Leaderboard


Conteúdo Popular

A apresentar conteúdo com maior reputação em 30-03-2017 em todas as áreas

  1. 1 point
    Fiz um exercício em que comparei 2 cenários, para ver se da próxima vez faço as coisas melhor. Queria comparar dois tipos de entrada para tirar partido de volatilidade no mercado, numa tentativa de aproveitar dips ou correções. Falo claro de fundos 100% acções. Então, no cenário 1, simulei uma entrada All-in no primeiro dia da semana, neste caso usei o dia 21 deste mês. No cenário 2, simulei uma entrada dividida pelos 5 dias da semana, cada dia com montantes iguais. Avaliei os resultados na 2ª feira seguinte, dia 27. No cenário 1 (All in), a perda foi de -1,62%. No cenário 2 (Faseado), a perda foi de -0,68%. A conclusão que se tira é que diluindo, minimiza-se o risco (e o potencial de ganho). E como é muito difícil antecipar os mercados, fazer um all-in é precisamente isso, apostar tudo numa jogada de sorte. Cabe a cada um saber avaliar o seu perfil de investidor para saber se é um tipo que "tem uma boa fezada" ou se é um tipo mais cauteloso que "grão a grão enche a galinha o papo". Eu em particular já me dei bem num cenário de all-in (Brexit), mas desta vez dei-me mal. Diria que para nós, meros curiosos destas matérias, e claro, consoante os montantes, julgo ser mais acertado fasear as entradas, quando se trata de aproveitar um momento de mais volatilidade, como foi o caso deste da semana passada.