ABCD

Autoconsumo (RESP) de energia!

16 publicações neste tópico

Deixo uns links com informação sobre a possibilidade de "reduzir" (?) a fatura da eletricidade:

1. http://www.publico.pt/economia/noticia/governo-vai-permitir-producao-de-electricidade-para-autoconsumo-1668667#/12131pag-2

2. http://www.energlobo.pt/autoconsumo.html

Não sei se será necessário pagar alguma tarifa suplementar, mensalmente, para usufruir desta possibilidade!...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Alguém investiu, recentemente, nesta forma (RESP) de obtenção de energia?

Com a instalação, será preciso pagar alguma tarifa suplementar todos os meses?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Uma vez que fui relembrado da existência deste tópico, aproveito para acrescentar alguma informação.

Neste momento estou a pensar em investir num painel para autoconsumo. Atualmente existem kits para o efeito, a partir de 200W, com preços bastante aceitáveis.

Este assunto veio-me à atenção depois de uma reportagem na SIC, onde falam da empresa Boa Energia, que comercializa um kit de 250W por cerca de 420€.

http://sicnoticias.sapo.pt/programas/contaspoupanca/2015-03-18-A-energia-solar-compensa-

Embora o site deles esteja em remodelação, é possível ver lá alguma informação. A respeito de custos extra, até 1500W de potência instalada não é necessário registo, portanto não há custos a não ser os do equipamento.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Rui

adiciono tambem que é necessario atençao e alertar todos os que pensem nisto

Ao instalarmos um painel (ou mais), vamos gerar electricidade, que iremos usar na nossa casa, e de seguida o restante injectar na rede

Se enquanto estamos a usar, o contador nao conta nada

ao injetarmos na rede da EDP, existem contadores a contabilizar como se fosse consumo feito por nós

Já li casos disto.. eu mesmo estou à espera que a EDP explique como vai funcionar isto!

Nao quero investir uns 500€ e depois ter uma surpresa no fim do mês

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Parece-me que será uma questão a ter em atenção antes de avançar para qualquer solução apresentada quer por empresa particular ou pela própria EDP.

Com a instação é preciso pagar alguma tarifa mensal todos os meses?

Se injetar energia na rede, teremos de pagar uma tarifa suplementar que depois será subtraida ao valor de energia injetada?

Não é claro, para mim, que apenas haja custo no aparelho. Creio que deverá continuar a existir um contador e este deverá ser pago!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

segundo sei as entidades estao a ser questionadas...

sobre pagamentos mensais

ainda nao li nada sobre isso, nem fará grande logica acontecer

injectar na rede na pagas nada, quem ganha é a EDP (isto se o contador nao te contar isso)

Se leres mais, apenas existe o custo do painel solar+inversor

Mais um contador para?

Estarás a falar das microproduçoes? O topico é apenas de autoconsumo

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

segundo sei as entidades estao a ser questionadas...

sobre pagamentos mensais

ainda nao li nada sobre isso, nem fará grande logica acontecer

1. injectar na rede na pagas nada, quem ganha é a EDP (isto se o contador nao te contar isso)

Se leres mais, apenas existe o custo do painel solar+inversor

Mais um contador para?

2. Estarás a falar das microproduçoes? O topico é apenas de autoconsumo

1. Para "injetar" na EDP deve ser necessário um contador. E este deve ter umas taxas a pagar!...

2. Não sendo o autoconsumo suficiente (dias frios, por exemplo) é necessário ser "cliente" da EDP (não sei se será possível ser cliente de outra operadora no mercado...) e ter um contador. A dúvida está na forma como se processa a cobrança da leitura do contador. Paga-se o consumo da rede e o consumo próprio ou há forma de observar o desconto entre consumo da rede e consumo próprio?

Dúvida, semelhante à apresentada aqui:

...Se enquanto estamos a usar, o contador nao conta nada

ao injetarmos na rede da EDP, existem contadores a contabilizar como se fosse consumo feito por nós...

Se souber a resposta, entretanto, à dúvida que apresentou na EDP, disponibilize-a para que se perceba como funciona exatamente o processo.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

No regime de auto consumo não vale muito a pena pensar em injectar na rede. Nós temos a opção de pagar qualquer coisa como 20€ para registar a unidade e poder vender o excedente, mas que é tarifado ao preço da chuva. Qualquer coisa como 0,04€/kWh. Por isso o mais simples é não registar a unidade e não se vende nada à rede. Se houver excedente de energia, este é desperdiçado.

Logo o importante aqui é dimensionar os painéis de acordo com as necessidades de cada casa. Medir os consumos de aparelhos que estão sempre ligados (congeladores, frigoríficos, boxes, etc) e instalar a potência adequada. Ou então, para quem pode investir mais, acoplar um sistema com mais potência a um pack de baterias, que serve assim para abastecer melhor a casa.

As confusões do pagar x por mês prendem-se com a oferta da EDP para o autoconsumo, em que vendem um kit que custa 700 e tal euros, e que é pago em prestações mensais, na conta da eletricidade. Esta oferta só está disponível para clientes EDP.

Quem compra um kit noutra empresa como a Boa Energia tem apenas o custo à cabeça do kit. O microinversor do painel liga-se a uma tomada e começa a ser injectada energia que é utilizada na casa, em conjunto com energia da rede se a potência instantânea não for a suficiente.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O que o Rui escreveu é o que se passa, e é a info que tenho lido.

Nao existem obrigaçoes de instalar mais contadores em lugar algum para o autoconsumo, logo eliminamos as mensalidades de aluguer ABCD

E o que a EDP esta a fazer é a sobredimensionar as necessaides das habitaçoes pra ter mais energia à borla.

Nao existe qualquer incentivo para se se microprodutor actualmente, penso que a epoca do socrates é que rendeu a quem ivnestiu nisso. Acho.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E o que a EDP esta a fazer é a sobredimensionar as necessaides das habitaçoes pra ter mais energia à borla.

Sobredimensionar? Eu diria antes sobretarifar. O kit da EDP que custa 700 e tal euros tem a mesma potência  (250W) que o da Boa Energia, que custa 420€. Penso que na EDP já inclui montagem e na Boa Energia não. Mas no segundo caso é possível um DIY, que o kit vem com instruções de instalação.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O que o Rui escreveu é o que se passa, e é a info que tenho lido.

Nao existem obrigaçoes de instalar mais contadores em lugar algum para o autoconsumo, logo eliminamos as mensalidades de aluguer ABCD

E o que a EDP esta a fazer é a sobredimensionar as necessaides das habitaçoes pra ter mais energia à borla.

Nao existe qualquer incentivo para se se microprodutor actualmente, penso que a epoca do socrates é que rendeu a quem ivnestiu nisso. Acho.

É verdade, mas nessa altura os painéis custavam 20 mil, e tinhas de pôr para aquecimento das águas. Mesmo assim, para quem tinha dinheiro era compensador, pagou ao fim de 7 anos e agora tem energia À borla e ainda ganham alguma coisa.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É verdade, mas nessa altura os painéis custavam 20 mil, e tinhas de pôr para aquecimento das águas. Mesmo assim, para quem tinha dinheiro era compensador, pagou ao fim de 7 anos e agora tem energia À borla e ainda ganham alguma coisa.

Energia à borla é como quem diz. Continuamos a ter de pagar à EDP pela energia consumida. A energia produzida é uma fatura à parte a nosso favor. Depois dos 7 anos o preço a que se vende a energia baixa, e ao fim de mais uns anos baixa novamente.

Depois pode haver azares como eu tive recentemente em que depois de uma tempestade o inversor pifou e a companhia de seguros fugiu com o cú à seringa, arcando nós com uma despesa nada amigável. Tendo em conta que a minha localização não é ideal para o sol da parte da tarde, o retorno do investimento ficou mais longe agora.

Agora o aquecimento das água é que é óptimo e embora não tenha feito as contas penso que já recuperei o investimento nele.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Caros,

O autoconsumo é uma óptima medida de eficiência energética mas atenção que devem ter consumos durante o dia. De outra forma é deitar dinheiro fora.

Ouvi dizer que a LUZBOA (www.luzboa.pt) vai lançar uns kits de 250W que até podem ser montados pelo proprietário.

Eu sou cliente deles na electricidade e quando sair a oferta de kits acho que vou comprar. Começo com um de 250W e depois logo vejo se preciso de mais.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Sobredimensionar? Eu diria antes sobretarifar. O kit da EDP que custa 700 e tal euros tem a mesma potência  (250W) que o da Boa Energia, que custa 420€. Penso que na EDP já inclui montagem e na Boa Energia não. Mas no segundo caso é possível um DIY, que o kit vem com instruções de instalação.

volto a afirmar:

Sobredimensionar

Nao sou eu que o digo, sou eu que leio os relatos noutros foruns das propostas da EDP para os habitos de consumo das pessoas que os contactam.

E a bem ver voces acham estranho? Se eles tem a possibilidade de por mais 1 ou 2 paineis extra para terem mais essa energia de borla porque nao? O cliente se cair tudo bem... se nao cair, algum mais desinformado vai cair.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Caros,

O autoconsumo é uma óptima medida de eficiência energética mas atenção que devem ter consumos durante o dia. De outra forma é deitar dinheiro fora.

Ouvi dizer que a LUZBOA (www.luzboa.pt) vai lançar uns kits de 250W que até podem ser montados pelo proprietário.

Eu sou cliente deles na electricidade e quando sair a oferta de kits acho que vou comprar. Começo com um de 250W e depois logo vejo se preciso de mais.

Naturalmente que quando falei no dimensionamento correto estava a referir-me aos equipamentos que nunca desligamos. Um frigorífico consome pelo menos 130W, uma arca em média mais uns 60-100W. Tendo em conta que um painel de 250W não estará a dar sempre o máximo, parece-me que para qualquer pessoa 1 kit de 250W pouco desperdício de energia terá.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
A ‎03‎/‎04‎/‎2015 at 12:30, ruicarlov disse:

 

Naturalmente que quando falei no dimensionamento correto estava a referir-me aos equipamentos que nunca desligamos. Um frigorífico consome pelo menos 130W, uma arca em média mais uns 60-100W. Tendo em conta que um painel de 250W não estará a dar sempre o máximo, parece-me que para qualquer pessoa 1 kit de 250W pouco desperdício de energia terá.

Boas

        um painel de 250w nunca produz 250w porque existem perdas, e só produz o seu maximo quando o sol esta no seu ponto mais alto , há que ter isso em conta, antes de se começar a instalar paineis ,é sempre mais rentavel substituir electrodomesticos que estejam ligados todo o dia como arcas e frigorificos , para dar um exemplo , um frigorifico com 8 a 10 anos consume quase o dobro de um actual com a mesma capacidade

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor