Fóruns

  1. Finanças

    1. Créditos

      Créditos habitação, automóvel, pessoal, ao consumo e afins

      13.693
      publicações
    2. 12.808
      publicações
    3. Seguros

      Seguros de saúde, automóvel, vida, multi-riscos, acidentes pessoais e todos os outros

      1.172
      publicações
    4. 993
      publicações
    5. 4.304
      publicações
    6. 24.816
      publicações
    7. 31.512
      publicações
  2. Fiscalidade e Trabalho

    1. Impostos

      IRS, Segurança social, IMT, IMI e simuladores fiscais

      28.246
      publicações
    2. Segurança Social

      Subsídios, pensões, abonos e outras contribuições de carácter social

      690
      publicações
    3. 1.233
      publicações
    4. Trabalho por conta própria

      Trabalhadores independentes, ENIs e micro e pequenas empresas

      775
      publicações
    5. 2.458
      publicações
  3. Geral

    1. Apresentações

      Quem és, de onde vens e para onde vais?

      718
      publicações
    2. Diversos

      Para falar de tudo o resto

      10.737
      publicações
  4. Fórum

    1. Regras

      Regras do fórum

      2
      publicações
  • Estatísticas de Utilizadores

    22.263
    Total de Utilizadores
    217
    Mais Online
    Leidinha Fortes
    Utilizador Mais Recente
    Leidinha Fortes
    Registado
  • Estatísticas do Fórum

    14.366
    Total de Tópicos
    137.708
    Total de Publicações
  • Popular neste momento

  • Tópicos em Destaque

  • Tópicos Recentes

  • Publicações

    • gfaseed
    • Cardoso24
      Eu ainda não sou pai (não excluo essa hipótese) mas vamos ser sinceros, independentemente da maior alegria que um filho traga, esse é automaticamente um factor que irá excluir a maioria dos Portugueses de reformarem-se antecipadamente. Luxos e conforto à parte, provavelmente o dinheiro "será" gasto na mesma sem ser com os filhos, noutros vícios (viagens, carros, etc). Agora duvido que alguém que seja Pai, com salário médio em PT, sem heranças, euromilhoes possa aqui afirmar que poderá reformar-se antecipadamente. 
    • gustaferra
      Bem a ver se eu me explico.... È uma variável que não é moral incluir numa formula de independência financeira..... por isso é não assunto.... Se 1 casal ganhar o salário mínimo dificilmente dará conforto a mais de 1 filho e terá de esperar pelo o euromilhoes ou uma herança choruda ou que o filho venha a ser o Cristiano Ronaldo.... Logicamente quantos mais filhos tiveres mais o orçamento familiar pesa..... Agora rejeitares ter filhos pk vai demorar mais tempo a ganhares a independência financeira é um não assunto para mim.... Se  ganhas 10 mil por mes ou  30 mil  ou  100 mil por mes e se tiveres vícios e estilo de vida á milionário  nem chega para sustentar 1 a 2 filhos.....  Utilizando exemplos ridículos para explicar o "não assunto":  És milionário tens um grande grupo empresarial e gostas mais das empresas do que a mulher e os filhos e dizes não posso ter mais que 1 filho senão se tiver uns 12 o meu grupo fica todo em pedaços por isso não posso ter mais que 1 filho.... não assunto para min;  Ès bastante conservador, queres ter netos biológicos, decides  ter 1 filho e pensas é pah... mas se ele assume-se gay depois não tenho descendentes... é melhor ter 2 a probabilidade de serem os 2 é reduzida, vai atrasar a minha independência financeira mas é por um bom motivo, depois os 2 assumem-se e entras em tilte... não planear a este ponto ....  És daqueles tipo africanos que gosta de ter várias mulheres e depois começam-te a cobrar a pensão de alimentos e dizes tenho muitas bocas para alimentar tenho de deixar de fazer filhos , vai prejudicar a minha independência financeira.... Tens de deixar de ter mais mulheres e filhos por queres ser "melhor" pessoa culturamente em Portugal  não é bem aceite e ganha-se má fama por ser uma pessoa com esse perfil.....  Espero ter sido claro o porque do "não assunto".....    
    • 5coroas
      Eu não trocava os meus filhos + esposa pela independência financeira, mas tenho a certeza que sem eles neste momento eu já estaria independente; como os tenho resta-me esperar pela reforma. O que me parece abusivo é que alguém que considera que os seus filhos são a coisa melhor do mundo se ponha a partir dai a extrapolar para todos essa ideia que ter filhos é a coisa melhor do mundo, pois certamente não é uma verdade absoluta; nem todos as pessoas gostam dos seus filhos, nem todas as pessoas acham que os proveitos de ter filhos se sobrepõem aos inconvenientes que estes trazem, etc. Cada um deve escolher para si o que quer em conformidade com a sua natureza/vontade, mesmo que essas escolhas sejam consideradas como egoístas (no mau sentido) ou socialmente criticadas. Há uma certa pressão social que incita ao casamento ou a ter-se filhos, e que leva muita gente sem qualquer apetência para ser pai/mãe ou marido/esposa a meterem-se nessas armadilhas das quais só resulta infelicidade para todos os envolvidos.   
    • niceboy
      http://www.investopedia.com/articles/retirement/080516/retire-45-500k-it-possible.asp?partner=YahooSA&yptr=yahoo https://retirementplans.vanguard.com/VGApp/pe/pubeducation/calculators/RetirementNestEggCalc.jsf https://retirementplans.vanguard.com/VGApp/pe/pubeducation/calculators/RetirementIncomeCalc.jsf
  • Utilizadores Populares

    1. 1
      gustaferra
      gustaferra
      17
    2. 2
      Pedro Pais
      Pedro Pais
      13
    3. 3
      Greedy
      Greedy
      11
    4. 4
      5coroas
      5coroas
      9
    5. 5
      Cardoso24
      Cardoso24
      8