ringsteken

Justificar Despesas

5 publicações neste tópico

Bom dia,

Peço desculpa se este não é o tópico para este assunto mas eu sou um nabo com estas coisas de finanças por isso mais uma vez peço desculpa se estou no lugar errado.

A minha dúvida é a seguinte, e agradeço desde já qualquer ajuda. Eu trabalho numa empresa com contrato. No entanto certa parte da remuneração é variável e por isso foi-me pedido que arranjasse facturas (combustível, etc) para essa parte variável de modo a que a empresa possa justificar esse dinheiro e me o pague. Tenho também uma actividade iniciada nas finanças, relacionada com a área da empresa onde trabalho, e gostaria de saber se posso passar factura-recibo para justificar a parte variável em vez de andar aí à caça de facturas.

Obrigado mais uma vez.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Se passares uma fatura em teu nome, estás a dizer que recebeste esse rendimento pela via de trabalhador independente. A empresa vai dizer que to pagou enquanto trabalhador da empresa (dependente).

Resultado, arriscas ter que declarar o rendimento duas vezes e pagar muito mais de imposto. Não te metas nisso.

Se bem percebi a empresa vai-te pagar esse dinheiro como se de ajudas de custo se tratasse, é isso? E não conta para impostos nem para segurança social. Ou seja, fuga ao fisco com a conivência do trabalhador :P

E essas faturas não tinham de ser em nome da empresa?

No meu primeiro trabalho também tinham esse esquema, mas o certo é que eu poucas faturas entreguei (já nem me lembro se cheguei a entregar alguma) e a verdade é que sempre me pagaram a tal parte variável. Mas também a empresa acabou com esse esquema alguns meses depois de eu ter começado a trabalhar lá...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Obrigado pela resposta.

Sim, as facturas são passadas com o nome e nif da empresa.

Seria possível à empresa pagar uma parte enquanto trabalhador dependente e outra parte como independente, ou isso é de todo impossível?

Mais uma  vez, obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites
Seria possível à empresa pagar uma parte enquanto trabalhador dependente e outra parte como independente, ou isso é de todo impossível?
É possível mas não é "interessante".

O que a empresa está a tentar fazer é só ter de pagar pelo teu salário base justificando o resto do teu salário (a tal parte variável) como ajudas de custo para despesas que terias tido à conta dela (ou seja, supostamente está a reembolsar-te de custos que tiveste que ser tu a suportar por estares a trabalhar para a empresa - como quando a empresa paga o transporte para uma reunião noutro local ou o almoço que se teve de ter fora do local habitual porque se foi visitar um cliente).

Mas uma empresa que tenha um trabalhador independente que só trabalha para ela continua a ter que fazer alguns pagamentos por conta dele à SS. E isso eles provavelmente não querem. Mas não perdes nada em perguntar...

Na prática, no meio de tudo isto o principal prejudicado és tu, porque se precisares um dia de recorrer ao subsídio de desemprego ou quando for calculada a tua reforma, esses apoios serão calculados com base no teu salário base, sem entrar em conta com a tal componente variável...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Maus uma vez obrigado pela resposta rápida e completa pauloguia.

Vou então falar com o responsável e tentar resolver a situação. Se tiver boas notícias digo qualquer coisa.

Obrigado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead