Toda a actividade

This stream auto-updates   

  1. Ontem
  2. tópico oficial
    CGD

    Tinha conta ordenado, aliás, ainda tenho conta ordenado, não tem é domiciliação... Pronto o problema é não ter a domiciliação.
  3. Boas pessoal, Pondero liquidar prestações de crédito com PPR que possuo, no entanto tenho o banco a referir: "Sendo o seu PPR uma poupança sua individual e o imóvel ser propriedade de 2 pessoas adquirido enquanto solteiras, bem como o Cred.Hab. é titulado por ambos, poderá utilizá-lo para pagar apenas 50% da prestação, a sua quota-parte." Pedem ainda: " Certidão de Nascimento que atesta o estado civil." Já alguém utilizou PPR para pagar CH, passou por isto? Faz sentido...é que não encontro nada disto na documentação do banco, ASF, etc... Obrigado
  4. Alguém consegue arranjar um site que mostre os custos das transferencias internacionais? Recentemente introduzi o requisito de transferencia bancaria com os meus clientes, e alguns (poucos) colocam o entrave aos custos das mesmas para eles. Quanto custa então uma transferencia internacional Reino Unido - Portugal?
  5. Boa tarde, Tente fazer copy/paste do PDF para o notepad e depois grave com a extensão xml. Mesmo assim, há o risco de alguma informação perder-se. Se não conseguir, tente encontrar uma ferramenta para desbloquear o PDF e conseguir copiar.
  6. Esse não tinha. Entretanto a empresa já abriu com outro nome. http://www.chintportugal.pt/ --> Expansive Level
  7. tópico oficial

    https://www.bancobest.pt/ptg/bestsite/best_docs/PRE_FCD_3_cartoes_debito_credito_particulares.pdf
  8. Então e a garantia pessoal?
  9. Chint Portugal, perda total para investidores.
  10. Concordo com o Pedro, no entanto analise bem todos os pontos. De onde apareceu essa divida ás finanças? foi de uma actividade profissional ? é que se foi, criar uma empresa pode-lhe criar mais problemas.
  11. tópico oficial

    Em termos de comissões de cartões como é que anda o Best nesta altura? Continua a ser como o ativobank, 0 comissões?
  12. Eu ia para a mintos ou twino
  13. tópico oficial
    CGD

    Desde que tenha lá domiciliado o ordenado fico isento. Tirado do site do BPI
  14. Última semana
  15. que eu conheça, não. mas a comunicação não é até ao dia 20? hoje já são 22.
  16. tópico oficial
    CGD

    não subscrevestes nenhuma conta xpto na altura do CH? eu tb tenho uma conta à ordem, onde cai o ordenado e tb nao pago nada, excepto o cartão multibanco.
  17. Boa noite O meu pai (já falecido) casou com a minha mãe depois de ter ficado viúvo. Ora, quando a primeira esposa dele faleceu não foram feitas partilhas (nomeadamente da casa onde viviam). Desse casamento resultaram 3 filhos. Ao casar com a minha mãe, ela passou a habitar nessa propriedade juntamente com o meu pai. Antes de falecer deixou um testamento onde "lega à sua referida esposa, por conta da quota disponível dos seus bens, o usufruto da fracção que possui na sua casa de habitação e quintal com todo o recheio que se encontra dentro dela". As partilhas ainda não foram feitas. Acontece que um dos filhos do primeiro casamento regressou ao país e consequentemente à casa do meu falecido pai, onde vive a minha mãe, causando alguma entropia e conflitos com ela. Todos os filhos são maiores de idade. A minha dúvida é a seguinte: Na prática quais são os direitos da minha mãe? Ela pode dizer que não o quer lá em casa? Ele pode fazer obras, por exemplo, sem autorização da minha mãe? Agradecia alguns esclarecimentos sobre quais os direitos na prática da minha mãe para tentar apaziguar as coisas lá em casa. Muito agradecido.
  18. tópico oficial
    CGD

