hsfarao

Cheques "não à ordem"

33 publicações neste tópico

Não admira que cada vez menos estabelecimentos aceitem cheques. É um meio de pagamento altamente complexo, sujeito a fraudes e que oferece [cada vez] menos garantia.

Ainda assim, acredito que para determinados ramos seja uma ferramenta útil. Mas já está na altura dos bancos arranjarem algo melhorzinho.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas já está na altura dos bancos arranjarem algo melhorzinho.

E arranjaram - cartões multibanco, transferências bancárias, débitos directos, etc ;)

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

E arranjaram - cartões multibanco, transferências bancárias, débitos directos, etc ;)

É verdade, embora não sejam substitutos directos. Ninguém paga um contrato promessa de compra e venda com um cartão. Mesmo com uma transferência não é fácil, pois parece que não há uma "troca" directa.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Aqui na minha cidade aconteceu algo que ainda não tinha visto, fala-se muito em falsificações de cheques mas na verdade nunca tinha visto nenhum com os meus próprios olhos, então numa certa noite os marcos dos CTT foram assaltados, então parece que envelopes que tinham cheques lá dentro foram adulterados, isso aconteceu com um cliente do escritório onde trabalho, conseguiu entretanto anular o cheque que já tinha sido depositado, a surpresa é esta, o cheque foi passado a uma empresa (fornecedor) por valores a rondar os 300 € (não me recordo da quantia certa) e quem o adulterou conseguiu por a moda quantia de 18.000€ passado a uma senhora qualquer, eu vi as copias dos cheques antes e depois e parece impossivel aquilo acontecer, porque não se nota rigorosamente nada em termos de rasuração, parece mesmo que foi realmente passado naquela quantia e naquele nome, como se faz eu não sei, só sei que foi possível, e que foi depositado.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

É uma alteração enorme, de facto. É que a descrição textual de 300 é totalmente diferente de 18 000.

Há algum tempo fala-se de uns componentes que só apagavam a tinta de esferográfica, mas não tenho a certeza se era ou não verdade.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Pedro eu se não visse não acreditava, como se faz não sei, eu também cheguei a ouvir de umas canetas em que a tinta desaparecia, mas neste caso não o foi, porque quem passou o cheque foi mesmo da empresa e ninguem alheio, uma coisa aprendi, cheques pelo correio é de evitar, e se for mesmo necessário entregar a carta directamente ao balcão e não por nos marcos, principalmente naqueles que estão na rua.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

"Para maior segurança na utilização de cheques, o BPI passará a incluir na sua oferta uma nova modalidade de cheque: o cheque não à ordem. Estes novos cheques caracterizam-se por não permitir o endosso, isto é, não podem ser transmitidos a terceiros e por isso apenas poderão ser levantados ou depositados pelo destinatário original. Estes cheques apresentam também a vantagem de serem mais baratos que os cheques à ordem. Requisite os seus cheques não à ordem, a partir de 1 de Março de 2009, em qualquer Balcão BPI ou, caso seja aderente do BPI Net/BPI Directo, em www.bpinet.pt ou através do número 808 200 500."

Esta informação foi retirada do Extrato Digital do BPI.

Quanto ao preço não vi informação no site, no entanto tomando como exemplo um módulo de 20 cheques cruzados, actualmente fica por € 4,00, se enviados para casa, por isso terá que ter um valor inferior.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

"Para maior segurança na utilização de cheques, o BPI passará a incluir na sua oferta uma nova modalidade de cheque: o cheque não à ordem. Estes novos cheques caracterizam-se por não permitir o endosso, isto é, não podem ser transmitidos a terceiros e por isso apenas poderão ser levantados ou depositados pelo destinatário original. Estes cheques apresentam também a vantagem de serem mais baratos que os cheques à ordem. Requisite os seus cheques não à ordem, a partir de 1 de Março de 2009, em qualquer Balcão BPI ou, caso seja aderente do BPI Net/BPI Directo, em www.bpinet.pt ou através do número 808 200 500."

Obrigado pelo esclarecimento  ;D

No mês passado fiz um levantamento de cheques numa CAT (máquinas de self Service da Rede interna do Grupo) do BCP e quando vi que eram "não à ordem" confesso que fiquei um pouco confusa....

A verdade é que, pelo menos no caso do BCP, os cheques "não à ordem" são os únicos que podem ser requisitados para levantamento imediato numa CAT.

Relativamente ao preço, a diferença é de -0,50€ para os cheques "à ordem".(http://www.millenniumbcp.pt/ajuda/Contas/precario/article.jhtml?articleID=34088

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Além disso existe também a opção de escrever "levar em conta" no cheque, o que impede o cheque de ser levantado em numerário (acho eu).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Além disso existe também a opção de escrever "levar em conta" no cheque, o que impede o cheque de ser levantado em numerário (acho eu).

Julgo que se usa pouco. Este tipo de cheque tem de ser obrigaroriamente depositado, sendo o pagamento efectuado por transferência entre contas. Como dizes o sacador deverá inscrever transversalmete, na frente do cheque, a expressão "para levar em conta".

Nunca vi nenhum. O que acabo de citar está/estava na Lei Universal sobre Cheques (L.U.C)  ??? ???

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Além disso existe também a opção de escrever "levar em conta" no cheque, o que impede o cheque de ser levantado em numerário (acho eu).

Isso não é o mesmo que um cheque cruzado?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Aqui na minha cidade aconteceu algo que ainda não tinha visto, fala-se muito em falsificações de cheques mas na verdade nunca tinha visto nenhum com os meus próprios olhos, então numa certa noite os marcos dos CTT foram assaltados, então parece que envelopes que tinham cheques lá dentro foram adulterados, isso aconteceu com um cliente do escritório onde trabalho, conseguiu entretanto anular o cheque que já tinha sido depositado, a surpresa é esta, o cheque foi passado a uma empresa (fornecedor) por valores a rondar os 300 € (não me recordo da quantia certa) e quem o adulterou conseguiu por a moda quantia de 18.000€ passado a uma senhora qualquer, eu vi as copias dos cheques antes e depois e parece impossivel aquilo acontecer, porque não se nota rigorosamente nada em termos de rasuração, parece mesmo que foi realmente passado naquela quantia e naquele nome, como se faz eu não sei, só sei que foi possível, e que foi depositado.

Situações dessas acontecem diariamente... eu não meto um cheque meu num marco de correio, por nada deste mundo.

"Para maior segurança na utilização de cheques, o BPI passará a incluir na sua oferta uma nova modalidade de cheque: o cheque não à ordem. Estes novos cheques caracterizam-se por não permitir o endosso, isto é, não podem ser transmitidos a terceiros e por isso apenas poderão ser levantados ou depositados pelo destinatário original. Estes cheques apresentam também a vantagem de serem mais baratos que os cheques à ordem. Requisite os seus cheques não à ordem, a partir de 1 de Março de 2009, em qualquer Balcão BPI ou, caso seja aderente do BPI Net/BPI Directo, em www.bpinet.pt ou através do número 808 200 500."

Isto de pouco serve, já que actualmente os cheques roubados não estão a  ser endossados a terceiros, estão a  ser falsificados e assim são de imediato levantados por quem os falsificou.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Isso não é o mesmo que um cheque cruzado?

A mesma coisa não deve ser, mas o objectivo é o mesmo - reduzir os riscos de extravio, roubo ou falsificação.

Não sei a diferença  ??? Quem sabe?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Um cheque cruzado possibilita o endosso, apenas proíbe o levantamento imediato levando ao deposito em conta.

Já os cheques "não à ordem" não permitem o endosso.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Bem, devo confessar que desconhecia totalmente essa forma de funcionar dos cheques (sou rapaz novo e ingénuo).

É que do meu ponto de vista é totalmente absurdo que o modo 'normal' dos cheques não seja só poderem ser levantados/depositados pelo destinatário, e que o caso excepcional fosse sim o de poderem ser levantados por outros...

Já agora, como é que os burlões fazem para levantar um cheque com outro nome qualquer? Não fica pelo menos registada a sua própria identidade?

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O acto de endossar algo é muito antigo, tanto que ainda hoje é extremamente usado.

No entanto, antigamente, era comum que se endossa-se cheques a terceiros, pois a relação das pessoas com a Banca não estava muito generalizada.

Havia muita gente sem conta bancária que só conseguia aceder ao valor do cheque através do endosso a uma terceira pessoa.

E muitas outras razoes existem...

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O acto de endossar algo é muito antigo [...]

Havia muita gente sem conta bancária que só conseguia aceder ao valor do cheque através do endosso a uma terceira pessoa.

Confirmo:

A minha avó era comerciante numa pequena aldeia e as pessoas iam à sua mercearia para receber os cheques, em vez de ir aos bancos... muitas dessas pessoas nem tinham contas!

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas afinal como se pode passar esses cheques "não à ordem", sabem-me dizer?

A CGD recomenda que se passem os cheques assim, mas não explica como e também não existe a possibilidade de pedir cheques "não à ordem" (pelo menos online).

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Mas afinal como se pode passar esses cheques "não à ordem", sabem-me dizer?

O preenchimento é normal e os cheques também, onde diz à ordem de------------------- escreve-se o nome da pessoa a quem deve ser pago o cheque, seguido de vírgula e da clausula não à ordem. Estranho, não?

Nunca vi nenhum mas tenho aqui um livro à minha frente com um preenchido:

      à ordem de António Silva Araújo, não à ordem   ???

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

O preenchimento é normal e os cheques também, onde diz à ordem de------------------- escreve-se o nome da pessoa a quem deve ser pago o cheque, seguido de vírgula e da clausula não à ordem. Estranho, não?

Nunca vi nenhum mas tenho aqui um livro à minha frente com um preenchido:

      à ordem de António Silva Araújo, não à ordem   ???

Gracias.

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só falta acrescentar que deves traçar o "à ordem"

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Só falta acrescentar que deves traçar o "à ordem"

Há algum documento oficial que conheçam onde esteja todos esses procedimentos? Só pergunto porque acredito que há muito boa gente que deve achar estranho se lhe dermos um cheque cheio de "correcções".

0

Partilhar esta publicação


Link para a publicação
Partilhar noutros sites

Este conteúdo terá de ser aprovador por um moderador

Visitante
Está a comentar como Visitante. Se já se registou, por favor entre com o seu Nome de Utilizador.
Responder a este tópico

×   Colou conteúdo com formatação.   Remove formatting

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead