zero

Compra de casa

10 publicações neste tópico

Situaçao: Neste momento pago 250€ por aluguer de quarto em lisboa, já estou nessa situaçao ha dois anos. Portanto gastei 6000€.

Acontece que agora vai vencer um Deposito de cerca de 35.000, sendo que com facilidade consigo juntar cerca de 50.000€ a pronto, para pagamento. No entanto apenas me rendem cerca de 2% liquidos, se forem investidos.

A minha questão é, devo considerar a compra de casa, um T1 pequeno, e assim adquirir o meu primeiro imovel antes dos 30, ou devo continuar a pagar os 250€?

-O que é certo é que comprando casa, iria deixar de pagar 3000€.

-Investindo os 50.000€ a 2% liquidos iria obter cerca de 1000€.

O que me falta considerar para tornar esta simulacao mais realista? Outros custos da compra da casa? Podem ajudar-me?

Assim a primeira vista, parece-me que a compra da casa é de longe a opçao melhor, mas nao devo estar a considerar todos os factores.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estás a pensar recorrer ao crédito ou comprar a pronto uma casa que custe até 50.000€? Se for com recurso ao crédito não te esqueças que terás uma prestação a pagar, em boa parte de juros, e os seguros.

Relativamente a outros custos tens o IMT no momento da compra (se forem os tais 50.000€, à partida, até nem pagas nada), e o IMI a pagar todos os anos sobre o valor patrimonial do imóvel (mas podes pedir isenção deste durante os primeiros anos).

Passas a ser tu a suportar todos os custos de manutenção do imóvel (limpeza, obras, condomínio, seguro obrigatório contra incêndios, etc) que suponho agora não tenhas. Num primeiro instante provavelmente terás também custos com o recheio da casa (mobília, utensílios de cozinha, eletrodomésticos, toalhas, lençois, etc)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Estás a pensar recorrer ao crédito ou comprar a pronto uma casa que custe até 50.000€? Se for com recurso ao crédito não te esqueças que terás uma prestação a pagar, em boa parte de juros, e os seguros.

Relativamente a outros custos tens o IMT no momento da compra (se forem os tais 50.000€, à partida, até nem pagas nada), e o IMI a pagar todos os anos sobre o valor patrimonial do imóvel (mas podes pedir isenção deste durante os primeiros anos).

Passas a ser tu a suportar todos os custos de manutenção do imóvel (limpeza, obras, condomínio, seguro obrigatório contra incêndios, etc) que suponho agora não tenhas. Num primeiro instante provavelmente terás também custos com o recheio da casa (mobília, utensílios de cozinha, eletrodomésticos, toalhas, lençois, etc)

Seria sem recurso a credito. O tecto para a compra é que seria nessa ordem de valores. Possivelmente iria era ficar descapitalizado. Praticamente 90% do patrimonio investido na compra.

Entao na sua opiniao, compensa qual das situações?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Tendo em conta as despesas iniciais (registos, impostos, recheio da casa) e a necessidade de guardar algum dinheiro de lado para alguma eventualidade, então eu diria que esse teto baixava para uns 40.000€...

Dizes que tens menos de 30 anos. Daqui a uns anos talvez arranjes companhia, filhos, um novo emprego noutro sítio... será que nessa altura não te vai fazer jeito o dinheiro que estás a "empatar" agora? E será que se quiseres vender a casa comprada por 40.000€, que a consegues vender por um preço igual ou superior?

Estas coisas não são tão facilmente quantificáveis mas achas que valem mais ou menos que os tais 2.000€ de diferença das tuas contas?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bom dia.

A comprar a casa, a minha ideia a medio/longo prazo seria o arrendamento, nao vende-la. Até porque esta seria possivelmente a primeira de varias casas, pelo menos tenho esse objectivo.

A questão que me esta a deixar com interesse na aquisicao da casa, é que se dizem que a melhor forma de investir é reduzir o endividamento, eu parece-me que que a segunda talvez seja, uma vez que nao dependo do credito, deixar de andar a pagar rendas, que basicamente e dinheiro a fundo perdido.

A minha ideia vai ser procurar algum negocio com -30%/40%/50% sobre o preço pedido e tentar fazer um bom negocio na compra.

Outra coisa que nao sei muito bem avaliar é o preço 'real' da casa. Ha algum site com o preço por metro quadrado face a zona ou algo do genero?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Outra coisa que nao sei muito bem avaliar é o preço 'real' da casa. Ha algum site com o preço por metro quadrado face a zona ou algo do genero?
Tenho ideia que a imovirtual apresenta informação desse género.

De qualquer forma depende de muitos fatores como a idade da casa, o nível de conforto da mesma ou a pressa que o dono tenha em vender... Só comparando com anúncios semelhantes é que dá para ficar com a sensação se é um bom preço ou não.

A comprar a casa, a minha ideia a medio/longo prazo seria o arrendamento, nao vende-la. Até porque esta seria possivelmente a primeira de varias casas, pelo menos tenho esse objectivo.

A questão que me esta a deixar com interesse na aquisicao da casa, é que se dizem que a melhor forma de investir é reduzir o endividamento, eu parece-me que que a segunda talvez seja, uma vez que nao dependo do credito, deixar de andar a pagar rendas, que basicamente e dinheiro a fundo perdido.

Sempre tive a ideia que é mais fácil fazer dinheiro tendo dinheiro disponível do que investindo-o em bens.

Mas se achas que essa é a melhor estratégia a seguir para o teu caso pessoal força nisso - não há soluções perfeitas, o que interessa é acima de tudo ter uma estratégia bem pensada...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Existe alguma vantagem negocial tendo o argumento de pagar a pronto sem recorrer ao credito?

Isto para o vendedor particular da casa.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Existe alguma vantagem negocial tendo o argumento de pagar a pronto sem recorrer ao credito?

Isto para o vendedor particular da casa.

Para quem vende acaba por ser indiferente pois recebe a totalidade quer o comprador faça um PP ou recorra ao crédito. O vendedor ganha na rapidez com que se dá inicio ao processo e sabe que aquela oferta não está dependente de uma aprovação de um crédito.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Não compre um T1 pequeno.

Faça os possíveis para, no mínimo comprar um T2 mesmo que mais antigo ou a precisar de obras pois a médio prazo verá que é sempre melhor opção nem que não seja porque não terá necessidade de mudar de casa tão rápido. Recorra eventualmente a um crédito de apoio mas não adquira um andar muito pequeno.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

40k são para a mobilia :)

Faz sentido tamanha descapitalização para um activo pouco liquido como um imovel?

A propriedade traz muitos custos, os já referidos e mais seguros, mas para mim o principal incoveniente é a falta de liquidez.

Mesmo faloando no mercado de arrendamanto, o IRS sera de 28% sobre as rendas mas custos e riscos, o que vai dar um rendimento semelhante aos 2% do deposito.

A sociedade fez com que o ter cimento seja visto como algo grandioso.. quando na verdade so faz sentido como diversificação numa pequna % do patrimonito (ex 50k, seriam <10% do seu patrimonio..)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead