Fóruns

  1. Finanças

    1. Créditos

      Créditos habitação, automóvel, pessoal, ao consumo e afins

      13.429
      publicações
    2. 12.567
      publicações
    3. Seguros

      Seguros de saúde, automóvel, vida, multi-riscos, acidentes pessoais e todos os outros

      1.161
      publicações
    4. 857
      publicações
    5. 4.208
      publicações
    6. 24.626
      publicações
    7. 30.012
      publicações
  2. Fiscalidade e Trabalho

    1. Impostos

      IRS, Segurança social, IMT, IMI e simuladores fiscais

      27.288
      publicações
    2. Segurança Social

      Subsídios, pensões, abonos e outras contribuições de carácter social

      640
      publicações
    3. 1.157
      publicações
    4. Trabalho por conta própria

      Trabalhadores independentes, ENIs e micro e pequenas empresas

      706
      publicações
    5. 2.240
      publicações
  3. Geral

    1. Apresentações

      Quem és, de onde vens e para onde vais?

      705
      publicações
    2. Diversos

      Para falar de tudo o resto

      10.671
      publicações
  4. Fórum

    1. Regras

      Regras do fórum

      2
      publicações
  • Estatísticas de Utilizadores

    21.846
    Total de Utilizadores
    217
    Mais Online
    Ironide
    Utilizador Mais Recente
    Ironide
    Registado
  • Estatísticas do Fórum

    13.869
    Total de Tópicos
    133.810
    Total de Publicações
  • Tópicos em Destaque

  • Tópicos Recentes

  • Publicações

    • Eurico, o presbítero
      Por falar em "bola de cristal", recebi ontem uma newsletter do Activo Bank com o seguinte título:  O que diz a “bola de cristal” do ActivoBank para 2017 O essencial está AQUI. Vale a pena uma olhadela.  
    • casuagagar
      Boa tarde,   Fiz no passado mês de Dezembro o acordo com as finanças prestacional, para para pagar uma divida que tinha e não conseguia pagar. Acontece que pouco mais de 30 dias depois de pagar as primeiras prestações penhoraram-me a conta. Alguém me sabe dizer se tal é normal? como poderei pagar as prestações se não poderei usar a conta bancária? Agradeço a ajuda  
    • Patanisca
      Repare só neste gráfico dos últimos 5 anos da Bolsa de São Paulo (Brasil).   Agora analise com calma e perceberá porque os fundos BR, em 2016 tiveram um ano anormalmente bom.  Num país em recessão em 2016 (-3.5% PIB) o principal índice bolsista valoriza cerca de 70%, faço-lhe uma pergunta simples:
      Q: Você acha que esse crescimento de 70% foi sustentável? Acha que 2017, ano em que o Brasil é quase certo crescer pouco ou nada, haverá a possibilidade de se continuar a sustentar tamanha bolha? http://www.reuters.com/article/us-brazil-economy-forecast-idUSKBN13G28D Eu dou-lhe a minha opinião, acredito que, se no 1º trimestre de 2017, houverem indícios positivos do PIB, haverá ainda crescimento, mas daí em diante, acredito que seja cada vez mais arriscado manter-se naquele mercado. Parece-me ainda uma boa oportunidade para fazer uma espécie de Short no Brasil. Mas eu a fazê-lo faria sempre com algum cuidado.

      Mas gostava de ouvir outras opiniões de outros investidores.
    • antonio teles
      Boa tarde. 
      Gostaria se possível que me ajudassem no esclarecimento de uma situação que pode ajudar e muito possíveis investidores no ramo imobiliário. Em 2016 adquiri uma habitação secundaria em Lisboa para Alojamento Local. Fiz algumas obras, quando estava prestes a terminar as obras surge alguém através de um consultor imobiliário que me foi bater à porta, que me ofereceu cerca de 40% a mais do que paguei pela casa. Naturalmente que a vendi, tratava-se de uma proposta irrecusável.  Uns dias antes da venda um casal vizinho do lado perguntou-me se eu pretendia ficar com a casa deles, pediram-me um valor muito abaixo do valor de mercado( a casa estava a cair de podre). Após vender a minha, adquiri a casa dos vizinhos, era uma excelente oportunidade de negócio, passado 1 mês o mesmo consultor telefonou a perguntar se eu precisava de ajuda para a aquisição de nova habitação. Disse-lhe que já tinha adquirido. Em conversa, disse-me que tinha cliente para ficar já de imediato com a casa. Sem compromisso levou lá o cliente que me acabou por ficar com a casa. Resumindo, vendi 2 habitações secundárias num ano. Isto pode ser considerado um acto isolado de comércio, ou seja integrarem os ganhos duma actividade comercial? Não serem tributadas segundo o ANEXO G mas sim o ANEXO C? Porque uma coisa é as mais valias serem tributadas a 50% outra a 100%. Desconhecia que havia decisões em tribunais neste sentido. Tenho um amigo que comprou um grande terreno por 50 mil euros. Subdividiu em 4 lotes, vendeu cada por 50 mil.  Vendeu os 4 por 200 mil, gerou 150 mil euros em mais valias, a AT veio dizer que foi com o propósito de revenda, considerando que se encaixavam no anexo C. Resultado: Os 150 mil foram taxados a 48%. Agradecia que me esclarecessem nesta dúvida.
    • jamorim
      Boa tarde Estive a tentar perceber como declarar as rendas no IRS e encontrei esta página onde é referido que os recibos de renda aparecem no Portal do Arrendamento e não no e-fatura. No meu caso parece que o contrário está a acontecer. As faturas da renda aparecem-me no efatura, mas no Portal do Arrendamento não me aparece nada na secção de "Consultar Recibos" (mas o contrato aparece no "Consultar Contratos"). Devo marcar as faturas no e-fatura como despesas de habitação? Ou devo esperar que os recibos apareçam no Portal do Arrendamento? Cumprimentos jAmorim
  • Utilizadores Populares

    1. 1
      Eurico, o presbítero
      Eurico, o presbítero
      4
    2. 2
      D@vid
      D@vid
      3
    3. 3
      scpuser
      scpuser
      3
    4. 4
      maj.lraep
      maj.lraep
      3
    5. 5
      Jaymz
      Jaymz
      2