Fóruns

  1. Finanças

    1. Créditos

      Créditos habitação, automóvel, pessoal, ao consumo e afins

      13.715
      publicações
    2. 12.928
      publicações
    3. Seguros

      Seguros de saúde, automóvel, vida, multi-riscos, acidentes pessoais e todos os outros

      1.174
      publicações
    4. 1.002
      publicações
    5. 4.310
      publicações
    6. 24.882
      publicações
    7. 31.906
      publicações
  2. Fiscalidade e Trabalho

    1. Impostos

      IRS, Segurança social, IMT, IMI e simuladores fiscais

      28.304
      publicações
    2. Segurança Social

      Subsídios, pensões, abonos e outras contribuições de carácter social

      702
      publicações
    3. 1.256
      publicações
    4. Trabalho por conta própria

      Trabalhadores independentes, ENIs e micro e pequenas empresas

      797
      publicações
    5. 2.506
      publicações
  3. Geral

    1. Apresentações

      Quem és, de onde vens e para onde vais?

      721
      publicações
    2. Diversos

      Para falar de tudo o resto

      10.763
      publicações
  4. Fórum

    1. Regras

      Regras do fórum

      2
      publicações
  • Estatísticas de Utilizadores

    22.357
    Total de Utilizadores
    217
    Mais Online
    Antoniocoach76
    Utilizador Mais Recente
    Antoniocoach76
    Registado
  • Estatísticas do Fórum

    14.447
    Total de Tópicos
    138.521
    Total de Publicações
  • Tópicos em Destaque

  • Tópicos Recentes

  • Publicações

    • PedroPinto
      Mas ainda ha quem tenha conta na CGD!? Realmente ha coisas que nao entendo... Tenho Mais de 10 contas bancarias e 5 cartoes de credito entre Portugal e UK e a regra é simples... só mantenho contas/cc que sejam a custo zero e/ou me oferecam algum beneficio financeiro! O banco é que devia andar atras de nos para nos ter como clientes e nao o contrario! NUNCA paguei um centimo para ter conta ou cartoes em lado nenhum! Alias no dia em que a CGD disse que ia comecar a cobrar por transferencias, fechei a conta! No BES quando me disseram que se deixasse de ter o ordenado domiciliado no banco teria um custo mensal, fechei na hora tambem e com isso perderam todos os meus investimentos que na altura estavam por la...
    • JRJordao
      Os impostos incidem sobre os rendimentos (juros) gerados anualmente pela aplicação. Não pelo próprio montante aplicado. Se o único titular da conta é o seu filho, residente fiscal na Suíça, não haverá nada a pagar em Portugal. Se a conta tem como titulares você e o seu filho, os rendimentos são divididos igualmente pelos dois. Sendo ele residente fiscal na Suíça, não terá nada que pagar em Portugal. Quanto à sua metade, se o banco tiver retido menos de 28% em imposto (a taxa aplicada em Portugal), o que falta será devido em Portugal.  
    • master-chief
      Nunca ouvi falar que alguem tivesse que pagar impostos por ter uma conta bancaria com determinando montante... mas também já se ouve coisas que nem sequer se pensava que poderiam acontecer!
    • master-chief
      Uff muita questão tecnica   Ai o ponto 4, podes ver no site da segurança social os escaloes da segurança social   Ponto 2, se procurares os escaloes do IRS já vais ter alguma ideia
    • spirit
      Nao sou residente em Portugal e estou a estudar a possiblidade de abrir actividade (CAE 68200) para arrendar imóveis que me sejam doados e declarar os respectivos rendimentos na categoria B do IRS. Tenho algumas dúvidas que gostaria de ver esclarecidas: 1) Em princípio optaria pelo regime simplificado, visto que os rendimentos seriam menores (cerca de 20000€) que o limite de 200000€. 2) Imaginando que teria 20000€ de rendimentos anuais, quanto pagaria de IRS? 3) Pelo que percebi, ao abrigo do art. 9.º, n.º 29, do CIVA, estatei isento de IVA, visto que os imóveis a arrendar sao para fins habitacionais ou para fins comerciais mas apenas o imóvel ("paredes nuas") sem serviços ou equipamentos incluídos. Confirmam? 4) Como trabalhador independente e sem outra actividade em Portugal, estaria obrigado a contribuir para a SS, apesar de poder ter 1 ano de isençao visto que seria a 1a vez que abriria actividade. Correcto? De quanto seriam estas contribuiçoes? 5) Alguns imóveis sao para fins comerciais, mas pelo que sei os arrendatários têm pequenos negócios (nao tenho a certeza se têm contabilidade organizada). Teria eu ou eles que fazer alguma retençao na fonte? 6) Estaria sujeito ao pagamento especial por conta? 7) Em termos de mais valias penso que nao haveriam grandes problemas no futuro, porque os imóveis seriam afectados à actividade depois de me serem doados e portanto o seu VPT (valor patrimonial tributável) seria actualizado e eventuais mais valias futuras ao desafectá-los da actividade nao seriam tao grandes. Partilham desta opiniao? 8) Algo mais a considerar que eu nao esteja a par?   Obrigado desde já!
  • Utilizadores Populares

    1. 1
      Virtua
      Virtua
      4
    2. 2
      D@vid
      D@vid
      3
    3. 3
      5coroas
      5coroas
      2
    4. 4
      lowfin
      lowfin
      1
    5. 5
      JRJordao
      JRJordao
      1