Pesquisar na Comunidade

A apresentar resultados para as etiquetas 'fundos'.



Mais opções de pesquisa

  • Procurar por Etiquetas

    Escrever etiquetas separadas por vírgulas, que representam o tema específico do tópico. Exemplos: "irs", "acções", "descontos", "férias".
  • Procurar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Finanças
    • Créditos
    • Bancos
    • Seguros
    • Imóveis
    • Incumprimento e Penhoras
    • Poupar dinheiro
    • Investimentos
  • Fiscalidade e Trabalho
    • Impostos
    • Segurança Social
    • Direitos do trabalhador
    • Trabalho por conta própria
    • Heranças
  • Geral
    • Apresentações
    • Diversos
  • Fórum
    • Regras

7 resultados encontrados

  1. Boa tarde, Estava a fazer contas e surgiram-me várias dúvidas no cálculo de rentabilidade de uma carteira de fundos/acções/investimentos... pelo que venho pedir a vossa ajuda para esclarecer estas dúvidas. Pressupostos: 3 activos diferentes subscrição em momentos distintos reforço de um dos activos (AA) Considerando os montantes iniciais, intermédios e finais conforme está na imagem (tentei colocar valores redondos para facilitar as contas e interpretação) 1 - Qual a forma mais correcta de calcular o ganho de um determinado activo no ano do investimento? Exemplo: para o activo AA qual o rendimento no ano 2014 ? (Vfinal/Vinicial) -1 ou ((Vfinal/Vinicial) )^(365/DiasdoInvestimento)-1 2 - Como calcular o ganho num determinado ano quando existem reforços no mesmo activo ou investimento em activos novos? Exemplo: como calcular o ganho no ano 2015 da totalidade da carteira de investimento ? (Vfinal/(Vinicial + Reforco1 + Inv1 + Inv2 )) -1 Desta forma não é considerado o tempo do investimento... apenas valores absolutos... Provavelmente estou a confundir e/ou misturar conceitos .... Deixo o ficheiro para poderem verificar as formulas que usei https://docs.google.com/spreadsheets/d/11Q42_X85TS4TCE5fiOMytSz8OntlZAtQYttMeb1DzGQ/edit?usp=sharing Obrigado
  2. Boas, Sou novato no mundo de investimentos. Comecei em 2013 com a subscrição de obrigações EDP, FCP e SLB sendo que atualmente apenas tenho obrigações do Grande Sporting. Pretendo aumentar a minha carteira mas estou indeciso sobre se devo apostar em novas obrigações ou optar por outras opções como Certificados do Tesouro Poupança Mais e/ou ETFs que ainda não intendo completamente como funcionam. Sendo que apenas posso investir 2000 euros, O que recomendam? Obrigado
  3. Olá Pessoal do Forum: Gostaria de saber a vossa opinião acerca de dois fundos nos quais estou a pensar investir...o objectivo do investimento é essencialmente a preservação de capital e obtenção de algum rendimento, pelo que suponho eu prefiro que o dinheiro fique investido em fundos com pouca volatilidade....Como tal estava a pensar investir em Fundos Mistos ou de Obrigações convertíveis. Vejam estes fundos MFS Meridian Prudent Wealth A1 USD http://www.morningstar.pt/pt/funds/snapshot/snapshot.aspx?id=F000001K1W Schroder ISF Glbl Convert Bd B USD Acc http://www.morningstar.pt/pt/funds/snapshot/snapshot.aspx?id=F000001GIP Na Vossa opinião e dentro do objectivo de investimento que proponho, em que tipos de fundo devo aplicar? Estes parecem-me bem, mas gostaria que me dessem a vossa opinião se existem algum fundos melhores...O valor a investir seriam aproximadamente 4000 euros Obrigado
  4. Boa tarde, Ao simular o IRS deparei-me com algumas dúvidas e venho através do fórum solicitar auxílio/opinião. 1) Tenho um PPR que foi adquirido com o objectivo de ser um "fundo de investimento" com vantagens fiscais. Não tive em linha de conta as deduções que seriam (provavelmente) feitas todos os anos, mais sim o facto de ser taxado a 8,6% se mantivesse o PPR por mais de 8 anos e um dia. No entanto, apercebi-me agora, santa inocência, que reforçar o PPR todos os anos (caso houvesse possibilidade) até atingir o valor máximo a ser deduzido (400€ até 35 anos se não me engano), poderia ser uma boa estratégia de investimento. Perante este cenário aparecem-me 2 problemas: a) Não me parece a melhor opção "atrelar-me" a um PPR que não é mais que um FIGA, a longuíssimo prazo. b ) Planeio emigrar no decorrer do presente ano, pelo que, em princípio, deixarei de preencher IRS em Portugal. Nesse sentido, poderia vir a ser um problema ter dinheiro "preso" no país. Dito isto, custa-me prescindir de 400€. Posto este cenário e baseado na vossa experiência, o que acham? 2) Subscrevi alguns FIGA. Podem indicar-me sff, se a forma de inserção dos mesmo no IRS já está estabelecida. Se sim, como posso fazê-lo? 3) Efectuei a transacção de um ETF na DeGiro que culminou em menos-valias. É necessário efectuar qualquer tipo de indicação no IRS? Agradeço desde já a ajuda e auxílio prestados. Muito Obrigado
  5. Viva, Sou completamente newbie em FI's e só começo agora a ler algo sobre o assunto. Conseguem indicar algumas referências rápidas para me por a par dos conceitos? Em termos de perfil, pretendo algo para investir um valor muito reduzido (máximo 5k) mas pode ser com risco elevado, e será para longo prazo. Vi estes dois (que já percebi serem muito diferentes em termos de produto):https://www.deco.proteste.pt/investe/alves-ribeiro-ppr-s671740.htm# e https://www.deco.proteste.pt/investe/optimize-europa-valor-s4996104.htm Agradeço a ajuda. Bom ano!
  6. Boas, O meu avô não percebe grande coisa de investimentos (basciamente faz o que a gestora de conta sugere), mas ainda assim tem um valor considerável investido. Tem agora €60k que não estão aplicados, e gostava de os por a render minimamente. O objectivo principal é a segurança do capital, não os lucros. Portanto ele está à procura de algo seguro, mesmo que com taxas baixas. O que sugerem? A conta principal é no MillenniumBCP, mas não está excluída a transferência para outro banco. A gestora sugeriu-lhe o seguinte produto: Seguro Millennium Trimestral 2015 10 Anos 4.ª Série (Não normalizado). Opiniões? Obrigado!
  7. Foi-me sugerido pelo meu gestor de conta do santander investir em fundos "select defensivo" que têm gestão do próprio banco. É a 1ª vez que intervenho neste forum, e sendo um investidor com perfil de risco moderado/baixo, gostaria que me dessem a vossa opinião ou então outras sugestões.