que pode não corresponder à realidade).

Mas a escolha tem quase sempre a ver com as expectativas que temos do mercado. Se achamos que vai subir nos próximos anos, será preferível fixa, se achamos que vai descer, será preferível variável.

Um outro factor a ter em conta é que os custos de amortizações antecipadas nos créditos a taxa fixa são significativamente mais elevados.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva! :)

Quero agradecer a todos as respostas dadas.

Assim ficamos todos (pelo menos eu fiquei) mais esclarecidos.

Para quem não está dentro deste "mundo" que é a banca acho fundamental estes esclarecimentos.

Dou o meu exemplo pessoal, que tenho "andado de banco em banco", e a maior parte dos bancos tenta demover o cliente de uma taxa fixa. Não sei porquê....

Pessoalmente estou tentado a "escolher" a taxa fixa, porque valorizo a "paz de espírito" como diz o Pedro Pais.

Cumps! 8)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva,

Acho que só te esqueceste de um pormenor...

De quanto vai ser o spread quando a taxa passar a ser indexado (daqui a 5 anos)?

Eu perguntei isto pq no Totta tb me tentaram fazer crédito taxa fixe com 0.3 de spread nos primeiros 5 anos e dp era euribor3m + 0.6... Por isso perguntei se o spread não ia aumentar qd o crédito passasse a ser indexado...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu perguntei isto pq no Totta tb me tentaram fazer crédito taxa fixe com 0.3 de spread nos primeiros 5 anos e dp era euribor3m + 0.6... Por isso perguntei se o spread não ia aumentar qd o crédito passasse a ser indexado...

Ainda bem que não foste na conversa deles  ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E agora o que acha a comunidade? Mudar para taxa fixa compensa? A lógica é que o bce deverá descer a taxa directora em março para 1.50%. Poderá andar por aí um ano e depois voltar a subir aos poucos por isso pergunto ao forum o que acham da alteração dos emprestimos de taxa variavel para taxa fixa.

Obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Há uns meses atrás pensava em fixar a taxa. Actualmente estou decidido a não lhe mexer, assumindo os riscos desta decisão ou eventualmente usufruir dos beneficios, que acredito sem base cientifica nenhuma que será o que vai acontecer.

É a minha posição e nada mais do que isso.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E agora o que acha a comunidade? Mudar para taxa fixa compensa? A lógica é que o bce deverá descer a taxa directora em março para 1.50%. Poderá andar por aí um ano e depois voltar a subir aos poucos por isso pergunto ao forum o que acham da alteração dos emprestimos de taxa variavel para taxa fixa.

Obrigado.

A questão é que os indexantes normalmente usados para taxa fixa andam muito altos... e, para já, mais vale ir aproveitando a baixa das taxas variáveis.

Mas podes sempre pedir ao banco para fazer uma simulação. É quase certo que a taxa fixa será mais cara para já mas depois podes fazer tu os teus cenários de como imaginas que evoluirá a Euribor e decidir se compensa ou não...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Viva,

Então não estaria agora numa boa altura para mudar para taxa fixa durante uns belos anos?

A euribor 3m agora anda algures entre os 2% e os 2.5% (médias mensais) mas todos nós sabemos que é impossível ficar por aqui durante muito tempo...

Tendo em conta que a taxa Swap anda pelos 3.5% não valeria + a pena mudar para taxa fixa antes das taxas Swap começaram a aumentar?

Será que os bancos mantém o mm spread (0.3% no meu caso) mudando para taxa fixa?

O que acham?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Eu sinceramnte não sei, pedi ha dias uma simulação no BPI  taxa fixa 30 anos e a taxa salvo erro era 5%, portanto vou continuar com a variável, até porque pelo menos durante os próximos 2 anos duvido que as taxas varáveis atinjam os valores de Outubro passado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

5%? Se calhar os bancos n usam a taxa Swap... Tenho ideia que um colega meu tem taxa fixa e aparece algures a dizer que é a taxa Swap... Estranho...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

5%? Se calhar os bancos n usam a taxa Swap... Tenho ideia que um colega meu tem taxa fixa e aparece algures a dizer que é a taxa Swap... Estranho...

Mesmo quando usam, acho que e´ frequente que o spread da taxa fixa seja mais alto que o da taxa variavel.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pois, ou não usam ou tem a ver com o spread, pelo menos na CGD e Barclays, que são os bancos que eu pelo menos consegui ver as taxas praticadas, estão acima da dita taxa swap.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A CGD usa o valor da taxa fixamédia da semana mais uns 04 ou 0,5.

Por ex a semana passada a taxa fixa a 30 anos andou nos 3.60 e a taxa fixa para a semana era de 4.00.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Boas,

Em Maio de 2008 comprei casa pelo BES, e escolhi taxa fixa a 3 anos (cuja taxa ficou nos 4.6%) pois estava a ver constantemente a Euribor a subir (o que veio a acontecer até Outubro desse mesmo ano).

No entanto, como toda a gente sabe, a Euribor tem descido vertiginosamente. E embora o banco tenha perdido dinheiro nos primeiros meses, a partir de agora está-me a ir ao bolso de uma forma quase escandalosa. E sim, têm razão pois ambos assinámos contrato a garantir que a taxa permanecia neste valor durante 3 anos - logo o problema é meu.

Tentei falar com eles e ao início acederam a alterar a escritura/contrato para Taxa indexada a Euribor 3 meses. No entanto voltaram atrás com a decisão.

Procurei alternativas, mas todos os bancos que encontrei apenas pagavam as despesas de transferência caso o valor pedido fosse menor ou igual a 80% da avaliação, o que não acontece (até porque como comprei a casa há menos de um ano, o valor amortizado foi muito pequeno).

Agora não sei bem o que fazer, senão conformar-me com o valor que estou a pagar agora. Só para terem uma ideia, se neste momento estivesse com Euribor 3 meses, ia pagar menos 300€. E isto para uma pessoa com 24 anos, faz toda a diferença...

Alguém conhece alguma alternativa para aligeirar a minha situação?

obrigado a todos!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Elabora uma carta a solicitar a alteração, entrega-a no balcão em, duplicado e pede que te carimbei uma.

Será que mesmo que tenhas que pagar as despesas de transfência não compensa? Acredito que sim. Isto porque nem que gastes € 3.600,00 (nem será tanto) os vais recuperar em menos de uma ano.

No entanto o que depois o futuro vai reservar já não sei.

São meras sugestões que tem que ser muito bem ponderadas e assumir o risco para daqui a 2 anos por exemplo não estares outra vez arrependido.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pela rápida resposta!

Eu fui ao balcão e assinei um papel de pedido de alteração de taxa, entregaram-me um duplicado. O pedido tinha sido feito pela agência aos serviços centrais, tendo sido aceite. Mas quando eu entreguei esse pedido juntamente com fotocópias da escritura, este foi recusado.

Em termos da transferência os valores seriam de cerca de 1300€+3000€ (custos associados à transferência + 2% compensação por amortização antecipada). Para além disso no BES tenho um spread de 0,4% enquanto que a entidade que fez melhor proposta de transferência foi o BPI com 0,6%.

Sim, é verdade que em 15 meses recupero o valor da transferência, mas no entanto gastar todo este dinheiro de uma só vez...não sei se quero correr esse risco.

No entanto prevê-se que o BCE continue a baixar a taxa de referência, e que no final do ano esta esteja a 1%, o que acaba por me fazer querer arriscar.

Estou mesmo muito indeciso.

Mais algumas opiniões?

Obrigado! :)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não tens possibilidades de amortizar alguma parte do empréstimo?

Se conseguisses amortizar uma %, provavelmente depois já conseguirias que o remanescente do crédito não excedesse os 80% da avaliação.

E já experimentaste averiguar junto do banco para onde querias transferir o crédito em quanto é que eles te avaliariam a casa? Até pode acontecer que consigas uma avaliação superior ao valor do empréstimo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tenho possibilidade de amortizar, mas não é o suficiente. A relação avaliação/montante é de 88%, logo maior que 80%, e a quantidade que posso amortizar não é a suficiente (ficam-me a faltar 8 mil €).

Estes valores que estou a falar são referentes a uma avaliação feita a semana passada pelo banco para o qual eu ia transferir o crédito, resolvi arriscar pois podia conseguir uma avaliação mais alta (o que até veio a acontecer, mas não em números suficientes).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead