Fóruns

  1. Finanças

    1. Créditos

      Créditos habitação, automóvel, pessoal, ao consumo e afins

      13.790
      publicações
    2. 13.001
      publicações
    3. Seguros

      Seguros de saúde, automóvel, vida, multi-riscos, acidentes pessoais e todos os outros

      1.178
      publicações
    4. 1.031
      publicações
    5. 4.331
      publicações
    6. 24.961
      publicações
    7. 32.134
      publicações
  2. Fiscalidade e Trabalho

    1. Impostos

      IRS, Segurança social, IMT, IMI e simuladores fiscais

      28.338
      publicações
    2. Segurança Social

      Subsídios, pensões, abonos e outras contribuições de carácter social

      711
      publicações
    3. 1.283
      publicações
    4. Trabalho por conta própria

      Trabalhadores independentes, ENIs e micro e pequenas empresas

      817
      publicações
    5. 2.530
      publicações
  3. Geral

    1. Apresentações

      Quem és, de onde vens e para onde vais?

      732
      publicações
    2. Diversos

      Para falar de tudo o resto

      10.776
      publicações
  4. Fórum

    1. Regras

      Regras do fórum

      2
      publicações
  • Estatísticas de Utilizadores

    22.438
    Total de Utilizadores
    217
    Mais Online
    Mig71
    Utilizador Mais Recente
    Mig71
    Registado
  • Estatísticas do Fórum

    14.523
    Total de Tópicos
    139.171
    Total de Publicações
  • Popular neste momento

  • Tópicos em Destaque

  • Tópicos Recentes

  • Publicações

    • D@vid
      Risco Mínimo = Depósitos a Prazo até 100.000€ e Certificados de Aforro, Certificados Poupança Mais. Menos risco menos rentabilidade.
    • D@vid
      As acções das empresas portuguesas têm tendência a irem ao reboque deste tipo de decisão, não só as obrigações são directamente afectadas  ( Rendimento Plus subiu +0,36% entre ontem e hoje ) mas estamos a falar de classes de risco muito diferentes.
    • atlas
      Pois eu tenho uma opinião completamente diversa daquelas que ultimamente aqui foram colocadas.   Enquanto morava sozinho sempre desconsiderei a Bimby. Aliás, fartava-me de gozar com quem a tinha. Entretanto "juntei-me" e a minha cara metade trouxe-a com ela. E fiquei maravilhado. Cá em casa para aí 90% do que cozinhamos é com a bimby (os grelhados e pouco mais não passam pela Bimby). E fazemos tudo, mesmo comidas que nada têm de especial, como cozer umas batatas ou fazer um arroz branco.    E com o miúdo pequeno, com as sopas e papas e etc., foi uma ajuda tremenda.   Fascina-me o conceito de fazer 20 vezes a mesma coisa e das 20 vezes sair sempre bem. Com o tempo vamos aperfeiçoando as receitas a nosso gosto, juntando mais isto ou aquilo.   Pessoalmente não dispenso. Mas admito que seja uma questão de hábito. Para quem não tiver a certeza de que se irá habituar, mais vale comprar uma do continente em segunda mão. Se não se der bem, o investimento não foi grande. Se se der bem, então comprar uma Bimby.   Mas a Bimby é como o ginásio. Depois de uma primeira fase de entusiasmo, começa a não apetecer. Vencendo esta segunda fase, não se quer outra vida. Aliás, começa a irritar uma pessoa ter de perder tempo à volta do tacho para não deixar queimar...   Concedo que haja pessoas que não tenham o mesmo entusiasmo. Mas da minha parte até estou a pensar em adquirir uma segunda Bimby aqui para casa.
    • virneto
      Fazia-me muito mais sentido que as atuais empresas dos Cartões que tenho, atualizassem a taxa para as taxas atuais, atendendo à antiguidade do cliente. Mas, para isso, já vi que não estão disponíveis. Interessante a avaliação de risco que fazem porque acabam por contribuir para que aumente a probabilidade de insolvência. E aí, o meu ordenado menos um ordenado mínimo durante 5 anos é escandalosamente menos do que pago agora, estando também disposto a pagar até ao final da dívida em mais de 5 anos... Estou claramente a considerar a insolvência como opção.. Mas antes vou vender o carro. Abater nos cartões e perceber se compensa o aumento de liquidez para continuar a abater. Obrigado pelo contributo. Cumprimentos.    
    • Minimal
      A bimby pode render mais dinheiro do que o que custa apenas se tudo o que vocês usarem na cozinha o forem fazer nela, ou seja, comprar apenas os materiais base e construir tudo a partir dela. Posto isto a bimby pode trazer poupanças mas precisa de ser utilizada, um dos grandes exemplos é o molho bechamel. Quem gosta e sabe cozinhar não precisa de bimby, pois os pratos não vão manter a mesma qualidade, para quem não sabe cozinhar é uma grande mais valia e sim vai poupar dinheiro, pois se nao sabe cozinhar ha mais probabilidade de ir fazer refeiçoes fora ou comprar comida fora, que é sempre mais cara. No fundo bimby e rainbow são produtos com um marketing agressivo, há produtos mais baratos que fazem o mesmo como é obvio, a "bimby" do continente serve bem para fazer umas sopas.
  • Utilizadores Populares

    1. 1
      Patanisca
      Patanisca
      4
    2. 2
      Cardoso24
      Cardoso24
      3
    3. 3
      gustaferra
      gustaferra
      2
    4. 4
      5coroas
      5coroas
      2
    5. 5
      Pedro Pais
      Pedro Pais
      2