solucao

Dedução de Productos que são consumidos pelos funcionários

6 publicações neste tópico

Boa Noite

Tenho um empresa que se dedica à exploração de uma papelaria numa universidade.

Além das habituais revistas e jornais também vendemos café, águas e outros productos com grande procura na universidade.

Alguns destes productos são consumidos pelos funcionários da loja durante o periodo de expediente (com aprovação da gerencia claro).

A minha questão é: como declaro estes productos as finanças? O nosso contablista acha que devemos dar entrada deles (com o consequente aumento de stock no sistema) e depois "vender" ao funcionario a preço de custo para não pagarmos IVA. Eu acho isto parvo porque isso significa que estou a dizer às finanças que recebemos dinheiro e vendemos productos que na realidade se destinaram a ser oferecidos aos funcionários.

Haverá forma de os declarar como custo de actividade? (à semelhança da divulgação, artigos de limpeza para a loja e assim)

Desde já obrigado

Fernando Fraga

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Em que é que as águas ou o café devem ser tratados de forma diferente do papel ou dos cadernos?

Não percebi a dúvida...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A minha dúvida é se devem ser tratados como despesas da actividade ou se devem ser tratados como productos normais e vendidos a preço de custo.

Todos os producos que a empresa utiliza mas que não comercializa (como flyers para publicidade, papel para imprimir as facturas, etc) têm sido apresentados às finanças apenas como despesa da papelaria.

A minha questão é se devo fazer o mesmo com os cafés e águas ou se devo lançar no meu sistema informático como se os fosse vender e depois emitir uma factura com eles para "sairem" dos meus stocks. É claro que esta factura seria a preço de custo para não pagar IVA que não estou a receber

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

A minha dúvida é se devem ser tratados como despesas da actividade ou se devem ser tratados como productos normais e vendidos a preço de custo.

Todos os producos que a empresa utiliza mas que não comercializa (como flyers para publicidade, papel para imprimir as facturas, etc) têm sido apresentados às finanças apenas como despesa da papelaria.

A minha questão é se devo fazer o mesmo com os cafés e águas ou se devo lançar no meu sistema informático como se os fosse vender e depois emitir uma factura com eles para "sairem" dos meus stocks. É claro que esta factura seria a preço de custo para não pagar IVA que não estou a receber

Assumindo que esses consumos internos não têm um carácter significativo, não há necessidade de facturar, uma vez que não se configura uma transmissão de bens (nº 7 do art 3 do CIVA). Na prática é o que acontece em todas as empresas que disponibilizam café para os funcionários, não é pela vossa empresa também comercializar café (por acaso) que isso muda.

De qualquer forma, deve esclarecer melhor o tema junto do seu contabilista.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Peço desculpa - da primeira vez que li o problema, não sei porquê, li que os produtos eram consumidos pelos funcionários da universidade com o acordo da gerência e por isso é que não estava a perceber nada da pergunta  ::)

Concordo com os dois: se os produtos são para consumo interno da empresa, não me parece que se deva declarar esses produtos como vendas. Isso iria afetar o voluma de vendas e, em último caso, o IRC a pagar (o contabilista que tente explicar como é que isso não seria assim)

Agora, talvez para facilitar as contas, as próprias compras podem (devem) ser feitas à parte - ser descontadas aos stocks de produtos para venda (ou, melhor, nem sequer lá ser incluídas em primeiro lugar).

P.S: Produto e Fatura não tinham 'c' antes do acordo ortográfico, não lho tentem meter agora :P

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

P.S: Produto e Fatura não tinham 'c' antes do acordo ortográfico, não lho tentem meter agora :P

Factura tinha "c" antes do acordo, agora é que deixou de ter.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor