savings

Crédito pessoal

8 publicações neste tópico

Pretendo pedir um crédito pessoal entre 3000 e 4000 euros e para pagar em menos de um ano. Como nunca pedi um crédito na minha vida e sou leigo nesta matéria, alguem tem ideia qual o banco em Portugal que faz melhores condições??? O meu banco neste momento é caixa geral de depósitos, e os valor não são muito elevados alguém tem ideia se este tipo de crédito é um processo demorado a ser aprovado ? ? ?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pretendo pedir um crédito pessoal entre 3000 e 4000 euros e para pagar em menos de um ano.

Como nunca pedi um crédito na minha vida e sou leigo nesta matéria,

2. alguem tem ideia qual o banco em Portugal que faz melhores condições???

1. O meu banco neste momento é caixa geral de depósitos, e os valor não são muito elevados

alguém tem ideia se este tipo de crédito é um processo demorado a ser aprovado ? ? ?

1. Que dados pode disponibilizar para afirmar que os valores não são muito elevados no seu banco?

Experimente o activobank e o BPI.

2. Depende da relação que tem com o banco e das garantias que lhes pode fornecer!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia,

Se possivél gostaria que me pudessem esclarecer uma dúvida que  tenho, recentemente fiquei divorciado, mas tanto eu como a minha ex-mulher tínhamos pedido crédito à Cofidis.

No caso da renda da casa, cada um ficou com metade da dívida do crédito habitação, mas no caso da Cofidis, se for lá dizer que estou divorciado, será que não me pedem o pagamento total do crédito imediato, visto termos sido nós os dois a pedir?

Ou tal crédito ficaria dividido pelos dois a dívida em falta?

Obrigado

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Há algum risco de incomprimento de qualquer uma das partes?

Se não há, não vejo porque não continuam a pagar até ao final!...

Podem sempre questionar a respetiva entidade:

Telefone | fax - 21 761 18 90 | 21 761 38 07

E-Mail: cofidis@cofidis.pt

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Apenas não entrei em contacto com eles, pois não sei se ao explicar que fiquei divorciado, me peçam o dinheiro total do crédito de imediato.

Da minha parte não tenho problema, a minha ex-mulher já não sei.

Neste momento estou a suportar os custos totais das prestações, mas está-se a tornar insuportável, daí querer saber se poderia pedir a divisão visto estarmos divorciados.

Obrigado pela ajuda, mas realmente tenho mesmo de conseguir resolver o assunto

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Apenas não entrei em contacto com eles, pois não sei se ao explicar que fiquei divorciado, me peçam o dinheiro total do crédito de imediato.

...

Obrigado pela ajuda, mas realmente tenho mesmo de conseguir resolver o assunto

Para resolve ro assunto só falando com a Cofidis.

De qualquer forma, não é por dizeres que estás divorciado que te podem pedir logo o dinheiro todo de volta - enquanto continuares(em) a cumprir com os pagamentos, o contrato mantém-se. O contrato foi feito em nome dos dois, mas não está escrito em nenhuma cláusula que esses dois têm que ser casados, pois não?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Efetivamente o contrato já é antigo, e não sei onde o consultar.

Não sei se existe alguma clausula desse género.

Quando o fiz, coloquei o meu nome em primeiro e o segundo o nome dela.

Será por isso que tenha de ficar o total responsavel pelo crédito.

mais uma vez obrigado pela ajuda.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Efetivamente o contrato já é antigo, e não sei onde o consultar.

De certeza que a Cofidis tem essa informação.

Não sei se existe alguma clausula desse género.

Duvido

Quando o fiz, coloquei o meu nome em primeiro e o segundo o nome dela.

Será por isso que tenha de ficar o total responsavel pelo crédito.

Regra geral não faz diferença a ordem dos proponentes. São os dois solidariamente responsáveis pelo empréstimo.

Mantenho o que disse para trás - é ir falar com a Cofidis e ver se é possível fazer alguma coisa para cada um só ficar responsável pela sua metade. Não sendo, é falares com ela para garantir que ela te reembolsa de alguma forma do que andas a pagar por ela...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor