Fóruns

  1. Finanças

    1. Créditos

      Créditos habitação, automóvel, pessoal, ao consumo e afins

      13.235
      publicações
    2. 12.346
      publicações
    3. Seguros

      Seguros de saúde, automóvel, vida, multi-riscos, acidentes pessoais e todos os outros

      1.133
      publicações
    4. 705
      publicações
    5. 4.112
      publicações
    6. 24.502
      publicações
    7. 28.612
      publicações
  2. Fiscalidade e Trabalho

    1. Impostos

      IRS, Segurança social, IMT, IMI e simuladores fiscais

      26.837
      publicações
    2. Segurança Social

      Subsídios, pensões, abonos e outras contribuições de carácter social

      528
      publicações
    3. 1.042
      publicações
    4. Trabalho por conta própria

      Trabalhadores independentes, ENIs e micro e pequenas empresas

      676
      publicações
    5. 1.973
      publicações
  3. Geral

    1. Apresentações

      Quem és, de onde vens e para onde vais?

      685
      publicações
    2. Diversos

      Para falar de tudo o resto

      10.577
      publicações
  4. Fórum

    1. Regras

      Regras do fórum

      2
      publicações
  • Estatísticas de Utilizadores

    22.766
    Total de Utilizadores
    217
    Mais Online
    Susana
    Utilizador Mais Recente
    Susana
    Registado
  • Estatísticas do Fórum

    13.454
    Total de Tópicos
    130.500
    Total de Publicações
  • Popular neste momento

  • Tópicos em Destaque

  • Tópicos Recentes

  • Publicações

    • Ricardo Braga
      Boa tarde. Relativamente ao Topico IRS sobre mais valias gostaria de colocar algumas duvidas, passo a explicar: Trata-se de um imovel (chamemos-lhe A) que por falecimento dos pais da esposa passou por herança para o casal (filha e genro) esta herança foi atribuida em 2004. Deste casal, o marido faleceu em 2013 e em 2014 o  imovel passou para a mulher e para os 3 filhos, tendo a mulher 62.5% e cada um dos filhos 12.5%. Não havendo compra do imovel (trata-se de herança), o valor que servirá como base para calculo das mais valias sera o valor patrimonial, correcto? Valor este de 50 000 Eur. O valor de venda estimado é de 120.000 Euros A mulher e os 3 filhos possuem outro imovel (chamemos-lhe "B" ) do qual pretendem apos venda do imovel "A" , usar essa verba para ampliar e renovar o imovel "B". 1ª QUESTAO Para o calculo das mais valias do imovel "A" como é calculado? Para cada um dos proprietarios (mae e filhos) ? Exemplo da mae: Valor patrimonial 50 000 Eur ; valor de venda 120 000 Eur Mais valia total: 70 000 eur, sendo 35 000 eur  os 50% tributaveis, como possui apenas 62.5% do imovel a mais valia respeitante á mae sera de 21 875 Eur? Logo a mae tera de incluir no impresso G este "rendimento", correcto? Exemplo para cada um dos filhos: Valor patrimonial 50 000 Eur ; valor de venda 120 000 Eur Mais valia total: 70 000 eur, sendo 35 000 eur os 50% tributaveis, como cada um dos filhos possui apenas 12.5% do imovel a mais valia respeitante a cada um dos filhos sera de 4 375 Eur? Logo cada um dos filhos tera de incluir no impresso G este "rendimento", correcto? 2ª QUESTAO No calculo das mais valias nao entra o coeficiente de desvalorizaçao da moeda? As heranças sao recentes conforme mencionado mas conforme pode ser verificado o valor patrimonial é muito baixo...logo as mais valias são enormes 3ª QUESTÃO É possivel abater as mais valias do imovel "A" nas obras a realizar no imovel "B" se sim, em que condições?   Grato pela ajuda
    • JRJordao
      Eu começava por colocar a questão à linha de apoio do(s) cartão/ões, ainda antes de vir perguntar num fórum onde, no melhor dos casos, te podem dizer "eu acho que é assim" ou "no meu caso, com o cartão X, foi assim". Não é melhor obter uma resposta oficial e atualizada para algo tão específico? E já agora, porque não te registas no fórum?
    • Visitante Susana
      Boa tarde, gostaria de saber se em testamento posso deixar uma substituição fideicomissaria na quota disponível, de modo que tudo o q fosse para a minha filha passa-se para a minha neta por sua morte. Obrigada 
    • ricardomcm
      Claro, ninguém leva a mal e também ninguém está aqui para criticar, mas mais que tudo ninguém nasce ensinado e por isso eu contribuí com aquilo que me pareceu pertinente. Haverá certamente mais pessoas que lhe poderão também sugerir outras abordagens. Cumprimentos. 
    • Visitante Brace
      Olá Tenho vindo a reparar na modificação das TAN dos meus cartões de crédito para novos clientes e a minha manteve-se sempre. Tenho por exemplo um conhecido que ainda tem uma TAN de 26.99 no cartão Barclays dele enquanto que agora as taxas para esses cartões são extremamente mais baixas tipo 18%.   O que se pode fazer nestes casos? a nossa TAN nunca será actualizada? Será preciso desistir do cartão e cancelar tudo e voltar a fazer? ou pode-se pedir para actualizarem? Ou é aquele juro que teremos para a vida toda? Será que não actualiza enquanto nao pagarmos o valor em divida e depois é automatico?   Deve concerteza haver um mecanismo qualquer de actualização... É que as taxas têm vindo a baixar e nós continuamos a pagar aos valores antigos e estamos a ser prejudicados... Já agora se alguem souber se os juros são contabilizados a media diaria como os saldos medios ou ao periodo mensal. Neste caso se utilizar credito a juros durante apenas uns dias e pagar nesse mesmo periodo se não conta juros ou se conta aqueles x dias? Obrigado      
  • Utilizadores Populares

    1. 1
      Lvsitano
      Lvsitano
      4
    2. 2
      5coroas
      5coroas
      3
    3. 3
      grj
      grj
      3
    4. 4
      aligatorsword
      aligatorsword
      2
    5. 5
      PedroPinto
      PedroPinto
      2