Fóruns

  1. Finanças

    1. Créditos

      Créditos habitação, automóvel, pessoal, ao consumo e afins

      13.283
      publicações
    2. 12.379
      publicações
    3. Seguros

      Seguros de saúde, automóvel, vida, multi-riscos, acidentes pessoais e todos os outros

      1.138
      publicações
    4. 728
      publicações
    5. 4.126
      publicações
    6. 24.527
      publicações
    7. 28.929
      publicações
  2. Fiscalidade e Trabalho

    1. Impostos

      IRS, Segurança social, IMT, IMI e simuladores fiscais

      26.946
      publicações
    2. Segurança Social

      Subsídios, pensões, abonos e outras contribuições de carácter social

      565
      publicações
    3. 1.061
      publicações
    4. Trabalho por conta própria

      Trabalhadores independentes, ENIs e micro e pequenas empresas

      683
      publicações
    5. 2.035
      publicações
  3. Geral

    1. Apresentações

      Quem és, de onde vens e para onde vais?

      687
      publicações
    2. Diversos

      Para falar de tudo o resto

      10.585
      publicações
  4. Fórum

    1. Regras

      Regras do fórum

      2
      publicações
  • Estatísticas de Utilizadores

    22.863
    Total de Utilizadores
    217
    Mais Online
    irina
    Utilizador Mais Recente
    irina
    Registado
  • Estatísticas do Fórum

    13.547
    Total de Tópicos
    131.202
    Total de Publicações
  • Tópicos em Destaque

  • Tópicos Recentes

  • Publicações

    • jpnop
      Olá a todos, Abro este tópico para esclarecer algumas questões que tenho, mas sobretudo na expectativa que seja útil a várias pessoas e possamos trocar algumas impressões, acerca de investimento imobiliário e tudo que lhe está associado. Estou neste momento a ver alguns imóveis numa lógica de investimento no Porto. Pretendo começar por comprar um apartamento, remodelar e alugar (ou vender caso o negócio tenha uma boa rentabilidade)para turismo ou habitação. No entanto vou fazê-lo conjuntamente com um amigo. Por isso surgem-me algumas questões: - Como "formalizar" o negócio.. em nome pessoal de um de nós ou criar uma empresa?  - Qual a melhor forma (em nome pessoal vs empresa) para uma otimização fiscal? O negócio será arrendar, mas encaramos a venda como possibilidade.. - Possivelmente preciso de 35k/40k de financiamento. Se fizer a titulo pessoal um crédito habitação será "fácil", mas e se quiser pela possível empresa a criar. que garantias terei que dar e que % representará isso do valor pedido, haverá muita dificuldade em conseguir? Tenho bastantes mais questões acerca deste e outros assuntos complementares que acredito que sejam partilhadas com outros foristas, mas parece-me interessante começar por aqui. Fica o desafio de tornar este um tópico agregador de questões no âmbito do investimento imobiliário.
    • D@vid
      Vai ser alterado a partir de 2017, irá fazer parte do novo Orçamento de Estado a alteração ao pagamento da seg social, vai ser sobre os rendimentos mais recentes em vez de ser sobre o IRS do ano transacto.
    • Filipe Monteiro
      ruicarlov  obrigado pela sua resposta, realmente é a melhor opção que tenho para me livrar disto. Agora a minha questão é, depois de já ter feito a habilitação de herdeiros em 2008, poderei mesmo assim renunciar à herança? Se alguém me conseguir dar essa informação com todos os pormenores do que tenho que fazer eu agradecia.
    • Visitante Carina
      Boa tarde! Não sei se me conseguem ajudar, mas aqui vai! Eu e o meu marido vamos abrir uma loja de roupa multimarcas . Temos duvidas em relação a qual o melhor regime a adoptar ? Regime simplificado ou organizado. Ele trabalha numa empresa por conta de outrem e tem rendimentos anuais de 53000€ . A nossa perspectiva é de faturar 40000€ anuais na loja. Se optarmos pelo regime simplificado não irá disparar os descontos para o IRS?  Obrigada!
    • Wakka
      Afectivo? Recebia afectos? O que quer dizer é efectivo ou seja tem um contrato sem termo.
      Quanto à sua questão existem máximos semanais e anuais de horas extra, atingidos estes máximos não o podem obrigar a fazer mais. O Máximo semanal são 48 horas e o máximo anual são 150 ou 175 horas dependendo da dimensão da empresa.
  • Utilizadores Populares

    1. 1
      SABRE
      SABRE
      1
    2. 2
      ruicarlov
      ruicarlov
      1
    3. 3
      pauloagsantos
      pauloagsantos
      1
    4. 4
      Patanisca
      Patanisca
      1