    Não pagas no BPI? eu tenho de gramar com 5€ de 3 em 3 meses mesmo com cartões, e CH.
  19. Boa noite. Obrigado por esta informação preciosa, após muitos minutos às voltas no site das finanças lá consegui encontrar as referências. Aproveito para dar um caminho alternativo que descobri por acaso. -- Em "os seus serviços/consultar" -- linha "INFORMAÇÃO FINANCEIRA" -- sub-linha "Situação Fiscal - Pagamentos" -- Salta para um outro site (https://sitfiscal.portaldasfinancas.gov.pt/inffin/) -- Com um botão "pagamentos a decorrer" -- Aí aparece uma lista de pagamentos com respectivos montantes e referências multibanco. -- CUIDADO PARA NÃO REPETIR PAGAMENTOS, que só no "ver detalhe" é que se descobre se o pagamento já foi feito ou não. Espero que isto ajude alguém, cumprimentos Luis Antunes
  20. http://ptcomputador.com/Software/portable-document-format/156484.html
  21. tópico oficial
    CGD

    Eu tive de resgatar tudo para transferir e fechar, mal me informaram pelo telefone que tinhas um custo de 27 euros cada unidade a transferir.
  22. tópico oficial
    CGD

    Mas tens BCP ao pé de ti? Porque não o Activobank, podes abrir pelo bcp e depositar nas máquinas deles. Eu em Junho fechei na cgd mal soube dos próximos aumentos, nem se importaram. Tenho Montepio e Activo.
  23. tópico oficial
    CGD

    @PedroPinto Cada caso é um caso. O problema é que até agora ter conta na CGD tinha (no meu caso) um custo de 0 euros. Eu não posso fechar porque transferir a minha carteira para outra instuicão sai-me muito caro. Prefiro aguardar, também não me faltam muitas posicoes para fechar.
  24. Tenho um cliente que me enviou um ficheiro SAFT em PDF, para eu comunicar A AT. Como essa comunicaçao tem obrigatoriamente de se comunicado em XML. Ha alguma forma de o converter? É que o meu cliente enviou-me o ficheiro e foi de ferias, invalidando assim que me envie o dicheiro correto. Obrigado
  25. Não é claro da sua exposição se por rendimentos entende o volume de negócios ou o lucro. É que o que releva para o ponto 1 é o primeiro enquanto que para o ponto 2 o que interessa é o segundo. Estamos a falar de que tipo de arrendamento? De longa duração ou algo mais tipo alojamento local, para férias? No primeiro caso nem precisaria de abrir actividade e poderia declarar esses rendimentos como rendimentos prediais (segundo as regras definidas nos artigos 41º e 72º do Código do IRS) Para alojamento local, aí sim, já necessita de abrir actividade e os rendimentos serão tributados como rendimentos de categoria B (no caso do regime simplificado, o rendimento tributável é apurado segundo as regras do artigo 31º, e o imposto final obtido por aplicação da taxa geral descrita no artigo 68º). Convém, neste caso, fazer uma análise aprofundada relativamente às despesas que terá com a actividade: é que, mesmo estando abaixo do limite para o regime simplificado, pode ter vantagens em optar pelo de contabilidade organizada se as suas despesas forem superiores à percentagem do rendimento que é deduzida ao rendimento bruto, descrita no artigo 31º. Não sei onde foi buscar a expressão, mas esse ponto que refere não exceptua da isenção a locação de imóveis já mobilados, se é nisso que está a pensar... http://www.seg-social.pt/trabalhadores-independentes Sugiro a leitura dos artigos 101º e 101º-B do Código do IRS, para esclarecer em que situações haveria lugar a retenção na fonte. À partida não. Mas poderia vir a ficar sujeitos a pagamentos por conta, caso tenha imposto a pagar... A atualização do VPT ocorre mesmo em casos de transferências particulares. Não estou muito bem a ver se faria grande diferença... Eu sugiro que discuto a situação com um contabilista. Um profissional da área far-lhe-á as questões que estejam porventura em falta e poderá ajudá-lo a tomar decisões de uma forma mais racional e informada. Além disso, se pretende gerir estas contas à distância, poderá ser útil ter cá em Portugal alguém que vá estando por dentro das actualizações à legislação e o alerte em caso de alterações que lhe digam respeito ou a quem possa recorrer em caso de dificuldades na relação com o fisco. Para além disso, terá também de ter alguém que lhe possa ir tratando da manutenção dos imóveis por si (por exemplo, se for preciso fazer uma reparação urgente, ou se um inquilino for embora e precisar de entrevistar candidatos a novos inquilinos).
  26. A herança só existe depois de eles morrerem. Não pode renunciar a algo que ainda não existe... Mas qual a sua preocupação?
  1. Carregar mais actividade