Ir para o conteúdo

Leaderboard

The search index is currently processing. Leaderboard results may not be complete.

Conteúdo Popular

A apresentar conteúdo com maior reputação em 25-09-2017 em todas as áreas

  1. 1 point
    Se realmente os problemas só começaram depois da morte da sua mãe, no meu entendimento não estou a ver como pode o banco cair em cima dos outros herdeiros. A fiança extingue-se com a morte do fiador. O que passa para os herdeiros são os valores que o fiador já foi chamado a pagar antes da sua morte. Mas de momento não estou a conseguir encontrar quais os artigos do código civil que dizem isso.
  2. 1 point
    Se juntaste capital que te permite concretizar ambições, então força. Também já viajei bastante e não me arrependo das viagens que fiz. O meu ponto anterior é sobre pensar-se que o lazer só se consegue com atividades pagas. Fazer uma ou duas viagens anuais, havendo capital próprio para isso, parece-me perfeitamente natural. Mas durante o resto do ano pode-se complementar com atividades locais ou regionais, e aí pode já haver alguma oferta gratuita ou de baixo custo. O dinheiro possibilita muito lazer, mas nem todo o lazer requer dinheiro. Além das necessidades financeiras concretas, penso que se deve em grande parte a falta de disciplina. Pessoas que conseguiam viver com uma redução de x% no vencimento mensal e ainda fazer frente às necessidades, mas não são capazes de poupar esses x% ("fingir que ele não chegou") e viver com o restante. A poupança é um conceito relativamente abstrato. Quem a faz não vê no curto/médio prazo qualquer benefício concreto. Por outro lado, usar capital acumulado numas férias é uma vantagem imediata e concreta. Logo muito mais apelativo. São opções pessoais. Só não venham com a conversa de que só quem gasta abundantemente em lazer "vive a vida". Para mim "vive-se a vida" quando se disfruta da vida que se tem, seja ela como for. Uns precisarão de mais capital para isso do que outros.
  3. 1 point
    O mundo tem 50% USA. Considero-os por isso portfolios globais e não americanos. Sobre previsões euro dólar não faço muitas. Há um ano toda a gente dizia que ia para paridade... eu sei lá!! Só posso gerir o que controlo, o que infelizmente não inclui a taxa de câmbio
×
FinancasPessoais.pt

Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:

Não mostrar mais esta caixa